Tiririca estreia no Congresso com projeto 'bolsa alfabetização' | Fábio Campana

Tiririca estreia no Congresso com projeto ‘bolsa alfabetização’

FLÁVIA FOREQUE da Folha.com

Mais de quatro meses após tomar posse, o deputado federal mais votado do Brasil fez enfim sua estreia no Congresso. Na última terça-feira, assessores de Tiririca (PR-SP) entregaram ao plenário da Casa os primeiros projetos de lei de autoria do humorista.

Uma das propostas prevê a criação de uma “bolsa alfabetização” para adultos que concluírem curso para aprender a ler e escrever. O projeto fixa o valor mínimo de R$ 545 para o benefício.

O palhaço teve a diplomação para o cargo ameaçada após suspeita de ter falsificado declaração em que afirmou ser alfabetizado. Ele aceitou fazer um teste para comprovar que sabe ler e escrever e foi absolvido pela Justiça Eleitoral.

No texto da proposta, Tiririca justificou que o benefício tem a “finalidade de estimular o aprendizado da leitura e da escrita, de forma a qualificar e assegurar ao cidadão o pleno acesso e a utilização da informação”.

Em contrapartida, é exigido período mínimo de seis meses de aula, com ao menos 85% de frequência.

Os outros dois projetos de Tiririca tratam da criação de vale-livro para alunos da rede pública e de serviços de assistência social para profissionais do circo.

Segundo dados oficiais, 113 deputados não apresentaram nenhum projeto de lei neste primeiro ano da legislatura. Esse grupo, no entanto, inclui aqueles que já se afastaram para assumir um cargo no Executivo e seus suplentes na Casa.

O deputado não quis comentar suas propostas.

Desde que iniciou o mandato, Tiririca tem mantido uma atuação discreta na Câmara. Até agora, não fez nenhum discurso na tribuna nem relatou propostas de outro deputado.

Na Comissão de Educação e Cultura da Casa, única em que o humorista é titular, colegas afirmam que ele nunca pediu a palavra.

“Ele não tem perdido nenhuma reunião. É assíduo, mas tem um perfil discreto”, afirma a deputada Fátima Bezerra (PT-RN), presidente da comissão.


13 comentários

  1. makro
    terça-feira, 14 de junho de 2011 – 18:44 hs

    O primeiro a receber essa BOLSA ALFABETIZAÇÃO deveria ser ele, na época da ditadura militar tinha o MOBRAL que alfabetizou milhares de pessoas e sem dar bolsa alguma, então vamos reativar o MOBRAL E COM O DINHEIRO DA BOLSA ALBETIZAÇÃO VAMOS AUMENTAR O SALÁRIO DOS PROFESSORES.

  2. antonio carlos
    terça-feira, 14 de junho de 2011 – 19:12 hs

    Sobre analfabetismo o deputado está bem por dentro, até hoje ninguém sabe se ele é ou não alfabetizado. Será que foi ele mesmo que assinou o projeto? Tony

  3. Dizao
    terça-feira, 14 de junho de 2011 – 19:16 hs

    è pra cabá.

  4. BORDUNA
    terça-feira, 14 de junho de 2011 – 19:19 hs

    É um projeto imbecil, vindo de um……..

  5. Aninha
    terça-feira, 14 de junho de 2011 – 20:33 hs

    ESTUDAR?

    Ronaldinho Gaúcho : R$ 1.400.000,00 por mês. – “Homenageado na Academia Brasileira de Letras”…mas, quê letras…???

    Tiririca : R$ 36.000,00 por mês, fora os auxílios e mordomias; –

    “Membro da Comissão de Educação e Cultura do Congresso”…

    Piso Nacional dos professores: R$ 1.187,00…

    Moral da História:

    Os professores ganham pouco, porque só servem para nos ensinar coisas inúteis como: ler, escrever e pensar.

    Sugestão:

    Mudar a grade curricular das escolas, que passaria a ter as seguintes matérias:

    – Educação Física:

    Futebol

    – Música:

    Sertaneja

    Pagode

    Axé

    – História:

    Grandes Personagens da Corrupção Brasileira

    Biografia dos Heróis do Big Brother

    Evolução do Pensamento das “Celebridades”

    – Matemática:

    Multiplicação Fraudulenta do Dinheiro de Campanha

    Cálculo Percentual de Comissões e Propinas

    – Português e Literatura :

    …??????????? Para quê… ????????????????

    – Biologia, Física e Química :

    Excluídas por excesso de complexidade

    Quem quer ser professor hj em dia???

  6. OSSOBUCO
    terça-feira, 14 de junho de 2011 – 22:52 hs

    MOBRAL foi uma M.erda que nunca funcionou, ó criatura!

  7. quarta-feira, 15 de junho de 2011 – 0:01 hs

    É necessário avisar o Tiririca que o dinheiro não sai do Congresso e sim do nosso bolso. Chega de inventar! Embora sabemos que nos governos anteriores era quase deste jeito, mas 8 anos se passaram e nada mudou! Tudo como antes! Porque nâo vêm as situações das estradas brasileiras, das escolas e do ensino que deixa a desejar? E a saúde, uma vergonha! Em pleno 3º milênio ainda vemos pessoas apodrecendo nos corredores de hospitais. E os juros, que tanto foi debatido pelo ex-presidente na campanha que culminou com a sua primeira gestão? E a segurança pública, hoje o ladrão vai à casa da vítima e obriga-o ir ao banco para sacar suas economias! Nós pagamos impostos para tudo. Mas se quizermos estradas, temos que pagar pedágio, se quizermos segurança temos que colocarmos cerca eletrica, câmeras de vídeos, guardas etc e não resolve nada, se quizermos saúde temos que pagarmos um plano, etc, etc e etc. Ou seja pagamos tudo em duplicidade! Governo, apenas para cobrar impostos!

  8. Pk
    quarta-feira, 15 de junho de 2011 – 10:03 hs

    Mobral hoje é: EJA, CEBEJA e outros que inventam em prol de quem ainda anda perdido; com esforço de professores recorrendo em sorteios de presentes, rifas, para que esses compareçam as aulas e recebam no fim do mes R$120,00 em media de ajuda de custo para cada aluno. Com mais esse vai aumentar o interesse do aprendizado.

  9. R.
    quarta-feira, 15 de junho de 2011 – 10:24 hs

    Mais um legislando em causa própria…

  10. Circo
    quarta-feira, 15 de junho de 2011 – 14:11 hs

    Mas esperar o que dele???

    Tá certo……foi lá para fazer palhaçada e já começou com chave de ouro!!!!!!!!!!!!

  11. NORTE DO PARANA
    quarta-feira, 15 de junho de 2011 – 14:15 hs

    PELAS ULTIMAS DO MEC, ELE DEVERIA SER MINISTRO.

  12. CAÇADOR DE PETISTAS
    quarta-feira, 15 de junho de 2011 – 15:24 hs

    O primeiro a ser contemplado com a tal bolsa é Lula da Silva que precisa úrgentemente ser alfabetizado.

  13. Adailton j. Oliveira
    quarta-feira, 6 de julho de 2011 – 17:01 hs

    Não votei no Tiririca e nem quero defendê-lo. Pelo menos está tentando fazer alguma coisa. Deixe-o fazer seu trabalho. Se Ele não não consegui, então que seja deposto do cargo. Espero que as milhares de pessoas que votaram nele, fiscalize seu trabalho e exija resultados satisfátórios.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*