Barros é contra política partidária na FIEP | Fábio Campana

Barros é contra política partidária na FIEP

Quando foi candidato ao Senado, Barros pediu licença do cargo de vice-presidente da Federação. “Fiquei os quatro meses da campanha sem pisar na Federação”, afirma. “A FIEP deve tratar de temas políticos diariamente. Mas a política partidária não deve existir”, acrescenta.

O fim da prática de política partidária dentro da Federação das Indústrias do Estado do Paraná (FIEP) é umas das principais bandeiras de Ricardo Barros, na disputa da presidência da entidade.

Em todos os encontros com as diretorias dos sindicatos e industriais, Barros defende a atuação política da FIEP pelo desenvolvimento e aumento da competitividade do setor, mas rechaça a ideia da utilização da força da Federação para apoiar ou lançar candidatos. “A FIEP tem que ser neutra como são as outras Federações aqui no Paraná”, afirma o candidato da chapa Nova FIEP.


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*