Amiga de Gleisi e Bernardo atua como lobista no Dnit | Fábio Campana

Amiga de Gleisi e Bernardo atua como lobista no Dnit

da Folha de S. Paulo

Amiga do casal de ministros petistas Paulo Bernardo (Comunicações) e Gleisi Hoffmann (Casa Civil), a consultora Teresinha Nerone atuou no governo para obter apoio do Ministério dos Transportes à construção do anel viário de Maringá (PR), informa reportagem de Rubens Valente publicada na Folha deste domingo.

A obra é investigada pelo TCU (Tribunal de Contas da União), que aponta sobrepreço de R$ 10,5 milhões nos pagamentos do Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes). A empresa de Teresinha é contratada desde 2008 pela Prefeitura de Maringá para “assessoramento na montagem e acompanhamento de processos para a captação de recursos”.

Teresinha tem uma antiga e estreita relação com o casal de ministros. Em outubro de 2009, postou em sua página no microblog Twitter que estava “na praia, tomando vinho” com Gleisi e Paulo Bernardo. Questionado sobre isso, Bernardo respondeu: “Isso não é da sua conta”.

Os ministros negaram, por meio de suas assessorias, terem tratado com a consultora sobre a liberação de recursos para a obra do anel viário de Maringá (PR). Ambos reconheceram a amizade com Teresinha, mas negaram saber que ela faça lobby em Brasília.

Sobre o financiamento do BID, Bernardo disse que também não conversou com ela e que a operação foi legal. “A tramitação pelo [Ministério do] Planejamento passou normalmente pela área técnica, que analisa projetos de empréstimos internacionais. Isso é praxe.”

O diretor-geral do Dnit, Luiz Antonio Pagot, atualmente de férias do cargo, afirmou no início do mês que “cumpria ordens do Planejamento”, chefiado por Bernardo no governo Lula, e que Gleisi era quem acompanhava as obras no Paraná. Na semana passada, em depoimento ao Senado, ele voltou atrás e negou ter feito ameaças aos petistas.


19 comentários

  1. Piri-piri
    domingo, 24 de julho de 2011 – 12:40 hs

    tem muito gato neste balaio.

  2. Juca bala
    domingo, 24 de julho de 2011 – 13:37 hs

    Sangussssuuugassss do Asfalto!!!

  3. Kacetada
    domingo, 24 de julho de 2011 – 13:58 hs

    Alguem poderia me dizer por que essas coisas não vieram à tona antes das eleições, o que poderia ter evitado a eleição dessa senhora….

  4. MARCIO LIMA
    domingo, 24 de julho de 2011 – 14:22 hs

    NEM SEI PORQUE DA CRITICA

    AFINAL A ” TEREZINHA ” PRESTOU MUITOS SERVIÇOS
    PARA MARINGA E PARANÁ.

    99% DAS CASAS CONSTRUÍDAS TEM A MARCA DE
    SUA COMPETENTE CONSULTORIA.

    E TUDO ISTO POR MEROS 5% 6% DO VALOR

    É JUSTO NÃO???
    AFINAL, EXPERIÊNCIA TEM Q VALER ALGUMA COISA

    NÉ…………………

  5. Ita-mar
    domingo, 24 de julho de 2011 – 15:11 hs

    Tem muito mais, mas muito mais, coelho neste mato e o pessoal aí tá junto…

  6. tony
    domingo, 24 de julho de 2011 – 16:01 hs

    Se formos puxar a lista de amigos e amigas dos ministros, vamos ficar de cabelo em pé, é gente de tudo quanto é tipo, das melhores possíveis, até lobistas da pior estirpe. Infelizmente não somos culpados pelas amizades suspeitadas dos nossos ministros e ministras. Mas eles são. Tony

  7. Dizao
    domingo, 24 de julho de 2011 – 16:55 hs

    Só gente boa

  8. Kalunga
    domingo, 24 de julho de 2011 – 17:10 hs

    Se a Dilma fizer a limpeza que se faz necessaria nos Ministérios, vai acabar ficando sozinha.

  9. Orelha em Pé
    domingo, 24 de julho de 2011 – 17:37 hs

    Nossa a Dilma tá ferrada vai estourar mais duas bombas em seu Ministério,do casal com certeza esta nessa jogada .
    Bem que o Requião tinha Razão no Super Faturamento.
    Vamos aguardar os desfechos que mt mais vem por ai .
    o Povo tem que gritar dsta xxxxxxxxxxxxxx

  10. CAÇADOR DE PETISTAS
    domingo, 24 de julho de 2011 – 17:43 hs

    Até quando Srs, até quando?
    Chega de corrupão
    Impeachment de Dilma já.

  11. José Diniz
    domingo, 24 de julho de 2011 – 17:44 hs

    A conta é simples. É só acertar um, que caem os dois…

  12. Osiris Duarte de Curityba
    segunda-feira, 25 de julho de 2011 – 6:34 hs

    Esta coisa, é como aquela outra coisa, quanto mais mexe mais fede … argh …

  13. Ladislau
    segunda-feira, 25 de julho de 2011 – 10:38 hs

    Tem muuuuuito mais!! Está tudo vindo à público, aos poucos…os “amigos” garantem vida longa às histórias na imprensa.

  14. David
    segunda-feira, 25 de julho de 2011 – 11:41 hs

    Gente o Ministerio so vai sobra o Tiririca eo Romario
    ta loco ate cego acerta quem tem Treta aiii é so joga o dardo….

  15. CHORA TUCANO
    segunda-feira, 25 de julho de 2011 – 12:00 hs

    GLEISI GOVERNADORA EM 2014, CHORA PANGARÉS!

  16. jose luiz leite
    segunda-feira, 25 de julho de 2011 – 12:01 hs

    Puxa!! Será que não dá pra salvar nenhum político neste país. Elege-se gente nova para ver se a coisa muda., mas que nada! tudo continua igual.
    Agora, entendo, porque o sr Paulo Bernardo, deu uma declaração dizendo que é impossível evitar corrupção no Ministério do Trabalho, já que o orçamento desse Ministério é alto.Achei um absurdo essa declaração. Quer dizer então que o roubo é previsto, já está institucionalizado? ou a declaração foi para defender os atos dele e da esposa?
    Grande Requião, quando atacou o Paulo Bernardo, acharam que é porque ele fala demais. Mas ele é que estava e está certo. Quando fala algo, sabe o que está falando.

    Prof. José Luiz

  17. CAÇADOR DE PETISTAS
    segunda-feira, 25 de julho de 2011 – 12:10 hs

    CHEGA DE CORRUPÇÃO.
    IMPEACHMENT DO DILMÃO.

  18. Ernesto
    segunda-feira, 25 de julho de 2011 – 12:31 hs

    Engraçado, quando é tucano os caras tem cara de pau e a imprensa não vai em cima.
    Quando o lobista tucano: Alckmin diz que cunhado não é parente Pode?

    Grampo mostra que empresário pediu ajuda do cunhado de Alckmin em licitação.Escuta telefônica pegou um empresário da indústria química pedindo ao ex-secretário de Finanças do município de Pindamonhangaba Silvio Serrano que marcasse encontro com o cunhado do governador Geraldo Alckmin (PSDB), Paulo César Ribeiro, o Paulão, para interceder em licitação do Metrô. O empresário fala em “comissão boa”.

    Alvo do Ministério Público, que o investiga por suposto tráfico de influência, corrupção e comando de cartel da merenda escolar, Paulão é irmão de Lu Alckmin, mulher do governador.

  19. mauricio
    segunda-feira, 25 de julho de 2011 – 13:42 hs

    A muito tempo eu venho pedindo a branca de neve que explique a origem dos recursos da sua campanha. o DNA ja apareceu em Maringá.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*