ROSINHA:deputado paraguaio em Brasília | Fábio Campana

ROSINHA:deputado paraguaio em Brasília

De Carlos Alberto Pessôa para a Revista Ideias

Quando foi ao ar em 1973, o Tratado de Itaipu entre Brasil e Paraguai a propósito da construção da usina de Itaipu recebeu críticas lá e cá, ambas à esquerda do espectro político e ambas a clamar que o Tratado não atendia os interesses nacionais, o que levou sagaz observador a comentar:
– Se as burras esquerdas paraguaia e brasileira se opõe ao tratado esta é a melhor prova da sua perfeição.

Ao contrário do que as estúpidas esquerdas sustentavam, o Tratado de Itaipu não é jogo de soma zero, isto é, o que um ganha o outro perde, não; o Tratado é jogo de soma diferente de zero: os dois ganham!


Passado largo tempo, eis que o Paraguai elege presidente o demagogopopulista Lugo. E o populistademagogo Lugo pressiona o igualmente demagogopopulista Lula no sentido de uma revisão dos preços estipulados no Tratado. Demagogicamente, o populistademagogo Lula, que jurou defender os interesses do Brasil, cedeu às descabidas&demagógicas&populistas exigências do etcetcetc.

Para completar, o nosso querido dr. Rosinha, relator do projeto na Câmara de Deputados, não hesitou: triplicou os preços que pagaremos aos paraguaios para usar a energia de Itaipu que eles não tem condição de absorver. E assim o Brasil mais uma vez obriga o mundo, mundo, vasto mundo a curvar-se diante da sua nunca assaz louvada criatividade: deputado eleito por votos brasileiros a defender interesses paraguaios na Câmara de Deputados em Brasília.

P.S.:

Preciso lembrar que a grande usina nos custou em dólares dos anos 70 algo em torno de US$ 15 bilhões? Preciso lembrar que a contribuição paraguaia em dólares ou em qualquer outra moeda foi simplesmente igual a zero?


3 comentários

  1. quinta-feira, 7 de abril de 2011 – 16:04 hs

    Como diria o velho sábio venezuelano ou boliviano ou talvez equatoriano agora é a vez dos paraguaios em lograrem os BURROS DOS PETISTAS, a final é eles que estão no poder no BRASIL.

  2. tng
    quinta-feira, 7 de abril de 2011 – 18:39 hs

    Enquanto debatiam na câmara dos deputados em Brasilia, o pagamento de atrasados ao Paraguai, acontecia uma situação interessante numa agência da Previdencia aqui em Curitiba. Eis os fatos
    Próximo.
    Bom dia!
    Bom dia!
    O senhor quem é?
    Sou aposentada?
    Tudo bem. Passa ali naquele balcão, pega a senha.
    Demora?
    Um pouco. Após faz o cadastramento. Leva cerca de meia hora, depois de uma semana a senhora pode retirar o seu benefício.
    Ah…
    Teve aumento.
    Sim, um bom aumento, algo de R$ 15,00.
    Muito obrigada então…
    Imaginei a seguinte cena:
    Bom dia !!
    O senhor quem é?
    Sou o L… do Paraguai!
    Vim buscar os atrasados prometidos em campanha.
    Só um minutinho.
    Esta tudo bem.
    Basta passar na tesouraria e pegar seu Cheque.
    Hoje mesmo?
    Não, hoje só pode levar R$ 340 milhões, ai no ano que vem passa aqui buscar o resto…

    Eta Brasil mermo!!

  3. Deutsch
    quinta-feira, 7 de abril de 2011 – 20:57 hs

    A esquerda nunca vai deixar de ser burra. Atualmente ela tá mais esperta pois tá conseguindo roubar um monte dos cofres públicos, pois já se vão 9 anos e a sangria continua deslavadamente. E por cima colocaram uma assaltante de banco cuidando do cofre. Brincadeira isso.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*