Casa Civil diz que proposta de agência não é para privatizar | Fábio Campana

Casa Civil diz que proposta de agência não é para privatizar

Elizabete Castro do Estado do Paraná

O Secretário da Casa Civil, Durval Amaral (DEM), afirmou que está havendo uma leitura equivocada sobre o projeto do governo que estende a abrangência da Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Infraestrutura do Estado. Amaral afirmou que não há no governo nenhum projeto para privatizar o setor de energia elétrica no estado.

“Quando abrimos a agência para o setor de energia, não significa a energia elétrica. Estamos tratando do gás”, afirmou o secretário. Ele citou que as operações com energia já são reguladas pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). “A agência que estamos propondo não teria inserção nenhuma no que se refere à energia elétrica. Somente à energia em forma de gás”, disse.

Quanto à área de saneamento, Amaral confirmou que a intenção do governo é submeter o setor ao controle de um organismo permanente, a salvo das oscilações políticas. “A partir do momento que passa a ter a agência, o setor não fica subordinado às intempéries da administração e da política”, comentou. Ele citou que uma das tarefas da agência será a fixação das tarifas.

De acordo com o secretário, não há “nexo de casualidade” entre a proposta de ampliação da agência e planos de privatização. Embora criada em 2001, a agência nunca entrou em operação e o governo espera que, até o final deste ano, possa fazer funcionar a nova estrutura.

A mensagem do governador Beto Richa (PSDB) dá nova forma à Agência propondo a criação de sete diretorias: Relações institucionais e de Ouvidoria, Tarifas e estudos econômicos e financeiros, Jurídica, Fiscalização e qualidade de serviços de infraestrutura, Logística e operações de infra estrutura, Regulação de energia e Regulação de saneamento.


3 comentários

  1. Dexter
    segunda-feira, 20 de junho de 2011 – 12:13 hs

    Essa situação é culpa do Requiao Maria Louca.

    Note-se que nunca o Betou falou em privatizar.

    Daí cria uma agência para agir em prol da sociedade Paranaense e o Requiao Bate Na Esposa distorce e fala idiotices, como é de seu feitio.

    E pergunto: porque o primeiro suplente do Requião Surra Mulher não faz nada a respeito deste tipo de comentário insano?

    Obs: está na hora do Beto criar uma agência para mulheres espancdadas. Será muy útil à famiglia Mello e Silva.

  2. Business Cambé
    segunda-feira, 20 de junho de 2011 – 12:51 hs

    Começou. O mega lobista Amaral começou a vender as coisas do povo, alertados foram todos os paranaenses. Quem é esse Amaral pra achar que pode vender o Paraná?
    O Beto não tem gente melhor pra colocar no lugar desse Barnabé?
    Em Curitiba tem mais ou menos meio milhão de bons profissionais infinitamente melhores que essa mala do norte.

  3. segunda-feira, 20 de junho de 2011 – 13:41 hs

    mas que vão tentar privatizar a copel isso vão, só não o farão se a opinião pública pressionar, caso contrário, novos contratos sigilosos iguais os dos pedágios.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*