Campanha da RPC homenageia o Rappa | Fábio Campana

Campanha da RPC homenageia o Rappa

A campanha da RPC “Paz sem voz é medo” inspirou-se em música de Marcelo Yuka, do Rappa, banda de reggae nativo. Para quem lê toda a letra da música percebe que há dissonâncias entre o sentido da campanha e a composição de Marcelo Yuka. Mas os publicitários apostam que ela vai comunicar e fará sucesso.

Minha Alma (A Paz Que Eu Nao Quero)
O Rappa
Composição: Marcelo Yuka

A minha alma tá armada e apontada
Para cara do sossego!
(Sêgo! Sêgo! Sêgo! Sêgo!)
Pois paz sem voz, paz sem voz
Não é paz, é medo!

(Medo! Medo! Medo! Medo!)

No Leia Mais, o restante da letra

As vezes eu falo com a vida,
As vezes é ela quem diz:

“Qual a paz que eu não quero conservar,
Prá tentar ser feliz?”

As grades do condomínio
São prá trazer proteção
Mas também trazem a dúvida
Se é você que tá nessa prisão

Me abrace e me dê um beijo,
Faça um filho comigo!
Mas não me deixe sentar na poltrona
No dia de domingo, domingo!

Procurando novas drogas de aluguel
Neste vídeo coagido…
É pela paz que eu não quero seguir admitindo

É pela paz que eu não quero seguir
É pela paz que eu não quero seguir
É pela paz que eu não quero seguir admitindo


8 comentários

  1. Joubert
    terça-feira, 26 de julho de 2011 – 10:36 hs

    Entendi a sacada da RPC. O sujeito vem te assaltar e você grita:
    – Paz sem voz é medo!
    O meliante fica perplexo com a baboseira, tenta entender que merda quer dizer isso, e o você aproveita para se periquitar em desabalada carreira.
    Coisa de gênio essa campanha.

  2. Rock
    terça-feira, 26 de julho de 2011 – 10:45 hs

    Estranhas essas campanhas da RPC! Não vejo eficiência. Como aquela “transito respeito ou morte”. Adiantou alguma coisa?

  3. verdugo
    terça-feira, 26 de julho de 2011 – 11:43 hs

    são apenas jogadas para a torcida. campanhas sem a menor consistência, só para dar um ar de “responsabilidade social” ao grpcom. uma campanha bem feita para o trânsito ou segurança pública, deve ser PERMANENTE.

  4. PAULISTA DA PAZ
    terça-feira, 26 de julho de 2011 – 11:54 hs

    Fique calado e prove da morte Joubert. A RPC está tentando dizer para denunciarmos, todos, até mesmo nosso parentes e amigos

  5. blue
    terça-feira, 26 de julho de 2011 – 12:59 hs

    Engraçado, a RPC dá muito direito de voz ao povo né?

    A RPC é tão competente que ela ensina como pensar e o que pensar. Dá tudo mastigadinho pro povão digerir mais fácil.

    Isso que é mãe!

  6. Eva
    terça-feira, 26 de julho de 2011 – 13:43 hs

    De cara, achei essa campanha ridícula.Esses caras não entendem nada de segurança e não convidam alguém que entenda para os ajudar. Se acham os auto suficientes e fazem essas cacas que somos obrigados a ver…Me poupem!!! Se querem fazer algo,o que acho super válido que façam bem feito. Pô!!!

  7. FERNANDO
    sexta-feira, 26 de agosto de 2011 – 12:22 hs

    Essa campanha é mais uma que a totalmente despreparada RPC faz para desesperadamente conseguir algum troféu no final do ano como “bla bla bla reportagem do ano”. Além de essa campanha ser mal feita, aquela mulher (que mentiram pra ela que ela é apresentadora e ela acreditou) é extremamente insuportável.

  8. Andre
    sábado, 27 de agosto de 2011 – 19:27 hs

    Concordo com o Joubert, pois até agora nao entendi o que a RPC quer dizer com este tema. Se o tema nao faz sentido, como é que a campanha será? A tentativa é boa, mas para uma emissora que tem tanta abrangencia no estado, era de se esperar um campanha mais bem formulada. Boa tentativa, péssima execucao…

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*