Fim da greve dos funcionários da saúde | Fábio Campana

Fim da greve dos funcionários da saúde

No início da noite de ontem, depois de quatro dias, terminou a greve dos funcionários dos hospitais – particulares e filantrópicos – de Curitiba. Em assembleia, ficou acordado um reajuste de 7% dos salários que estão acima dos pisos. O vale-alimentação passará de R$ 130 para R$ 170 já a partir deste mês. O adicional de insalubridade será reajustado de R$ 113 para R$ 126. A categoria pedia reajuste de 28% nos pisos salariais e o sindicato patronal (Sindipar) havia oferecido, inicialmente, aumento de 6,5%.

Também ficou definido que os trabalhadores terão estabilidade de 30 dias no emprego e os dias parados não serão descontados, mas deverão ser compensados. Pelo acordo, os trabalhadores se comprometeram em voltar ao trabalho já no turno da noite deste sexta-feira.


Um comentário

  1. Emerson Paranhos
    domingo, 12 de junho de 2011 – 10:38 hs

    Cabe uma pergunta????Cadê o sindicato???? Os patrões escravagistas fizeram e aconteceram, mentiram e pressionaram e pior conseguiram manter a situação de semi escravidão dos enfermeiros e funcionários da saúde. Isto não é democracia. É a imposição pelos mais fortes e covardes de uma situação de caos onde ele, os mauricinhos, são somente quem se beneficia. A dádiva, cala a boca, envergonha nossa sociedade e causa náuseas aos homens de boa vontade. A´te quando vão continuar abusando de nossa SUBMISSÃO E PASSIVIDADE.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*