Assembleia calcula economia de R$ 232 mil com revisão de contratos | Fábio Campana

Assembleia calcula economia de R$ 232 mil com revisão de contratos

Ivan Santos do Blog Política em Debate

A Assembleia Legislativa calcula economia de R$ 232 mil desde fevereiro com a revisão de contratos e a realização de licitações, pregões eletrônicos e outras modalidades para contratação de serviços e fornecimento de materiais e produtos. Desde que a nova Mesa Executiva assumiu a administração da Casa foram feitas nove contratações de serviços por meio de convite, nove pregões eletrônicos, dois pregões presenciais, uma tomada de preço e a abertura de uma concorrência.

O deputado Plauto Miró, 1º secretário da Assembleia e responsável pela administração da Casa, lembrou que ao assumir a administração constatou que dos 36 contratos mantidos pela Assembleia, 18 estavam vencidos. Para os 18 vigentes a meta foi renegociar com as empresas, buscando sempre a redução de preço.

A maior economia deverá acontecer com a concorrência para contratação da empresa que produzirá os programas para a TV Assembleia. O contrato vigente custa para a Casa R$ 3,936 milhões por ano. Pelo edital de concorrência publicado na última sexta-feira o serviço teve preço máximo estipulado em R$ 3,840 milhões, que poderá ter redução na disputa das empresas concorrentes.

A Assembleia também economizou R$ 30.268,00 com a realização de um pregão eletrônico para compra de suprimentos de informática, material de limpeza e expediente. A disputa que aconteceu por meio do site da Bolsa de Mercadorias aconteceu no dia 25 de março.

Outra economia também foi registrada na contratação do seguro predial, feita também por meio de pregão eletrônico. Com preço máximo de R$ 62.979, o serviço acabou contratado por R$ 43 mil ao ano.


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*