80 servidores da Assembleia continuam sem trabalho | Fábio Campana

80 servidores da Assembleia continuam sem trabalho


da Joice Hasselmann

Os servidores sem função da Assembleia Legislativa do Paraná têm até hoje para pedir transferência para uma secretaria do governo do Estado. São 180 funcionários que estão sem trabalho na Assembleia. Segundo o presidente Valdir Rossoni, cerca de 70 permanecem sem ter o que fazer. Caso eles não encontrem um serviço, serão mandados para casa e terão salários cortados. A lista completa de quantos servidores foram cedidos para alguma secretaria será divulgada amanhã.


8 comentários

  1. Pedrão
    segunda-feira, 11 de julho de 2011 – 18:09 hs

    Manda estas ” coisas ” pro SINE !!

  2. Borduna
    segunda-feira, 11 de julho de 2011 – 19:05 hs

    Tudo como dantes no quartel de Abrantes. Nunca trabalharam e continuam a não trabalhar…

  3. Maria Celeste
    segunda-feira, 11 de julho de 2011 – 19:08 hs

    Mande esse pessoal para o DER, para capinar as rodovias, estão precisando de funcionarios, ou então para o IML!

  4. A A CASAGRANDE
    segunda-feira, 11 de julho de 2011 – 19:19 hs

    e os que obtaram por trabalhar em outros orgãos não estão recebendo o que é de direito.quem engana quem nesta hora???
    a direção da assembleia prometeu pagar todos os direitos que os funcionarios teriam quando fossem trabalhar em outros orgão muitos optaram por trabalhar porem a tres meses não recebem nada e quando questionam na assembleia o não recebimento são destratados pelos que la estão. este é um dos grandes motivos porque os outros funcionarios ainda estão vagando.resumindo a atual direção da assembleia não cumpriu o que prometeu.volto a perguntar quem engana quem???

  5. OSSOBUCO
    segunda-feira, 11 de julho de 2011 – 19:44 hs

    O Fürher vai dar com os burros n’água!

  6. segunda-feira, 11 de julho de 2011 – 19:47 hs

    BEM COMO OS 53 DEPUTADOS QUE ESPORADICAMENTETOMAM CAFEZINHO NO MESMO ENDEREÇO

  7. Palhaço
    segunda-feira, 11 de julho de 2011 – 21:58 hs

    Quanto estes “não servidores publicos” ganham para ficar em casa ?
    Se não servem ao público…como podem ser enquadrados na categoria ?
    Se não servem devem ser excluidos, sob pena de responsabilização, ou não ?
    Já é dificil encontrar um servidor público que entenda que a sua função é servir ao povo e não dele se servir…
    Até quando ?
    Saúde, Segurança, Ensino…temos que contratar na rede privada, pois grande parte dos recursos de nossa elevada carga tributária são consumidos no pagamento de quem não nos presta serviços públicos e só lembra de nós para nos penalizar nas greves por aumento de salário e mais “direitos adquiridos” licenças prêmio…etc.
    BLARGH !!!!

  8. Politiquinha
    terça-feira, 12 de julho de 2011 – 9:07 hs

    Podiam divulgar os nomes que pediram licença tbm, né fabio

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*