Traiano não aceita emendas do PT ao mínimo regional | Fábio Campana

Traiano não aceita emendas do PT ao mínimo regional

Foto Nani Gois

O deputado Ademar Traiano (PSDB), líder do governo na Assembleia, anunciou nesta segunda-feira (25) que não serão aceitas as emendas do PT ao reajuste de 6,9% ao salário mínimo regional proposto pelo Executivo.

O valor do mínimo foi estabelecido a partir de uma comissão tripartite que reuniu centrais sindicais, federações patronais e governo do Estado. A proposta de aumento de 14%, pretendida pelo PT, não encontra respaldo na realidade, explicou Traiano. “A realidade econômica do País não sustenta essa emenda, pois já estamos vendo inclusive a retomada da inflação com preocupação. Isso seria temerário para trabalhadores e empresários“.

O novo salário, se aprovado o reajuste de 6,9%, ficará entre R$ 708,74 e R$ 817,78, dependendo da faixa de atuação do trabalhador e entrará em vigor no dia 1.º de maio. Para isso, em função das emendas da bancada petista, Traiano apresentou neste segunda-feira (26) requerimento solicitando Comissão Geral de Plenário na sessão desta terça-feira (26) para analisar as emendas e o projeto. “Essa é uma medida para tornar mais célere a tramitação do projeto e que seja possível a aplicação deste reajuste no dia 1.º de maio”.

O deputado lembrou ainda que o menor salário mínimo do Paraná é 30% maior que o salário mínimo do governo federal. “E o maior salário mínimo regional é 50% maior que o salário mínimo do governo federal do PT.


7 comentários

  1. cadu
    segunda-feira, 25 de abril de 2011 – 19:04 hs

    Porque os petistas não vão pedir a Dilma esses 14%.

    RIDÌCULO

  2. CAÇADOR DE PETISTAS
    segunda-feira, 25 de abril de 2011 – 19:31 hs

    O PT, por sí só já é uma grande emenda.

  3. elvis
    segunda-feira, 25 de abril de 2011 – 20:30 hs

    sobem a água 16% e o minimo 6%, quem paga a diferença (10%)

  4. segunda-feira, 25 de abril de 2011 – 21:51 hs

    Os corruPTista devem pedir aumento de 14% em Brasília para a Dil-ma para os aposentados. Gostam de apurrinhar os outros, mas os seus, não?

  5. Sandino
    terça-feira, 26 de abril de 2011 – 10:39 hs

    Ah, tá, aqui pode ser 14%. Pq não reclamar com a dilminha que não deu nem metade disso. Bando de hipócritas

  6. CAÇADOR DE PETISTAS
    terça-feira, 26 de abril de 2011 – 12:18 hs

    Porque o PT, não se posicionou a favor de um aumento maior áquele que a cincompetente Dilma propos, sobre o salário mínimo nacional da mesma forma que faz aqui no Paraná? POPULISMO, faz parte do PT. bando de salafrários.

  7. SILVIO
    terça-feira, 26 de abril de 2011 – 12:37 hs

    Bem lembrado.

    Porque é que o PT não brigou por um aumento do salário mínimo nacional maior daquele que a muleta Dilma mandou pro Senado.

    Populistas e fisiologistas, isto mesmo.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*