Deputado tem transtorno "obsessivo copiativo" | Fábio Campana

Deputado tem transtorno “obsessivo copiativo”

Nem o pessoal das notas taquigráficas da Assembleia aguenta mais os discursos do deputado Tadeu Veneri (PT) a respeito das supostas irregularidades dos contratos de fotocópias do governo do Estado.

“Cada discurso é uma Xerox do outro. O deputado dá sinais de grave ‘transtorno obsessivo copiativo’”, comentava brincando ontem uma jornalista entediada depois de ouvir pela décima quinta vez o deputado Veneri fazer um discurso em tom apocalíptico sobre o assunto. “Aqui no Centro Cívico tem o Zé da Bíblia e o Tadeu da Xerox”, comentava outra.

Um jornalista que tem noções de psicanálise sugeriu que o deputado estaria vivenciado um “complexo de culpa”. Isso porque apoiou, durante 8 anos o governo Requião que, inequívocamente, praticou irregularidades nos contratos de fotocópias.

Pagava muito acima do preço de mercado e mantinha uma espécie de franquia em que o governo pagava por 8,5 milhões de cópias, mas usava apenas 6 milhões. Em lugar de investigar esse escândalo evidente o deputado petista procura chifre em cabeça de cavalo.


9 comentários

  1. Revoltado
    quarta-feira, 13 de julho de 2011 – 18:06 hs

    Todos os Deputados deveriam fiscalizar pois ganham para isso!
    Faz bem o nobre deputado em denunciar pois quem conhece do ramo sabe queo custo de um xerox não chega a R$ 0,04 e é possivel ganhar muito dinheiro cobrando R$ 0,06 por cópia.

  2. Vanessa
    quarta-feira, 13 de julho de 2011 – 18:14 hs

    Nesta terra onde é proibido fazer oposição ao Beto Richa, questionar contratos sem licitação é procurar chifre em cabeça de cavalo? Que bom seria se mais deputados procurassem tais “chifres”, pois ainda há de ter muita coisa errada por baixo dos panos.

  3. Geraldo Heinz
    quarta-feira, 13 de julho de 2011 – 18:32 hs

    Se fizer um concurso para eleger o maior “mala” do Centro Civico o Tadeu ganha fácil. O Zé da Bíblia não dá nem para a largada.

  4. OSSOBUCO
    quarta-feira, 13 de julho de 2011 – 19:07 hs

    Então como explicar que o fato de o Estado pagar R$ 0,11 por fotocópia monocromática o estado paga R$ 0,11 enquanto a ALEP paga R$ 0,04 pelo mesmo serviço.
    Não precisa? Eu acho que precisa sim!

  5. Vanessa de Souza Fontana
    quarta-feira, 13 de julho de 2011 – 22:47 hs

    O Deputado Tadeu Veneri, está coberto de razão. O trabalho do legisltativo é fiscalizar o Executivo. Quantas políticas públicas poderiam ser realizadas com esses recursos? Então, deixem o parlamentar trabalhar… O PT é ótimo na oposição, agora o PSDB é uma brincadeira.

  6. Eduardo
    quinta-feira, 14 de julho de 2011 – 9:16 hs

    E o jornalista Fabio Campanha tem transtorno obsessivo pelos deputados do PT.

  7. SYLVIO SEBASTIANI
    quinta-feira, 14 de julho de 2011 – 10:53 hs

    Eu defendi o deputado Tadeu Veneri por muitos anos. Até com elogios.Mas tenho dois Fatos importantes que ele não zelou, não cuidou, não teve nem a delizadeza de avisar, porque não fez: 1º Quando a Assembléia Legislativa, baixou um Ato “efetivando” 607 servidores em 2006, eu pedi para ele fazer um Requerimento solicitando, quando foi feito concurso público, o numero do edital, quais foram aprovados e outras perguntas mais.Até HOJE a Assembléia Não respondeu e ele está quieto, não falou nada nestes 4 anos. 2º Entreguei em mãos a ele documentos sobre a diferença salarial existentes entre a Assembléia e o Tribunal de Contas, ele NADA fez.Agora que pretende ser candidato a Prefeito está fazendo essa querrinha?
    Deputado Tadeu Veneti, a nossa decepção com o Senhor é grande.

  8. Josué Machado Costa
    quinta-feira, 14 de julho de 2011 – 14:10 hs

    O certo é ser conivente com as falcatruas do atual governo? E o senador Alvaro Dias que nem discurso tem? Por favor gente!!!

  9. Deutsch
    quinta-feira, 14 de julho de 2011 – 21:09 hs

    Engraçado os comentários acima.Nenhum deles se refere ao passado convenientemente “esquecido” pelo Veneri. A maioria deve ser eleitor do pt.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*