Presa uma das maiores quadrilhas de ladrões de banco em Curitiba | Fábio Campana

Presa uma das maiores quadrilhas de ladrões de banco em Curitiba

foto: Divulgação / SESP

Eles são suspeitos de pelo menos nove roubos a agências bancárias e uma a uma joalheria

da Redação Bem Paraná, com AEN

Quatro suspeitos de participar de uma das maiores quadrilhas de assaltantes de bancos que agiam em Curitiba e região foram detidos por policiais do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope). Eles são suspeitos de pelo menos nove roubos a agências bancárias e uma a uma joalheria.

Marcos Souza dos Anjos, 33 anos, Criselmo Rogério Serbelo, 34, Eloir Aschembrener, da mesma idade, e Marcio Fernando Soares Pereira, 32 anos, foram detidos. Sandro Luis Cardoso que já foi identificado como um dos integrantes do grupo é procurado.

A prisão dos quatro integrantes aconteceu em uma operação especial, na sexta-feira (20). O líder da quadrilha, Marcos Souza, foi preso em uma loja de carros no Uberaba quando comprava um veículo, e os outros três, no Pinheirinho. Foram apreendidos uma pistola, um martelo, várias munições e um carro, suspeito de ser usado nos assaltos. Eles estão recolhidos na carceragem do Cope, aguardando decisão judicial.


Segundo o delegado do Cope, Amarildo Antunes, a quadrilha agia de modo peculiar e o assalto durava em torno de três minutos. “O primeiro integrante, usando guarda-pó de médico, entrava na agência para distrair a atenção do vigia. Em seguida o segundo integrante da quadrilha colocava um objeto no compartimento para metais e passava pela porta giratória. Quando ele ia pegar o objeto o terceiro integrante passava a arma pelo compartimento”, explica o delegado.

O bando assaltou uma joalheria e cometeu nove roubos a bancos, em diversos bairros de Curitiba, em cinco meses. Para o delegado-chefe do Cope, Alexandre Macorin, a “quadrilha do guarda-pó” foi a que mais assaltou agências bancárias nos últimos meses. “Eles agiam com extrema frieza, todos tem acima de 30 anos e são assaltantes profissionais”, afirma o delegado. O assalto que ocorreu em 9 de fevereiro, no bairro São Braz, deixou um vigilante ferido.

“Além de agir em Curitiba, a quadrilha assaltou uma agência bancária em Presidente Prudente, interior paulista. Os policiais reagiram, houve troca de tiros, o líder da quadrilha foi baleado, mas conseguiu fugir. O bando também agiu em Santa Helena, interior do Paraná. Nesse crime, contra um supermercado, um vigilante foi morto”, informa o delegado Alexandre Macorin.

PASSAGENS – Todos os integrantes possuem passagem pela polícia por vários crimes:

Marcos Souza dos Anjos – possui três condenações por roubo e uma por receptação, é foragido de Santa Helena (PR), onde estava preso por latrocínio, e de Campo Largo (PR), onde esteve preso por tráfico de drogas, e também fugiu da Colônia Penal Agrícola desde 2009.

Criselmo Rogério Serbelo – já foi preso pelo Cope em 2006, por assalto a uma gráfica no bairro Jardim das Américas, em Curitiba, e é foragido da Colônia Penal Agrícola desde o começo do ano.

Eloir Aschembrener – já foi preso em 2009, no bairro Pinheirinho, por roubo de veículos e é foragido da Colônia Penal Agrícola desde o começo do ano.

Marcio Fernando Soares – possui uma condenação por roubo, já foi preso pelo Cope em 2005, por tráfico de drogas e por arrebatar 15 presos na Casa da Custódia de Curitiba. Ele também é foragido da Colônia Penal Agrícola, desde 2008.


Um comentário

  1. segunda-feira, 23 de maio de 2011 – 20:33 hs

    serio entao nao teve sessao plenária hoje

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*