Paraná é criticado pela ONU | Fábio Campana

Paraná é criticado pela ONU

Do Blog da Joice

O Paraná está entre os 11 estados do país que foram criticados pela ONU por ter ensino religioso nas escolas. De acordo com a relatora da comissão temática da Organização, Farida Shaheed, as escolas não seguem os preceitos do caráter laico do Estado, e impõem o ensino religioso. Ela alerta também para a intolerância religiosa e para o racismo, que persistem na sociedade brasileira. A relatora apela, ainda, por uma posição mais forte do governo para frear ataques de “seguidores de religiões pentecostais” contra aqueles que praticam as religiões afro-brasileiras.Uma das maiores preocupações é o com o ensino religioso, assunto que pôs Vaticano e governo em descompasso diplomático.


16 comentários

  1. artupa
    sábado, 28 de maio de 2011 – 17:10 hs

    Melhor acabar com essas aulas de ensino religioso. Os alunos não levam a sério. Deveriam aumentar a carga horária para Português e matemática.

  2. jaferrer
    sábado, 28 de maio de 2011 – 17:23 hs

    Além de ser equivocado o ensino religioso, ainda se verifica uma ditadura da religião católica e ou protestantes. É como se somente elas fosse as religiões aceitáveis e “oficiais”. O Estado deve afirmar com todas as letras sua posição laica.

  3. pioneiro
    sábado, 28 de maio de 2011 – 18:06 hs

    O ensino reliioso ns esolas é totalmente imparcial…sou professor e sei o que estou dizendo. Todas as correntes filosóficas são contempladas e levadas muito a sério.

  4. Antonio Santos
    sábado, 28 de maio de 2011 – 18:34 hs

    ..pois é; alguns arautos da liberdade de expressão, acham que precisamos ser um País bem laico; igual as “cartilhas do Mec”…liberdade, até com alguma libertinagem….pois ensino religioso ainda é que nos resta para ensinarmos os bons preceitos cristãos…Será que o mundo sem Cristo, seria melhor????..claro que não!

  5. Renata
    sábado, 28 de maio de 2011 – 18:37 hs

    O Paraná deve fazer o mesmo que o Bush fez quando a ONU criticou a invasão ao Afeganistão.

  6. AMARAHAL
    sábado, 28 de maio de 2011 – 18:55 hs

    Era só o que faltava, é muita ingerência !
    Entendo que se for uma escola particular e que professe uma religião, deve sim ter ensino religioso, qualquer que seja sua crença.
    Quem segue uma religião, geralmente tem princípios morais mais elevados aos que não têm !
    Esta senhora da ONU deve ser uma sodomita.

  7. sábado, 28 de maio de 2011 – 19:02 hs

    ensino religioso não é doutrinação de uma religião, no ensino religioso até mesmo o ateísmo deve ser estudado, daí cada qual tiora a conclusão que lhe aprouver, tá errada a ONU, por que não se impõe sobre os países mulçumanos? Lá ficam pianinhos pianinhos, aliás, a ONU não tem credibilidade pra criticar quem que seja, capacho das potencias militares, porque não faz valer as suas resoluções para o Oriente Médio? Acabem com o ensio religioso e passem ao ensino homosexual e esta nação em poucos anos se desintegrará. A fé ainda é o único freio para as ambições, paixões e maldades e monstruosidades humanas.

  8. antonio carlos
    sábado, 28 de maio de 2011 – 19:51 hs

    De que país é esta Farida? É árabe? Se for, não tem moral nenhuma para criticar quem quer que seja. Se não for também não, porque é muito fácil falar só de oitiva. Por acaso a referida cidadã esteve aqui, e verificou in loco as tais violações? Esteve ou não? Tony

  9. João
    sábado, 28 de maio de 2011 – 20:48 hs

    vamos mudar, aplicar ECONOMIA nas escolas PUBLICAS……… as pessoas tem que saber o quanto são enganadas pelos POLITICOS do nosso PAIS””””””””

  10. Loop
    sábado, 28 de maio de 2011 – 21:34 hs

    Com o pessoal supra mencionado! Os tempos são outros, é ensinar sobre os casamentos gays, assaltos, contrabandos, drogas … Ora, a religião, que Jesus, nosso Deus &8&&¨*$%

  11. jl
    sábado, 28 de maio de 2011 – 22:26 hs

    Bom mesmo é no Paquistão, terra dela…

  12. MIRIAM
    domingo, 29 de maio de 2011 – 8:18 hs

    O ENSINO RELIGIOSO , NAS ESCOLAS PRIORIZA A FILOSOFIA .
    NÃO ROTULA, MAS ABRE ESPAÇO PARA QUE OS ALUNOS REFLITAM SOBRE OS GRANDES FILÓSOFOS DESDE A GRÉCIA ANTIGA ATÉ OS DIAS DE HJ, ELE ENSINA A TER AMOR, PACIÊNCIA E CARIDADE PARA COM O PRÓXIMO .
    ESSES PRECEITOS SÃO UNIVERSAIS E NÃO FEREM CRENÇAS.

  13. Rubens Tavares
    domingo, 29 de maio de 2011 – 11:26 hs

    o problema não são as “correntes filosóficas” ou outro qualquer argumento que o defenda. O fato é simples assim, num Estado Repúblicano o Estado e laico, o ensino religioso deve ser ministrado em espaços privado. Ou nunca estaremos fotalecendo um pensamento republicano que de fato consiga fazer a distinção entre espaços públicos e privados, a França deu um exemplo, quando não permitiu que alunas de orientação muçulmana frequentassem as aulas em escolas públicas vestidas com seus trajes religiosos. Não foi em nenhum momento cerceamento as liberdades individuais, mas a defesa do republicanismo. Um bom exemplo para o Brasil, e em especial para nossos representantes e governantes.

  14. PAULO
    domingo, 29 de maio de 2011 – 18:14 hs

    MAIS UMA VERGONHA PARA O PARANÁ CARREGAR!!!!!!!!

  15. carlos
    segunda-feira, 30 de maio de 2011 – 9:41 hs

    Achávamos que em pleno século XXI as discussões sobre educação fossem outras!

  16. Alaor
    segunda-feira, 30 de maio de 2011 – 10:34 hs

    Ensino religioso tem que ter sim, no ensino religioso não se ensina que religião a pessoa tem seguir e tambem ansina-se historia esta ONU não tem moral para nem se quer citar o nome do PR,

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*