Médicos decidem fazer descredenciamento em massa de planos de saúde | Fábio Campana

Médicos decidem fazer descredenciamento em massa de planos de saúde

Da CBN Curitiba

Depois de uma reunião entre representantes da Associação Médica do Paraná, do Conselho Regional de Medicina e do Sindicato dos Médicos do Paraná, na noite de terça-feira, os médicos decidiram fazer um descredenciamento em massa dos planos de saúde. O presidente do Simepar, Mario Antonio Ferrari, disse que os convênios atingidos vão sofrer com a perda de médicos de várias especialidades.


41 comentários

  1. Borduna
    quarta-feira, 29 de junho de 2011 – 16:19 hs

    Pago pra ver. Os médicos não aderem em massa. Os fura-greve prevalecem. Daqui 30 dias estão pedindo pros planos aceitá-los de volta…

  2. Flávius
    quarta-feira, 29 de junho de 2011 – 16:47 hs

    Uma pergunta: a UNIMED, cujos donos/sócios são os próprios médicos, está inclusa nesse pacote de descredenciamento ou ela paga bem aos profissionais?

  3. Leo
    quarta-feira, 29 de junho de 2011 – 16:48 hs

    Isso é brincadeira, ganham os senhores médicos 41 reais p/ consulta dos planos de saúde, que proporciona um salário de 16 mil reais mensais só de consultório. Como ficamos nós que pagamos uma fortuna para planos de saúde e somos tratados como pacientes de segunda classe. Primeiro os particulares, depois de vários dias podemos finalmente ser tratados em consultas rapidíssimas.

    É só no Brasil, que temos que pagar uma fortuna para termos nossos filhos em colégios particulares, outra fortuna para planos de saúde que não funcionam, não podemos sair de casa em razão da insegurança, e pela mídia somos infestados por futebol, paradas gays, copa de 2014 e olimpíada. Esse Brasil é uma África melhorada.

  4. Jose Roberto Ribeiro
    quarta-feira, 29 de junho de 2011 – 16:51 hs

    É ISSO AÍ! Pelo futuro da nossa profissão, médico é profissional de valor e não escravo, quem ganha com isso são os médicos e a população, pois o que interessa é uma relação médico-paciente de qualidade e sem atravessadores.

  5. Karina
    quarta-feira, 29 de junho de 2011 – 17:10 hs

    As operadoras podem cadastrar os médicos do times de futebol, que recebem milhões em patrocínio dessas operadoras gananciosas, que ao mesmo tempo exploram médicos sérios e seus clientes!

  6. Bianca
    quarta-feira, 29 de junho de 2011 – 18:38 hs

    16 mil reais de consultório ? Me diga como…

  7. DR. FRITZ
    quarta-feira, 29 de junho de 2011 – 18:47 hs

    Essas operadoras de saúde se transformaram em grandes grupos econômicos, cujo objetivo primeiro é o lucro, a exemplo do que são bancos e operadoras de telefonia, campeãs de reclamações perante a justiça.
    Contratam advogados picaretas, como aquela grande cooperativa, que postergam o pagamento de dívidas por anos na justiça, enquanto elas trabalham o dinheiro às custas do cliente enfermo.
    Já passou da hora dos médicos tomarem alguma providência, inclusive porque a ética médica é de prioridade à saúde do paciente e não à saúde do bolso.

  8. vanessa de souza fontana
    quarta-feira, 29 de junho de 2011 – 19:51 hs

    Embora eu já tenha sido afetada, pois o meu filho perdeu o pediatra que se descredenciou da AMIL. Eu apoio os médicos, pois as operadoras ganham muito e os médicos não são remunerados adequadamente. É uma profissional que exige boa formação e uma vida dedicada e eles merecem respeito por isso! Infelizmente, creio que essa É a única estratégia organizada que a classe médica pode dar as operadoras.

    Outra coisa, é o nosso país que joga as responsabilidades sociais das políticas públicas para a rede privada, na área, da educação, saúde….Esse é o nosso atual modelo de estado…

  9. Lulu
    quarta-feira, 29 de junho de 2011 – 21:48 hs

    Medicina deixou de ser vocação há muito tempo. Hoje só temos dinheiristas de plantão querendo ganhar fortunas à custa da miséria do povo.

  10. tony
    quarta-feira, 29 de junho de 2011 – 21:59 hs

    Até que dia os médicos vão manter os seus descredenciamentos? Assim não perco tempo telefonando para o consultório, e ouço que o dr X não é mais credenciado. Mas macheza de médico passa rapidinho, porque é só aparecer a fatura da BMW para pagar, que eles ficam bonzinhos na hora. Tony

  11. SAMURAI
    quinta-feira, 30 de junho de 2011 – 7:13 hs

    Se o médico chega a ganhar R$ 16.000,00 só de consultas, parabens
    por ter chegado a este ponto após tantos sacrifícios.
    O povo brasileiro é acomodado demais. Reclama, reclama e nada fa-
    zemos. Está na hora de parar com esta hipocrisia barata. Esta quantia
    está sendo gasta para estampar o nome das empresas (Unimed …) na
    camisa dos times de futebol brasileiro um custo milionário e o médico é o culpado !?

  12. Dizao
    quinta-feira, 30 de junho de 2011 – 8:04 hs

    Como comenta o sábio Odilon de Andrade de Ivaiporã ” Na briga do rochedo com o mar quem o sofre é o marisco” Os usuários “top top”

  13. tucano
    quinta-feira, 30 de junho de 2011 – 9:07 hs

    Esta certo.
    Se todas as classes fossem assim, resolvessem se mobilizar, com certeza este tipo de sacanagem diminuiriria.
    A população deve apoiar a manifestação e reclamar MUITO diante dos planos de saúde, assim se resolve o problema.

  14. Silvio Tozzo
    quinta-feira, 30 de junho de 2011 – 16:27 hs

    Em síntese, de um lado empresas gananciosas e de outro médicos mercenários – e quem paga a conta desses malandros ???

    A verdade é uma só, sem os planos de saúde os médicos não sobrevivem ou vão preferir a verba do SUS. Não existe ainda crédito ou empréstimo em bancos para o consumidor consultar na extorquida elite dos “particulares”.

    Convenhamos – 42 reais per capita está muito bem pago.

    Se aumentar vão repassar para os clientes das operadoras de saúde. Uma vergonha.

  15. Sanepariano
    quinta-feira, 30 de junho de 2011 – 16:59 hs

    Alguem ja viu um veterinário consultando um “animal”, se nao viram, experimentem ir a uma clinica veterinaria e acompanhar uma consulta, depois peçam para ele qual o valor medio pago por uma consulta veterinária no Parana,
    Façam isso e tirem suas conclusões quanto a forma de atendimento e quanto ao valor ganho???

  16. Marcela
    quinta-feira, 30 de junho de 2011 – 17:16 hs

    Cliente – Alo é do consultorio da Dra. Bianca, eu queria marcar uma consulta.

    Recepcionista – Se for particular venha agora, se for plano talvez eu encaixe uma rapidinha para Dezembro.

    ………………………………………………………………………………………………
    + de 16 mil por mês e ainda querem mais – para tratar clientes de planos como atendimento de caridade.

    Médicos – Tomem vergonha na cara.

  17. Dr Alexandre
    quinta-feira, 30 de junho de 2011 – 20:47 hs

    Quanto à unimed Curitiba o problema é complicado. Ela é a nossa cooperativa que acaba nos explorando. Por que isso acontece : o custo da medicina é muito alto. Pensem : idosos aumentando , direito garantido pela ANS a tratamentos caríssimos, etc … O aumento que tiveram nas mensalidades é muito inferior ao aumento dos custos da unimed. Na verdade o brasileiro ainda não tem dinheiro pra pagar a medicina moderna e tecnológica que salva vidas, faz dianósticos precoces, cirurgias microinvasivas, que obviamente queremos ter. O peso acabou caindo sobre o valor dos honorários. Além disso a atual diretoria está apática e não nos presta nenhum esclarecimento. Sinceramente não sei o que irá acontecer com a nossa cooperativa, pois não podemos siplesmente nos descredenciar, uma vez que somos proprietários da mesma. Acredito que o atendimento à unimed continuará normal.
    Espero ter contribuído. Minha intenção e esclarecer para que julgamentos errados sejam feitos e que possamos contar com apoio da população que, sim, talvez possa pagar mais caro, porém terá medicina de verdade.

  18. luis antonio panucci
    segunda-feira, 4 de julho de 2011 – 21:18 hs

    Como médico só posso dizer que atire a primeira pedra quem tem uma empresa e paga todos os impostos e não reclama. Para manter um consultório hoje em dia o custo é altíssimo. Se for para receber menos de 50 reais por consulta, o consultório fica inviável (lembrando que o governo ainda vai ficar com quase 30 % disso)
    A solução: fechar as portas ou descredenciamento.
    Do meu ponto de vista, plano de saúde deveria cobrir somente o alto custo (internações, UTI, cirurgias, exames como tomografia, etc..) e o usuário deveria pagar as consultas.
    Ficaria bom para todos os lados: médicos, operadoras e usuários pois poderia baratear o plano de saúde
    Quem paga plano de saúde pode pagar o valor da consulta.
    Agora, chamar de mercenário um médico que atende consulta a 30 reais, francamente. Assuma logo de uma vez que é dor de cotovelo, inveja ou seja lá como gosta de chamar.
    Acho que pelo bem de todos está na hora de uma grande mudança no rumo dessa história.

  19. DILERMANDO
    quarta-feira, 13 de julho de 2011 – 18:17 hs

    Sou médico e tenho o consultório cheio de pacientes UNIMED, procuro tratar com o máximo de dignidade todos os pacientes mas se fosse atender só UNIMED morreria de fome eu, minha esposa e filhos. A UNIMED paga 42,00 a consuta porém é o valor BRUTO ( sem descontos), tem estudos sérios publicados pela AMB- PR deste ano que mostram que o líquido considerando o que é descontado pelo IR, ISS, custos de secretária, IPTU, telefone, luz, água, etc a consulta fica em R$ 5,37 LÍQUIDO ( cinco reais e trinta e setecentavos, ah esqueci o paciente pode retornar em 30 dias sem que a consulta seja cobrada o que deixa este valor pela metade). Esta é a realidade meus amigos e tenho como provar porque convivo com UNIMED a mais de 10 anos. Se não tivesse outros ganhos ( particulares por exemplo) eu deixaria de ser médico, pois por mais que ame o que faço morreria de fome. A propósito para quem falou que o médico ganha 16.000 por mês, quem como eu vive de consultas e tem consultório lotado, se dependesse só da UNIMED atendendo 400 pacientes mês ( como faço) ganharia realmente no máximo R$ 2148,00 ( se nenhum paciente retornasse em menos de 30 dias senão o valor seria bem menor). A propósito tenho 3 especializações ( endocrinologia, clínica e densitometria) além de mestrado. Isto é digno ?

  20. M,Regina
    quinta-feira, 18 de agosto de 2011 – 11:05 hs

    Eu acho que os médicos tem que serem bem pagos, porque se dedicaram anos e anos estudando, se especializando, etc…Mas eles também tem que nos atender melhor , dá há impressão que estão nos fazendo algum favor.^Veja bem, funciona da seguinte forma, entramos no consultório a maioria não olha na nossa cara,eu conto no relógio da hora que entro e da hora que saio da sua sala, não leva mais que 8 minutos.Também esses mesmos não se interessam muito pela sua dor, nem sequer nos examinam, não tocam nos pacientes .Daí já estão teclando em seus computadores te dando à solicitação de exames e a mão em seguida se despedindo.

  21. Marcia
    terça-feira, 1 de novembro de 2011 – 1:06 hs

    Cada 1 corta o cabelo onde quer….5 reais ,100 reais ….e uma escolha do paciente, e p quem esta chamando o medico de mercenario faz o seguinte ,abre uma ong e vai vc fazer caridade afinal qdo vamos a 1 padaria nao ganhamos sequer 1 pao de graca…. Que absurdo …vc merece 1 consulta de 2 segundos,oi e tchau como retribuicao aquele q esta ali ,estudou ,pode salvar a sua vida ou de 1 familiar e se errar ainda ganha 1 processo q nao vai ser de 42 reais,quer saber fica quem quer,eu estou indo embora justamente devido ao pensamento dessas pessoas mediocres …

  22. Neide
    quinta-feira, 3 de novembro de 2011 – 17:11 hs

    Márcia,
    Você é médica?
    E se expressa dessa forma? E com esses argumentos?
    Ainda bem que você está indo embora.

  23. Dr Nickolas
    quinta-feira, 26 de julho de 2012 – 2:04 hs

    Após observar os argumentos, três fatos me chamaram muito a atenção.

    1 – A medicina precisa tomar um novo rumo em termos de remuneração, caso contrário se tornará praticamente inviável em termos de qualidade técnica e todos irão sofrer, mas, principalmente o paciente.

    2- O médico permanece muito mal visto pela população geral, que ganha muito mal, e se compara ao péssimo salário médico.
    Deve ser observado que o curso médico superior é disparado o primeiro lugar em quantidade de carga horária e conhecimento técnico. O segundo lugar é algo em torno de 50% da quantidade referente ao curso médico.

    3- A falta de educação proporciona um terreno fértil para o desenvolvimento de ilusões a respeito do desconhecido. Fico bastante triste quando vejo vários pacientes se expressando com nervosismo e até um pouco de agressividade em relação aos médicos. Profissionais ruins existem em todas as áreas, mas vocês não fazem idéia do que estão falando. Afinal, todo médico é paciente, logo pode observar o caso dos dois pontos de vista, mas os pacientes realmente desconhecem totalmente a realidade.

    E somente finalizando, pelo amor de deus, alguem me ensina a ganhar 16 mil/mês só no consultório. Se alguem me ensinar eu dou os meus dois primeiros salários!!!

    um abraço a todos

    Nickolas

  24. PABLO GARCIA ACADEM D MEDICINA
    terça-feira, 6 de novembro de 2012 – 3:39 hs

    Em resposta ao comentário do LULU
    “Medicina deixou de ser vocação há muito tempo. Hoje só temos dinheiristas de plantão querendo ganhar fortunas à custa da miséria do povo.”

    Caro amigo o sr. Sabe quanto em media um estudante de medicina gasta mensal cerca de 6 a 7 reais e o senhor quer que um medico viva como um vendedor de banana.
    O sr. Sabe que pra ter esse titulo de medico é necessário gastar mas de 1 milhão de reais. E o senhor ainda quer que um medico seja pago igual um carpinteiro ou um pedreiro, caro amigo medicina é caro até pra se formar e entenda que um dos seus investimento é a tua saúde.

    Vou lhe contar uma historia.
    Era uma vez um senhor que comprou um computador que valia cerca de 5000 mil doleras. E certo dia por algum motivo o computador parou de funcionar ele levou em todos os mecânicos e ninguém conseguia consertar seu computador, até que ele levou no mecânico mas caro. E o mecânico disse eu conserto seu computador, mas custam R$ 1000 doleras então o rapaz fikou muito animado e disse pois conserte que eu lhe pagarei. então o mecânico apenas APERTOU o parafuso do culler do computador e em menos de 1 minutos o computador já estava funcionando perfeitamente. Mas o rapaz fikou muito espantado e disse MEU SENHOR COMO PARA APERTAR UM PARAFUSO O SR. ME COMBRAS MIL DOLERAS. E o mecânico respondeu: PARA APERTAR É 1 DOLAR E 999 PRA SABER QUE PARAFUSO APERTAR.

    Moral da historia: não é a consulta que é caro, mas sim o nosso conhecimento que é tem que ser muito amplio pois gastamos muito dinheiro em adquiri-lo cerca de 1 milhao.

  25. terça-feira, 19 de fevereiro de 2013 – 0:47 hs

    É um profissional como outro qualquer. Passa um ou dois anos a mais na universidade e sai se achando o máximo. “Sou doutor”. Doutor e quem faz doutorado. A maioria e clínico a única coisa que faz e encaminhar para um especialista da área. Pode ser qualquer atendente não precisa ser formado. Os que são especialista cobram muito caro por uma consulta. É uma vergonha. Pensei que essa classe fossem mais comprometida com a saúde. NÃO! Porém não concordo que eles recebam R$5,37 por consulta.

  26. Anônimo
    sábado, 23 de março de 2013 – 23:29 hs

    APOIO A CAUSA MÉDICA!!

    SÃO PELO MENOS 10 ANOS DE UMA DISPENDIOSA FORMAÇÃO PARA SE TER UMA ESPECIALIDADE.

    OS CONVÊNIOS EXPLORAM O MÉDICO: PAGAM O VALOR DE UM CORTE DE CABELO POR CONSULTA, RECONSULTA NÃO É REMUNERADA, A TAXA DE “ASSOCIAÇÃO” É CARÍSSIMA (UNIMED COBRA DO MÉDICO R$180.000,00) E SE O MÉDICO COMETER UM ERRO OU ADOECER O CONVÊNIO NÃO TEM NADA COM ISSO.

    ATUALMENTE VALE MAIS A PENA TRABALHAR PARA O POBRE SUS, POIS HÁ LUGARES QUE PAGAM MAIS DE R$10.000,00.

    Quem disse que médico tira R$16000,00 pelos convênios está muito fora da realidade, só na teoria: se nenhum paciente tiver reconsulta, se a consulta for bem rápida (10min), se todo o mundo chegar na hora, se o consultório estiver sempre cheio, se não existisse impostos, se não existisse tantos encargos para manter um consultório, etc, ou seja, F-A-N-T-A-S-I-A!!!!!!!!!

  27. Bruna Rocha
    quinta-feira, 4 de abril de 2013 – 19:49 hs

    Engraçado.. vejo médicos reclamando tanto de ganharam 2, 3 mil reais por que gastaram 1 milhão e em torno de 10 anos em formação. Sou professora e com meu salario de 1,200 reais não teria como pagar consultas “populares” de 120 reais. Trabalho todo dia com uma media de 30 crianças pequenas. Futuros médicos, talvez, que se não fosse por tantos professores nessa longa trajetória de formação não seriam os médicos q são. No entanto, isso dá uma média de 60 reais por dia de trabalho. 15 reais por hora, 0,50 por criança em uma hora.

    Caso eu resolva ser uma professora de Ensino Médio no Estado do RJ, por exemplo (onde vivo dando aulas de Biologia (minha formação e indispensavel como formação de um futuro médico). Um professor ganha em torno de 1200 também (com nivel superior e muitas vezes mestrado e doutorado, também investindo e muito em sua formação) para atender várias turmas de mais de 40 alunos. Como são várias turmas é comum cada um chega a “atender” em um dia mais de 100 alunos.

    Mesmo com tanto trabalho e pouca remuneração dou carinho e atenção a esses futuros médicos em potencial. As condições de trabalho não são dignas pra ninguém e batalhar por condições melhores é direito de todos. Porém, os pacientes/clientes/alunos não tem culpa do roubo que enfrentamos quando olhamos o saldo da conta corrente. Por favor médicos! Corram atras, mas nos tratem com dignidade!

  28. Alexsandro
    segunda-feira, 15 de abril de 2013 – 17:59 hs

    Cara Bruna Rocha, juro que li teu texto umas três vezes para tentar entender o que você quis com ele. O que o salário dos médicos tem a ver com os salários dos professores. Aumento da remuneração médica não implica em queda na remuneração de professores. Cabe a vocês se unirem e lutarem pela categoria. Agora, a situação de vocês não vai mudar se o objetivo for nivelamento por baixo.

  29. Marceleza
    terça-feira, 23 de abril de 2013 – 20:00 hs

    O povo deveria boicotar os médicos que boicotaram. Simples assim. Acham que a profissão é melhor que as outras e que são deuses… O valor de uma consulta rápida que não dura nem 20 mins não pode ser superior ao que os planos pagam (aqui em BH em 2012 girava de 50 a 100 reais dependendo da especialidade). Corporativismo sem vergonha!

  30. paulo jofran
    terça-feira, 30 de abril de 2013 – 13:04 hs

    Quer trocar de profisão comigo ? Tá reclamando de ser médico ?
    Por quê não vai vender bala no trem ? Vamos ver se você em outro trabalho vai ganhar 50,00 em dez minutos…
    Que história é essa de que gasta um milhão pra se formar ?
    A faculdade de Medicina custa R$ 300.000,00 e você ,em um ano paga o que gastou . E as especializações já paga trabalhando,e sai na urina.
    Se você gosta mesmo de medicina,estudá-la não deve ter sido um FARDO.Parece que não gostam de estudar…ou não gostam do que fazem…ou,não gostam de gente…talvez pudessem fazer veterinária..
    se é que gostam de animais…

  31. Lauro
    quarta-feira, 15 de maio de 2013 – 9:00 hs

    41 reais a cunsulta bruto, tirando despesar e 27,5% imposto de renda cai para cerca de 20,75.. fora isso, os planos de saude autorizam e nao pagam varios exames. O certo seria o descredenciamento em massa , o problema e que os medico sao uma classe muito desunida.

  32. quinta-feira, 6 de junho de 2013 – 22:33 hs

    Médicos!! Oh Médicos!!!
    Choram, choram, mas raramente verá um andando de carro popular!!!
    E reclamam de imposto de renda, não sei porquê.
    Queridos médicos, contarei um segredo para vocês, todos nós pagamos imposto de renda, nós já o temos retido na fonte!!
    Vamos fazer as contas ?
    Unimed de Curitiba paga 55 por consulta.
    Se o médico realizar 3 consultas por hora, ou seja, cada consulta será gasto 20 minutos. Muito tempo para a maioria das consultas, já que várias eles apenas olham para a cara do cidadão, algumas vezes nem isso.
    3 * 9 (horas de trabalho por dia, como qualquer outro cidadão) = 27 (consultas por dia).
    27 (consultas por dia) * 22 (dias por mês, sem trabalhar nos sábados) = 594 consultas.
    594 * 55 (valor pago pela Unimed para consultas) = 32.670 reais.
    Valores brutos, agora não me digam que vocês pagam 27,5 de imposto de renda porque eu também pago!
    Sem contar alguma outra consulta particular que poderiam fazer, que cobram o absurdo de 200, 300, 400 reais. Depois ainda reclamam que o convênio paga pouco. Mas no particular enfiam a faca!!
    Ou seja alguns conseguiriam ganhar 1000 reais por hora trabalhada.
    Médicos, chorões!!!
    Ganham, ganham e porque não conseguem comprar carro de 300 mil reais, acham que ganham pouco.
    Há vagas no interior, pagam fortunas 15, 20 mil reais, mas não querem trabalhar lá. Ou seja, aqui não esta ruim do jeito que esta.
    Se estivesse não teríamos estas vagas abertas.

  33. JUNIOR
    sexta-feira, 13 de setembro de 2013 – 21:23 hs

    IMPRESSIONANTE QUE ARTISTA E JOGADOR DE FUTEBOL ESSES SIM GANHAM FORTUNA E CADA VEZ MENOS MERECEM PELO VALOR EXORBITANTE…
    E A PLEBE IGNARA NAO SE MANIFESTA…
    POR MAIS QUE UM IMBECIL QUE NEM FUTEBOL SABE JOGAR
    ENGANA UNS CLUBES POR BAIXO TIRA UNS 30 MIL POR MES, ESSE NUNCA SERA CRITICADO
    VAMOS ESCULACHAR MEDICOS, DOUTORES, PROFESSORES, POIS ESSES TEM QUE SE FERRAR E SER SERVOS DA POPULAÇAO… SAO TRATADOS COM UM DESRESPEITO ABSURDO ENQUANTO UM ARTISTA OU JOGADOR DE FUTEBOL NAO CHEGA PERTO DO POVO, SE RECUSA A DAR SEQUER UM AUTOGRAFO OU UMA DECLARAÇAO O MEDICO TEM QUE SE REBAIXAR A UMA POPULAÇAO IGNORANTE, REVOLTADA QUE NAO GOSTA DE ESTUDAR NEM DE LER, VIVA O BRASIL!!! ONDE O ESTUDO NAO TEM VALOR, E SIM O DINHEIRO DO JOGADOR DO ARTISTA OU DO BANDIDO TRAFICANTE!!!

  34. evelim
    sexta-feira, 4 de outubro de 2013 – 19:44 hs

    Concordo que os planos pagam muito pouco, mais os medicos não nos dão nenhuma alternativa ou pagamos planos para sermos mal atendidos e eles ganharem pouco ou pagamos valores abusivos no atendimento particular vamos ajudar o povo né tem exames que o plano paga 50,00 e particular custa 400,00 por isso a população paga plano os medicos deviam ter preços mais justos 4000,00 + 1200,00 para fazer uma cesaria fica dificil

  35. evelim
    sexta-feira, 4 de outubro de 2013 – 19:46 hs

    Há 4000,00 + 1200,00 são só pro parto pois o pre seria pelo plano

  36. Darci
    segunda-feira, 28 de outubro de 2013 – 18:34 hs

    Vejamos a parada: um especialista, cardiologista, endocrinologista e outros, cobra por baixo R$250,00 reais por consulta. Atende, aproximadamente, 10 consultas diárias. Isso dá um total de R$2.500,00 x 20 dias úteis, temos R$50.000,00 mensais. Cada consulta dura não raro de 1/2 h a 1hora. Digam: Há interesse em aceitar planos de saúde para pagamento ou há interesse em atender pelo Sistema Único de Saúde? Mesmo cobrando esse preço (baixo, segundo eles) as agendas sempre estão cheias, pois não se consegue uma consulta com menos de 20, 30, 60 dias.

  37. carlosA.R.
    terça-feira, 29 de outubro de 2013 – 14:47 hs

    É só contratar cubanos e pronto.Vi a entrevista de uma médica ela veio a Brasil prestar serviço de assistência médica, auxiliar ao proximo em primeiro lugar.Estou começando achar que os cumuna são mais sevidores de Cristo do que nós.

  38. Pedro
    terça-feira, 29 de outubro de 2013 – 16:52 hs

    ISSO MESMO DARCI…
    GANHAM HORRORES E RECLAMAM…
    SE ACHAM DEUS E SÓ ANDAM DE CARRÕES E DE NARIZ EMPINADO… MÉDICO É IGUAL A SAL: BRANCO, BARATO E TEM EM QUALQUER ESQUINA…KKKK……

  39. Michele
    quarta-feira, 28 de maio de 2014 – 22:56 hs

    Boa noite!

    Estamos buscando médicos para parceria em Jaragua do Sul e a nível Brasil.

    Solicite informações via e-mail.

    Abraços,

    Michele

  40. o amigo do povo
    quinta-feira, 29 de maio de 2014 – 10:09 hs

    Quem inventou os planos de saúde, foram as seguradoras, os bancos? Nada disto, foram os médicos . Agora é corvo comendo corvo. Porque os médicos não voltam no tempo, naquele tempo em que atendiam nos consultórios em suas próprias casas? Que conheciam o paciente pelo nome? Hoje não, tem que ser clínica, com estacionamento, segurança, secretária, enfermeira e o diabo a quatro. Aposto que se houvesse uma mudança nos planos de saúde, só para a realização de exames, internação ou cirurgia, muito mais gente teria acesso a eles. E os médicos teriam muito mais liberdade para trabalhar. E ganhar.

  41. Camila
    domingo, 27 de novembro de 2016 – 12:34 hs

    Bando de caras de pau, se acham deuses, maiores responsáveis pelo caos da saúde! Calcule qualquer valor de consulta por 3 para ter uma média por hora, depois multiplique por 8h como um trabalhador comum que eles não conseguem ser, depois multiplique por 20 dias ou menos pelas remarcações q eles fogem ao máximo. Cheio de lugares sem médicos, médicos trabalhando só quando tem vontade, saem de faculdades públicas bancadas pelo povo e enriquecem nas costas dele.. o bem estar dos medicos já passou de todos limites, ganhar bem ok enriquecer enquanto o povo morre sem ser atendido é uma vergonha! Isso sem falar q vc vai num médico ele erra um monte de coisas e o próximo simplesmente ignora. Já viu médico ir contra médico? Uma vez quis denunciar um clínico geral por fazer cirurgia plástica e liguei para o Conselho q falou q embora não seja recomendado, sem especialização, eles tem direito e só responde se algo der errado. Chegaram a falar q clínico geral pode se arriscar até fazer transplante de coração! Absurdo! Cada vez mais erros médicos, cada vez mais descaso, empurram paciente como batata quente pra morrer na mão do próximo.. e ainda reclamam quando vem médicos de outros lugares, em vez de apoiarem quem chega já pensam na perda de lucro! Capaz de não conseguiram tirar um carro zero naquele ano pq tem mais médico para atender esse povo morrendo nas filas. Onde moro é 250 reais a consulta mais barata e plano a partir de 500 por mês e numa estrutura que só da vantagem aos planos. Saúde não é um mercado para enriquecimento, mudem a postura ou oq dirão para seus filhos?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*