Chapa de Rocha Loures não para de perder votos | Fábio Campana

Chapa de Rocha Loures não para de perder votos

As previsões iniciais se confirmam e as baixas na chapa da situação nas eleições da FIEP não param. Em menos de uma semana de campanha, a turma de Rocha Loures faz apenas contas de subtração.

Vejamos: logo no início do processo eleitoral a situação dizia ter o apoio de 95 dos 99 sindicatos. Dois dias depois a chapa foi registrada com o anúncio do apoio de 65 dos sindicatos. Agora a contabilidade da situação aponta 52 votos, só três a mais do que o necessário para a vitória.

Detalhe, o novo número foi divulgado pelo próprio candidato Edson Campagnolo em entrevista ao jornal O Diário de Maringá, nesta quinta-feira. Ou seja, a situação que antes cantava nadar de braçada vê cada vez menor a diferença para a chapa da oposição, liderada por Ricardo Barros.

Por essas e outras voltamos a repetir a máxima: eleição só depois da apuração.


3 comentários

  1. Maria Celeste
    quinta-feira, 14 de julho de 2011 – 18:48 hs

    Pelo jeito vai ser chapa unica, o Rocha Loures vai jogar a toalha!
    aguarde e veràs!

  2. Jorginho
    quinta-feira, 14 de julho de 2011 – 23:52 hs

    pessoal calma, tudo sera resolvido dia 3 de agosto, Campagnolo na frente , pois os industriais querem mesmo serem independentes, voto a voto a Fiep e formado de Industrias

  3. Anônimo
    sexta-feira, 15 de julho de 2011 – 12:04 hs

    Basta contar os votos nas chapas para saber que Barros já perdeu. Nome é destino.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*