Nicolelis vai palestrar na Sala Mundo em Curitiba | Fábio Campana

Nicolelis vai palestrar na Sala Mundo em Curitiba

O neurocientista Miguel Nicolelis, um dos mais influentes pesquisadores do mundo, estará em Curitiba no dia 18 de agosto no Sala Mundo – Encontro Internacional de Educação. “O meu grande sonho de vida nesse momento é voltar e espalhar escolas de ciência e laboratórios de pesquisa pelo Brasil inteiro”, diz Nicolelis, atualmente radicado nos EUA, na chefia do laboratório de neurociências da Universidade de Duke.

O Sala Mundo será realizado nos dias 17 e 18 de agosto no Teatro Positivo. Nicolelis vai palestrar no dia 18 no painel “Pequena e Grandes Revoluções na Escola”. No Brasil, o neurocientista criou o Instituto Internacional de Neurociência de Natal (RN) e um centro de referência mundial em educação científica.

“Além das três que já temos, existe o projeto Escolas Sem Fronteira, 12 escolas em cidades das fronteiras do Brasil com a América do Sul. Ele está aparentemente aprovado pelo governo (federal) e nós temos na Bahia ainda a possibilidade de abrir mais duas escolas”, adiantou Nicolelis ao portal IG.

Interação – Sobre o instituto de neurociência, Nicolelis adianta que a escola já tem a base de pesquisa, trouxe e está recrutando mais cientistas. “Temos várias linhas de pesquisa e inclusive estamos abrindo agora a área de neuroeducação. A ideia é criar um diálogo entre neurocientistas e pedagogos, para otimizar as formas de transmissão de conhecimento para as crianças, baseado no conhecimento que a neurociência está adquirindo”, disse.

No Brasil, o neurocientista chefia a Comissão do Futuro do Ministério da Ciência e Tecnologia e disse que atual trabalho está na avaliação dos gargalos da ciência e dos grandes problemas que afligem a produção científica no país. “O Brasil tem uma vertente tropical forte: pesquisa agropecuária, hídrica, energias alternativas. O número de pesquisadores de biomédica não é desprezível. Tem coisa muito boa sendo feita”, disse.

“Mas o Brasil tem um déficit de pesquisa em engenharia e tecnologia pura muito grande. Já perdemos várias revoluções, como a dos microprocessadores, e estamos a ponto de perder o bonde de outras revoluções, como a da nanotecnologia. A própria área em que trabalhamos, a neurotecnologia, está explodindo no mundo. A nossa esperança é que o Brasil não perca esse bonde também”, completa.

Homem máquina – E como vai ser o futuro com os avanços da interface homem-máquina?, pergunta o portal IG. A resposta de Nicolelis: iG: “O futuro mais próximo vai ser em medicina e reabilitação. Não há dúvida disso. Um sistema que desenvolvemos há 12 anos, de um marcapasso para epilepsia em ratos, está começando a ser usado em dois testes clínicos, um na Califórnia e outro na Brown University”, disse.

“Mas grandes empresas de computação como Apple e Google já estão trabalhando na possibilidade de criar interfaces como essa, não invasivas, para computadores portáteis, telefones. Então você vai controlar ou interagir com o sistema operacional usando só a atividade elétrica do cérebro. Vai ser o fim da tendinite”, completa.

O Sala Mundo será dois dias para pensar, refletir e construir o futuro. No encontro, serão abordados temas para a educação básica. Curitiba foi escolhida para ser sede do evento por ter atingido o melhor índice de Desenvolvimento Municipal (IFDM), entre as capitais do Brasil. A cidade foi líder nos últimos três levantamentos do Ideb, além de ser referência nacional de qualidade na educação. (www. salamundo.com.br).

Serviço
Sala Mundo Curitiba 2011 – Encontro Internacional de Educação
Data: 17 e 18 de agosto
Local: Teatro Positivo – Grande Auditório – Universidade Positivo
Endereço: Av. Pedro Viriato Parigot de Souza, 5.300, Curitiba- PR
Informações e Inscrições:www.salamundo.com.br
Realização: Prefeitura de Curitiba e Grupo Positivo


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*