Queda de Luiz Sérgio é por causa da empáfia do PT, diz Bueno | Fábio Campana

Queda de Luiz Sérgio é por causa da empáfia do PT, diz Bueno

O líder do PPS na Câmara, deputado federal Rubens Bueno (PR), afirmou nesta quinta-feira (09) que a saída de Luiz Sérgio do Ministério das Relações Institucionais é resultado da empáfia do governo Dilma com aliados e oposição. Na avaliação do parlamentar, a crise que derrubou o ministro da Casa Civil, Antonio Palocci, expôs ao público a relação tumultuada entre o Planalto e o Congresso, algo que já vinha ocorrendo há meses.

“A saída de Luiz Sérgio foi provocada pela empáfia do governo. A primeira crise (das denúncias contra Palocci) já provocou um desmonte na articulação política do Planalto e mostrou que a equipe de Dilma foi montada sem que se levasse em conta a busca de uma sustentação duradoura no Congresso”, afirmou o deputado.


Para o deputado, a tentativa do governo de manipular o Legislativo não deu certo. “Não é possível se governar o país sustentado apenas em um projeto de poder. Quem sabe agora o PT aprenda a se articular melhor e respeitar a diversidade de pensamento e de posições existente no Parlamento”, finalizou o líder do PPS.


5 comentários

  1. anonimo
    quinta-feira, 9 de junho de 2011 – 18:35 hs

    Esse só fala…fala……..nunca fez nada, depois que foi prefeito de Campo Mourão, só na moleza…………..

  2. Magico
    quinta-feira, 9 de junho de 2011 – 22:44 hs

    Blá, blá,blá….

  3. P da vida
    sexta-feira, 10 de junho de 2011 – 9:54 hs

    para um cara que vivia de fundo partidário e da venda de apoios nas eleições até que o figura ai quer botar banca……………..

  4. Alaor
    sexta-feira, 10 de junho de 2011 – 15:25 hs

    È o politico mais honesto, justo, correto, religioso, competente, educado, integro, gastaria todas as palavras de elogios do nosso dicionário e não conseguiria satisfazer todos os elogios que ele merece. PARABENS MEU POVO VOTEM SEMPRE ASSIM…………………………………………………………………………

  5. EDUCAÇÃO
    sexta-feira, 10 de junho de 2011 – 15:57 hs

    MAIS UM.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*