Contas do diretório do PT de Curitiba estão sob intervenção judicial | Fábio Campana

Contas do diretório do PT de Curitiba estão sob intervenção judicial

Do blog da Joice

As contas bancárias do diretório do PT de Curitiba estão sob intervenção judicial. O partido foi condenado por meio de uma execução fiscal a pagar mais de 45 mil reais à justiça eleitoral. Os valores são referentes a multas da campanha de 2005, para a prefeitura de Curitiba. Na época, o candidato era o Deputado Federal Ângelo Vanhoni.

Inicialmente, o montante era de 28 mil, agora chegou a quase 50 por causa das correções monetárias. A justiça decidiu pelo bloqueio depois de ter buscado bens em nome do diretório curitibano e não ter encontrado nada.


Todo dinheiro que passar pelas contas será seqüestrado para quitar a dívida. A multa repercutiu na Assembleia Legislativa. De acordo com o Deputado Ênio Verri (PT), os valores têm que ser questionados pelo partido.

Ele ainda disse que o diretório não tem dinheiro para pagar o débito. Ênio sugere que a direção municipal promova eventos e peça ajuda aos parlamentares eleitos pela capital.

Cabe recurso do partido para recálculo e acordo para o pagamento. O processo é o número 171/05, da 1ª Zona Eleitoral. Entramos em contato com o Diretório Municipal, mas ninguém foi encontrado para falar.


4 comentários

  1. jobalo
    quarta-feira, 1 de junho de 2011 – 10:33 hs

    O que do pt que não esta sob judici?????

  2. CAÇADOR DE PETISTAS
    quarta-feira, 1 de junho de 2011 – 10:41 hs

    O PT, esta literalmente quebrando o Estado Brasileiro, tudo para se manter no poder. Quem viver verá.

    PT, o câncer do Brasil..

  3. Ernesto
    quarta-feira, 1 de junho de 2011 – 12:51 hs

    Ora Jobalo, tem aquele esquema do Comitê Lealdade …

  4. marilice ribas
    quarta-feira, 1 de junho de 2011 – 14:13 hs

    o ‘fotografado’ está intermediando todas as verbas para o
    Paraná, inclusive aquelas destinadas a reconstruir o litoral…
    reconstruir o que ‘cara-pálida’, já é ‘caixinha de campanha’,
    isso no jargão politiques, na realidade a caixinha é o próprio bolso..

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*