Prefeito de Morretes cai no conto do vigário | Fábio Campana

Prefeito de Morretes cai no conto do vigário

Do Aroldo Murá

Ou melhor, no conto do deputado, ou no conto do crédito telefônico. André Vargas: o nome dele em vão

Guardado a sete chaves, o episódio, no mínimo hilariante, que envolveu o prefeito de Morretes, Amilton de Paula, começa a ser divulgado a boca pequena.

Aconteceu assim: a autoridade, numa manhã deste ainda junho, recebeu em seu gabinete um telefonema de celular, de alguém se identificando como “deputado André Vargas, do PT”. Dizendo-se encalhado, com seu carro apresentando defeitos, quilômetros antes da chegada de Morretes, o interlocutor pediu ao alcaide que providenciasse algumas centenas de reais em crédito telefônico, para que, então, ele pudesse acionar socorro.

O prefeito, prestimoso, e mais preocupado ainda em agradar ao suposto deputado – um dos condestáveis petistas do PT nacional -, tratou de atender rapidamente à ordem-pedido. Tal como fazem os acossados pelos bandidos, sob ameaça de terem familiares seus sequestrados, um dos golpes mais manjados que pululam pelo país.

Resumo: o prefeito está até hoje tentando contato com Vargas. Quem sabe, esperando o agradecimento pela “generosidade”. E que não virá, naturalmente…


9 comentários

  1. campo do tenente
    terça-feira, 28 de junho de 2011 – 11:31 hs

    aqui aconteceu igual a duas semanas atras ! e ainda com o mesmo nome do deputado André Vargas ! um comerciante do municipio foi o prejudicado com 1250 .00 reais, pois apos a ligação do suposto deputado a assessoria do prefeito ligou nesse comercio e autorizou a colocação do credito mais no dia seguinte apos constatar que foi um calote o prefeito caiu fora e quem levou ferro foi o comerciante ! liguem e confiram !

  2. Marina do PV
    terça-feira, 28 de junho de 2011 – 11:44 hs

    Que que é isso ??

  3. Anônimo
    terça-feira, 28 de junho de 2011 – 15:43 hs

    Até minha avó de 87 anos foi mais atenta: ao receber a ligação solicitando que depositasse R$800 de andiantamento de custas do levantamento de um seguro de vida do meu avô, para então receber R$20.000, disse ao interlocutor que descontasse os 800 e lhe desse apenas os 19.200 líquidos.

  4. Simplicio Figueira
    terça-feira, 28 de junho de 2011 – 15:53 hs

    Trouxa é igual capim. Tem em qualquer lugar.

  5. bibito
    terça-feira, 28 de junho de 2011 – 17:33 hs

    só falta os prefeitos amadores ai acima terem empenhado o crédito…rsrrssrrsr ai é o fim da picada……….

  6. sou eleitor em Morretes
    quarta-feira, 29 de junho de 2011 – 19:48 hs

    É este homem que administra morretes, kkkkkkkkk, inconpetente e sem noção nenhuma, onde já se viu um deputado fazer um pedido deste.

  7. João
    quinta-feira, 30 de junho de 2011 – 13:48 hs

    Tinha que ser do PT mesmo!!! kkkkk

  8. Eleitora Morretense
    sexta-feira, 12 de outubro de 2012 – 19:50 hs

    Ainda bem que não foi reeleito, para não fazer mais besteiras com o nosso dinheiro…

  9. Eleitora Morretense
    sexta-feira, 12 de outubro de 2012 – 19:52 hs

    Ainda bem que não foi reeleito, para não fazer mais besteiras e gastar o nosso dinheiro…

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*