Radares em Curitiba têm nova licitação em junho, prevê Urbs | Fábio Campana

Radares em Curitiba têm nova licitação em junho, prevê Urbs

A Urbs vai fazer nova licitação para fiscalização de trânsito com radares e barreiras eletrônicas até o mês de junho. Desde hoje cedo, a Urbs ocupou toda estrutura dos serviços que a Consilux utilizava em Curitiba. A rescisão foi concluída em 39 dias, tempo necessário para que se cumprissem rigorosamente todos os preceitos legais. A indenização pode atingir de R$ 6,5 milhões e será paga em parcelas mensais até a conclusão da nova licitação.

Estão instalados em Curitiba 119 radares e 22 barreiras eletrônicas, agora ocupados pela Urbs, que na manhã desta terça-feira começou a adesivar os equipamentos, substituindo a marca Consilux pelo símbolo do município.


6 comentários

  1. Borduna
    terça-feira, 17 de maio de 2011 – 16:05 hs

    Uééééééééé. Não ia acabar?

  2. antonio carlos
    terça-feira, 17 de maio de 2011 – 18:19 hs

    Será que desta vez a Consilux não ganha de novo? Não duvido que ela ganhe, mas agora com o nome trocado. Tony

  3. VERDADE
    terça-feira, 17 de maio de 2011 – 19:52 hs

    Indenizaçãozinha boa né? Agora, qual vai ser a diferença entre a administração da Consilux e da URBS? Resposta: nenhuma. Só que alguns vão ganhar um dinheirinho extra com a indenização!

  4. Loop
    terça-feira, 17 de maio de 2011 – 21:11 hs

    Em duas Instâncias ficou patenteada a ilegalidade da Urbs aplicar multa, como concursada fosse (…). Que o POVO começe a preparar para solicitar a devolução das indevidas multas, é claro, corrigidas monetariamente e, em dobro …

  5. Palhares
    terça-feira, 17 de maio de 2011 – 22:32 hs

    O Prefeito Ducci, mostrou muita competencia em relação a este problema criado pela Consilux, recordo-me que no mesmo momento que soube do acontecido fez questão de vir a publico comunicando a suspensão do contrato com a mesma!

  6. O Povo. Quem foi ?
    quarta-feira, 18 de maio de 2011 – 6:10 hs

    É importante conhecer o autor ou os autores deste contrato entre a prefeitura e a consilux e as condições legais de sua elaboração.
    Quem arquitetou isto ?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*