'Faço um mea-culpa por não ter agido antes', diz Valdir Rossoni | Fábio Campana

‘Faço um mea-culpa por não ter agido antes’, diz Valdir Rossoni


Por Heliberton Cesca, na Gazeta do Povo:
O presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, Valdir Rossoni (PSDB), admitiu no balanço de seus cem primeiros dias à frente do Legislativo, que ele e outros parlamentares poderiam ter se insurgido antes de chegar ao comando da Casa contra problemas crônicos de que todos tinham conhecimento.

Mesmo assim, o tucano faz um balanço positivo de sua gestão, que diz ser “totalmente diferente” das administrações anteriores do Legislativo.

Por outro lado, o parlamentar lamentou ainda não ter resolvido a situação de 114 servidores efetivos que estão sem função depois das mudanças administrativas na Casa e reclamou da cerimônia em torno da função de presidente do Legislativo paranaense: “Não me acostumo com segurança e com esse ritual do cargo.”

O balanço da gestão foi feito por Rossoni em entrevista a Gazeta do Povo nesta quinta-feira. O parlamentar diz que o controle de presença de deputados, o desconto no salário de quem faltar as sessões, a retirada dos seguranças, o fechamento da gráfica e a economia de recursos são alguns avanços já registrados.


6 comentários

  1. antonio carlos
    domingo, 15 de maio de 2011 – 19:22 hs

    Engana que eu gosto. Conta outra, porque esta não colou. Tony

  2. gustavo meier
    domingo, 15 de maio de 2011 – 19:59 hs

    No sábado entrevista, no domingo um anúncio da Assembleia de página inteira na Gazeta

  3. Flávius
    domingo, 15 de maio de 2011 – 21:49 hs

    Apreendi com meu pai que “o que os meus olhos veêm e o que meus ouvidos escutam, é de minha conta sim” e isso passei para minha filha. O que esse Deputados passaram aos seus filhos? Que legado deixaram? 90% dos poltíticos e mandatários que temos, agem com omissão e conveniência e isso se reflete na educação que temos; ou na falta dela! Eles foram e são eleitos para fiscalizar e cuidar da coisa pública e agora reconhecem que “deveriam” ter tomado providências quando ficaram sabendo das irregularidades e não o fizeram e vai ficar por isso mesmo? MP, esses elementos são réus confesso! Providências ou a omissão também permeia nesse meio?

  4. SEPULVIDA
    domingo, 15 de maio de 2011 – 22:23 hs

    Será Rossoni o herói que tanto precisamos?

  5. ivanowski
    domingo, 15 de maio de 2011 – 23:13 hs

    . Nooosssaaa!!!!! O RITUAL E A LITURGIA do CARGO, faz com que o VALDIRZão de Bituruna, ñ se acostume… Está tendo uma dificuldade mto grande de adaptação.

    . A importância do Cargo de Pres da ALP ( dita pelo MP de ‘reduto de corrupção’ ).

    . Até parece que ELE chegou este ano na ALP. Foi 1o. Secret. e administrativamente e financeiramente tudo passa por este cargo …

  6. Paolo
    segunda-feira, 16 de maio de 2011 – 0:13 hs

    mea culpa??? o sr. é culpado integral por ter sido primeiro secretário!!!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*