Fim da greve na Bosch | Fábio Campana

Fim da greve na Bosch

A empresa Bosch e o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Metalúrgicas entram em acordo na Justiça do Trabalho e dão fim à paralisação de sete dias

Após uma segunda audiência no TRT do Paraná, encerrada às 12 horas desta sexta-feira, dia 24 de junho, a empresa Robert Bosch e o sindicato dos trabalhadores formalizaram o acordo que encerrou sete dias de greve. O valor de R$ 6,5 mil para 100% das metas do PLR (Participação nos Lucros ou Resultados), sugerido pela desembargadora Rosemarie Diedrichs Pimpão e pelo representante do Ministério Público, foi aceito pelas partes.

Pelo acordo, haverá o adiantamento de uma primeira parcela de R$ 5,2 mil, a ser paga no dia 1° de julho. Os dias parados em função da greve serão compensados na proporção de seis horas trabalhadas para cada oito horas que deveriam ser compensadas. Também ficou ajustado que os demais aspectos relativos ao PLR de 2011 serão definidos em comum acordo, utilizando-se como parâmetro as condições previstas no acordo coletivo de 2010. Participou da audiência, como representante do Ministério Público, Ricardo Bruel da Silveira.


2 comentários

  1. VW
    sexta-feira, 24 de junho de 2011 – 16:04 hs

    Engraçado que a greve da VW durou 30 dias e quem levou vantagem nisso foi a propria VW que reformou toda a fábrica, fez treinamento para funcionários na Argentina, tudo isso na conta dos funcionários que vão passar 1 ano pagando os dias parados, enquanto isso a Sind. dos metalúrgicos andam de carro zero!

  2. DESPEITADO
    sexta-feira, 24 de junho de 2011 – 16:41 hs

    Esta VW deve ser um despeitado ou trabalha no setor administrativo, que via de regra, sáo fura-greves. Gostaria q ele apontasse um sindicato que seja mais “brigador” que o sindimetalurgicos. Se assim como ele os metalurgicos estivessem descontentes com seus representantes, eles nao seriam reeleitos e claro, nao andariam de carro zero. Se assim o fazem, é pq sabem bem representar e bem defender os interesses da classe. Deia de despeito, VW

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*