Gleisi garante investimento no PR e reafirma compromisso com ferrovia | Fábio Campana

Gleisi garante investimento no PR e reafirma compromisso com ferrovia

A ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, concedeu entrevista exclusiva para a Associação dos Jornais Diários do Paraná (Adipar), que congrega veículos de imprensa do interior do Estado, durante o feriado de Corpus Christi, no gabinete do Palácio do Planalto, em Brasília. A paranaense elencou obras no Paraná que deverão ser estimuladas durante a sua gestão.

Uma das intenções da ministra é avançar no transporte ferroviário, com a Ferroeste, que atravessará boa parte do Estado, com ligação final no porto de Paranaguá. A ferrovia estava fora do PAC. “Por uma decisão do próprio governo do Estado, que tinha contradições com relação ao valor apresentado”. Os trilhos, cerca de 1.100 quilômetros, “entram por Guaíra, passam por Cascavel, Guarapuava e vão até o porto de Paranaguá. É uma obra que vai demorar alguns anos, talvez dois, três ou até quatro, mas é uma obra estruturante para o Estado”.

Segundo ela, a Ferroeste deveria ter entrado para o PAC há mais tempo, mas agora será retomada. O primeiro passo já foi dado, que é um estudo de viabilidade técnica, econômica e ambiental que já está sendo feito pela Valec, estatal responsável pela ampliação da estrada de ferro, que vai de Cascavel a Guarapuava.
“Nós estamos numa investida para garantir infra-estrutura ao país, e obviamente o Paraná está nesse contexto. Já tivemos avanços importantes, primeiro com o PAC 1, quando várias obras que estavam paradas no Paraná foram retomadas. Um dos exemplos é a Estrada Boiadeira que vai ter a Ordem de Serviço assinada agora em julho. São 250 quilômetros, R$ 500 milhões de investimentos, é uma estrada que há muito tempo estava parada e é fundamental para escoar a nossa produção”.

Gleisi destacou ainda a previsão de obras de reformas e melhorias nos aeroportos de Curitiba e Foz do Iguaçu. A malha rodoviária do Estado contará também com novas duplicações e recuperação de pistas. Os investimentos em rodovias, segundo a ministra, serão da ordem de R$ 3,2 bilhões.


6 comentários

  1. Questionador
    segunda-feira, 27 de junho de 2011 – 16:46 hs

    -Boa atitude Senadora Gleisi!
    -O Paraná necessita de carinho, pois nos oito anos do truculento Bob Req, ficamos no limbo! E olha que ele é do PMDB!
    -O Governador Beto Richa ser do PSDB não prejudicou em nada o diálogo com a Senadora Gleisi!!!
    -Acho que se o Governo do Estado do Paraná apresentar projetos da melhor forma possível, a Senadora dentro de suas capacidades não se furtará em apreciar os mesmos!

  2. BAGRINHO do LITORAL
    segunda-feira, 27 de junho de 2011 – 18:01 hs

    AQUI EM PARANAGUA TEM UM VIADUTO PARALISADO HA MAIS DE 2 ANOS O GOVERNO FEDERAL NÃO SE PRONUNCIA.
    FALTA DE RESPEITO COM A CIDADE MÃE DO PARANÁ.

  3. pedro
    segunda-feira, 27 de junho de 2011 – 18:46 hs

    Muito bem! Acho as intenções da ministra em avançar no transporte ferroviário muito boas, louváveis, com a Ferroeste, que atravessará boa parte do Estado, com ligação final no porto de Paranaguá. Mas nós aqui do Sudoeste do Paraná também estamos aguardando que a ferrovia passe por aqui para escoar nossa produção que é muita.!

  4. terça-feira, 28 de junho de 2011 – 10:15 hs

    Bem…cada um no seu lugar…o estado precisa apresentar os projetos, o governo federal viabilizar as obras importantes….devemos deixar o lado politico de lado e trabalhar pro melhor pro estado…infra-estrutura significa investimentos privados no futuro, arrecadação estadual aumentada, arrecadação federal também….ferrovias, aeroportos, portos e estradas são o básico pra um estado progredir e infelizmente, tivemos anos de um governo com paralizia cerebral, onde tudo era confusão..perdemos 7 anos, agora é correr atrás do imenso prejuizo que o desgoverno da frentona do capeta deixou…pra finalizar, ainda um deputado estadual do PT tem a cara de pau de se prestar a querer prejudicar o estado…ele foi um dos que ajudou o Paraná a ficar parado no tempo….Veneri, como vc se mostrou incomPtente e sem comprometimento com o Paraná, renuncie o cargo, pois politicos “sem noção” como vc, levaram o estado a essa situação de ruina….

  5. tony
    terça-feira, 28 de junho de 2011 – 16:47 hs

    E o novo traçado entre Curitiba e Paranaguá vai sair desta vez? Composição grande não desce a serra, então de nada adianta ter aquela ferrovia novinha que, quando chega a Curitiba vira aquele ferrovia feita no tempo do Impéio. Tony

  6. CELSO DE OLIVEIRA
    sábado, 8 de outubro de 2011 – 11:20 hs

    PARANAENSE, NATIVO DE BARBOSA FERRAZ, TAMBEM TIRO O MEU CHAPEU PARA A MINISTRA GLEISE, QUE ESTA NO LUGAR CERTO, E DESTE VEZ NÓS PARANAENSES TEREMOS ORGULHO DO NOSSO ESTADO. EMBORA EU, RESIDINDO EM SAO PAULO, CAPITAL, NUNCA ESQUEÇO DESTE ESTADO PROMISSOR, POIS TENHO FAMILIARES QUE RESIDE AÍ.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*