Em nota, governo defende permanência do ministro dos Transportes | Fábio Campana

Em nota, governo defende permanência do ministro dos Transportes

Em nota oficial, divulgada pela Secretaria de Imprensa da Presidência da República, o governo alega que o ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento é o responsável pelo processo de apuração das denúncias contra o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), que culminaram com o afastamento de membros da cúpula do órgão e portanto, apoia a permanência do ministro.

A manifestação da Presidência diverge da reação de aliados, que consideram insustentável a permanência do ministro no cargo, depois das acusações de corrupção no DNIT publicadas neste fim de semana pela revista Veja.


7 comentários

  1. Kacetada
    segunda-feira, 4 de julho de 2011 – 16:50 hs

    Em se tratando de um governo do PT + PMDB + PR et caterva, alguém poderia me dizer que motivação haveria pra afastar bandidos do governo?

  2. CAÇADOR DE PETISTAS
    segunda-feira, 4 de julho de 2011 – 19:16 hs

    NUNCA ANTES NESTE PAIS, UM PARTIDO TEVE TANTOS QUADRILHEIROS.
    QUE VERGONHA DONA DILMA.

  3. SOLANGE LOPES
    segunda-feira, 4 de julho de 2011 – 21:33 hs

    Este governo do PT + PMDB está roubando mais que o Ali Babá, só que com uma diferença. O bando do Alí tinha somente 40 ladrões.

  4. Flavius
    segunda-feira, 4 de julho de 2011 – 21:42 hs

    A permanência de Palocci também era defendida pelo Governo. O PR do Giacobo está trabalhando nisso…

  5. Ocimar
    terça-feira, 5 de julho de 2011 – 1:04 hs

    NESTE PAÍS VALE A PENA SER LADRÃO.

  6. triste
    terça-feira, 5 de julho de 2011 – 8:41 hs

    E o Deputado Giacobo paraticipava de tudo isso tbem? Para quem estava falido e hoje da as cartas deve ter manipulados muito no ministério.

  7. Ernesto
    terça-feira, 5 de julho de 2011 – 10:24 hs

    Eu li uma noticia que me deixou estarrecido, a privatização da ferrovia por FHC já está dando um prejuízo de 40 bilhões pro contribuinte, por não cumprimento dos contratos frouxos feitos pelos privatistas. Não era p/ desonerar o estado?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*