Campanha da "fitinha": mulheres pedem espaço | Fábio Campana

Campanha da “fitinha”: mulheres pedem espaço

Foto: Nani Góis

A deputada estadual Luciana Rafagnin (PT), a exemplo das organizações feministas que compareceram à conferência estadual da reforma política realizada na Assembleia Legislativa na semana passada, conclamou nesta segunda-feira (30) as paranaenses a se mobilizarem em favor da ampliação dos espaços de participação da mulher na política. Ela lembrou que a “campanha da fitinha” confere visibilidade à defesa do voto em lista fechada, com alternância de gênero – 50% de mulheres nas relações partidárias.

A matéria já foi aprovada na Comissão Especial do Senado que discute a reforma política, mas deve enfrentar muita resistência na sua tramitação na Câmara dos Deputados. “Temos de nos mobilizar, mostrar para a sociedade a importância da ampliação da participação da mulher nos espaços de poder, o que já foi aprovado pelos brasileiros quando elegemos a Presidenta Dilma, que por sua vez preencheu quase um terço dos cargos do alto escalão do governo com mulheres”, disse a deputada.


5 comentários

  1. Flávius
    segunda-feira, 30 de maio de 2011 – 19:34 hs

    Nesse país, os espaços estão sendo ocupados por cotas. É no ensino superior, em consursos públicos, nos ônibus, etc, etc. Vou pedir minha cota também: deficiente financeiro!

  2. Borduna
    terça-feira, 31 de maio de 2011 – 8:21 hs

    Voto em lista é antidemocrático…..

  3. Alaor
    terça-feira, 31 de maio de 2011 – 11:02 hs

    E ridiculo este negocio de lista fechada para as eleições é mais um golpe dos ladrões, quem defende este tipo de eleição nada mais é do que um safado e desonesto, porque com lista fechada só entra que eles querem. Outra coisa e aumentar cota para mulheres a Dep. paresse não conhecer o sistema eleitoral toda vida os partidos tiveram dificuldade de aranjar candidatas mulheres.

  4. Mírian Waleska
    terça-feira, 31 de maio de 2011 – 16:50 hs

    Vejam os quadros que enfeitam o gabinete da moça da “fitinha” Vê se tem condição de alguém dar créditos…

  5. conto o milagre mais o santo
    terça-feira, 31 de maio de 2011 – 21:43 hs

    Acho esta nobre Deputada uma ótima pessoa, do Bem, agora vim com esta chorumela, de voto em lista, cota racial, com este papinho de que mulher é inferior, sai fora cara Deputada, quer dizer que Mulher tem cota, e homossexual tem cota, vai ter um monte de gente que tem mandato e outros que perderam querendo participar das cotas tambem ai loca!,o voto tem que ser disputado um a um, a unica coisa que acho é que cada partido deveria receber uma verba publica e ser repartido igualitariamente entre todos os candidatos! pronto falei!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*