Após pesquisa, PT admite lançar Gleisi em Curitiba | Fábio Campana

Após pesquisa, PT admite lançar Gleisi em Curitiba

Dirigente reconhece que bom desempenho pode levar partido a reavaliar decisão de preservar senadora para 2014.

Ivan Santos do Bem Paraná

O bom desempenho da senadora Gleisi Hoffmann nas pesquisas de intenção de voto para a prefeitura de Curitiba divulgadas no início da semana levaram o presidente estadual do PT, deputado Ênio Verri, admitir ontem pela primeira vez a possibilidade de rever a estratégia de preservá-la para a disputa pelo governo do Estado em 2014. Mesmo reafirmando a posição original de que Gleisi não é candidata à sucessão municipal e que o partido tem outros nomes para o confronto, Verri reconheceu que os petistas podem mudar seus planos caso percebam lá na frente que a senadora mantém reais chances de vitória na eleição da Capital.

A princípio, tanto a própria Gleisi quanto o comando petista paranaense tem descartado sua candidatura à prefeitura de Curitiba, com o argumento de que ela está apenas no início de um mandato de oito anos no Senado. E também com a perspectiva de lançá-la na eleição para o governo em 2014. Os números do Ibope e da Paraná Pesquisas revelados esta semana, porém, mexeram com a cabeça da cúpula do partido, que começa a enxergar uma possibilidade concreta de pela primeira vez desde a eleição de 2000, disputar a prefeitura da Capital em condições de relativa igualdade com o grupo que comanda a cidade há mais de 30 anos.

No levantamento da Paraná Pesquisas, em especial, Gleisi aparece tecnicamente empatada com o favorito para a prefeitura, o ex-deputado federal Gustavo Fruet (PSDB), e bem à frente do atual prefeito, Luciano Ducci (PSB). Segundo o instituto, Fruet teria hoje 24,6% das intenções de voto, contra 21,7% da petista; 15,7% do deputado federal Ratinho Júnior (PSC), e apenas 12,4% de Ducci. No caso do Ibope, a senadora só não aparece com boa pontuação porque não foi incluída na consulta estimulada. Mesmo assim, na consulta espontânea, surge com 2% da preferência, mesmo percentual do governador Beto Richa (PSDB).

O cenário se torna ainda mais atraente para Gleisi quando se considera que ela teria grandes chances de atrair o apoio de Ratinho Júnior, que integra a base do governo Dilma Rousseff (PT), somando assim o potencial de votos dos dois. Além disso Fruet, apesar de favorito, sofre resistência dentro do PSDB, que ameaça deixá-lo sem legenda para apoiar a reeleição de Ducci.

Fato novo — A divisão do grupo governista, aliás, é outro atrativo para os petistas pensarem em rever seus planos e terem a senadora como candidata já no ano que vem. Até porque os outros dois pré-candidatos do partido, o deputado federal Dr Rosinha e o deputado estadual Tadeu Veneri, ostentam índices de intenção de voto bem inferiores ao dela: 5,8% e 1,7% respectivamente. “Todo político fala que dessa vez não, mas vai chegando a eleição vai dando uma coceira”, brincou Verri. “Isso pode ser um motivo de provocação”, reconhece o presidente do PT paranaense, questionado sobre uma eventual mudança de planos caso Gleisi mantenha esse desempenho nas pesquisas ou até o amplie, no ano que vem, quando a eleição estiver mais próxima.

“Hoje a Gleisi é um nome bem lembrado, mas não é a nossa candidata. O quer não quer dizer que não podemos discutir isso no caminho. Estamos caminhando por uma direção, não quer dizer que é uma reta”, avaliou.

Para o deputado, o “fator Gleisi” poderia inclusive, mudar completamente o cenário que vinha se desenhando até aqui, de uma polarização entre dois nomes do mesmo grupo político ligados à situação tanto na prefeitura quanto no governo do Estado. “Isso mexeria com todo o quadro local. Poderia até afetar as divergências com os dois candidatos do governo local, e forçar a união dos dois”, prevê.


16 comentários

  1. vigilantes do peso
    quinta-feira, 5 de maio de 2011 – 11:08 hs

    depois da votação q conseguil..como SENADORA, não poderia ser diferente, está preparada a qualquer cargo.. principalmente a prefeitura da cidade..vendo por essas pesquisas demonstran seu desempenho…

  2. valter bianchini
    quinta-feira, 5 de maio de 2011 – 11:59 hs

    Atualmente Gleisi tem um papel muito importante no Senado e na articulação dos interesses do Paraná com o Governo Federal.Hoje é insubstituivel nesta função.As eleições municipais são importantes, mas para Curitiba,o PT deve encontrar outras opções.

  3. willian
    quinta-feira, 5 de maio de 2011 – 12:10 hs

    bom desempenho é brincadeira de mau gosto!

    ela já tem desempenho em Curitiba… perde de 70% a 20% para o Beto e pro Senado também perdeu, pro Fruet…

    Curitibano não aceita cara forçada de boa moça!

  4. WILSON ANTONIO
    quinta-feira, 5 de maio de 2011 – 12:11 hs

    GLEISI PREFEITA SEM MEDO DE SER FELIZ !!!

  5. Junocka
    quinta-feira, 5 de maio de 2011 – 12:25 hs

    Não tem chance e ainda vai sair queimada!

  6. voto nulo
    quinta-feira, 5 de maio de 2011 – 12:50 hs

    mais uma que vai fazer da politica a rapinagem. foi eleita pra ser senadora, não irá cumprir o papel, se eleita prefeita, vai quereser governadora e dai por diante e os eleitores, bem, os eleitores como diz o Dep João Plenário (praça é nossa) que se explodam.

  7. Street
    quinta-feira, 5 de maio de 2011 – 13:20 hs

    ERA SÓ O QUE FALTAVA MESMO, hoje em dia procuram pessoas para assumir cargos pelo numero de votos e não pela competência, ela foi eleita Ministra então que cumpra o papel em que o eleitor a designou. Ta virando moda isso, aqui em Curitiba foi a mesma coisa, o Prefeito largou a Prefeitura para concorrer a cargo de Governador, acho que tem que ser cumprido o mandado até o final.

  8. quinta-feira, 5 de maio de 2011 – 13:45 hs

    EU APOSTO MINHA BOIADA QUE SE NÃO GANHAR O FRUET ,GANHA O DUCCI,;;;;;;;;;;;;;;;;;;QUEM APOSTA??????????

  9. paulo
    quinta-feira, 5 de maio de 2011 – 13:47 hs

    OLHEM A ADM DO PT EM PINHAIS 10ª ARRECADAÇÃO DO ESTADO E TBEM O MENOR MUNICIPIO DO ESTADO. FORA A MIDIA O QUE ELA TEM FEITO, NADA.

  10. Anonimo
    quinta-feira, 5 de maio de 2011 – 13:58 hs

    Não tem como confiar nestas pesquisas na ultima eleição aconteceu tudo diferente do que elas diziam

  11. CAÇADOR DE PETISTAS
    quinta-feira, 5 de maio de 2011 – 13:58 hs

    Que venha então. Vai levar a maior surra. O PT, do fascista lula da Silva, não conseguiu dar continuidade ao combate da inflação do PSDB aliás, recebeu de graça do Governo anterior um pais que há pouco havia sido de uma crise econõmica e não conseguiu administrar. Que venha então qualquer Petisata, pois, vai apanhar da mesma forma indendentemente de ser mulher. PAUUUU NELAA.

  12. claudio
    quinta-feira, 5 de maio de 2011 – 15:01 hs

    Não é a hora da Senadora partir para mais uma eleição, mesmo sendo pela capital, Curitiba. Senhoras e senhores do PT deixem-na fazer o trabalho dela pelo estado do Paraná.
    Além de ser do partido da presidente, é uma mulher envolvida politicamente com diversas ações no Estado.
    Ela está apenas iniciando uma brilhante carreira política e pode elevar ainda mais o nosso Paraná no cenário nacional.
    Deixem-na em Brasília.

  13. jobalo
    quinta-feira, 5 de maio de 2011 – 16:31 hs

    Teem gente que tem a memoria curtaaaa!!!!!!! , lembram, que ela já fez mais de 2 milho~es de votos para senadora e perdeu para o alvaro dias, pois saiu a prefeita de curitiba , não fez nem pro fumo , apanhou mais do que boi na roça, Na fazenda rio grande tinha uma vereadora , chamada maria fernanda, que tinha sido eleita com 350 votos, apoiada pelo greca saiu a senadora, fez 350 mil votos, na proxima de vereador na fazenda não fez nem pra se eleger. Entãao sigam o velho bordão , xcada eleição é diferente, uma da outra.

  14. Dorgival Lima Pereira
    quinta-feira, 5 de maio de 2011 – 17:39 hs

    Acredito piamente não ser adequada e nem pertinente a candidatura de nossa Senadora à Prefeitura de Curitiba em 2012 !
    Sem desmerecer o cargo, que é estratégico e de extrema importância no cenário político do Estado e do País, a Senadora tem totais condições de disputar a candidatura e o pleito para o Governo do Estado em 2014. Sua atuação no Senado e sua presença na mídia todos os dias, render-lhe-ão muito mais influência e relevância politica no cenário do Estado e do País, do que como Prefeita eleita se assim o for. Além disso, e o compromisso com seus eleitores, dentre eles, me incluo, como ficaria ?
    Creio que o PT deve repensar sua decisão e deixar que a Senadora Gleisi continue o cumprimento de seu mandato, com o excepcional desempenho, destacando-se na tribuna e nos proejtos efetivos que defendem os interesses do Paraná e da base do Governo, num Senado Federal que ainda se recupera de tempos vergonhosos e que carece de parlamentares ão sérios e competentes como nossa Gleisi. Pelo menos essa é minha opinião !
    Dorgival Lima Pereira
    eleitor da senadora.

  15. Pedro Rocha
    quinta-feira, 5 de maio de 2011 – 20:05 hs

    A Gleisi tem um defeito só!
    Uma pena que uma moça com uma formação tão boa, não tenha recebido orientação paterna e/ou materna quanto às suas convicções políticas!
    Daria um belo exemplar político, não fosse a currumalha que a cerca, e o partido que a acolhe!

  16. cleiton sandes rodrigues
    quarta-feira, 8 de junho de 2011 – 15:14 hs

    Queria ver se o ex presidente Lula, que conseguiu tudo em seu mandato, menos o governo do estado mais poderoso da nação, teria a coragem de testar sua popularidade e sair candidato á sucessão de Alkimin em 2014 .

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*