20 mil trabalhadores em condição análoga à escravidão no Brasil | Fábio Campana

20 mil trabalhadores
em condição análoga à escravidão no Brasil

da Folha.com

O Brasil tem cerca de 20 mil trabalhadores em condição análoga à escravidão, segundo dados divulgados nesta sexta-feira pelo Ministério Público do Trabalho.

O ministério lançou hoje, em Brasília, a campanha nacional de combate ao trabalho escravo, com o objetivo de oferecer capacitação e ressocializar os trabalhadores.

“A campanha visa promover a educação e a conscientização do empregador, trabalhador e da sociedade”, afirmou a procuradora do Trabalho, Débora Tito Farias.

Segundo o ministério, a prática não é encontrada só no campo, mas também nas cidades, empresas e na construção civil.

“O trabalho escravo não está distante. Ele pode ser o que nós, como consumidores, usufruímos”, afirmou o procurador-geral do Trabalho, Otávio Brito Lopes, exemplificando que às vezes consumimos produtos de empresas que não zelam pela proteção de direitos dos trabalhadores.


2 comentários

  1. Sadi Melchiades
    sexta-feira, 27 de maio de 2011 – 17:05 hs

    E o Partido dos Trabalhadores, o que tem a dizer sobre o assunto após 8 anos e meio de governo?

  2. Borduna
    sexta-feira, 27 de maio de 2011 – 17:19 hs

    Caros, Depois do mensalão a letra T da sigla PT não tem mais o significado de Trabalhadores. Tem outros sentidos. Portanto, trabalho escravo no Brasil sob comando do PT, não é incoerente, É normal. Parem de fazer booling com o PT, pô….

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*