Jucá e Alvaro discordam sobre MP que leva indústria para o Nordeste | Fábio Campana

Jucá e Alvaro discordam sobre MP que leva indústria para o Nordeste

Da Agência Senado

O líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), prevê para a próxima quarta-feira (27) a votação da medida provisória 512/10, que concede incentivos fiscais para o desenvolvimento da indústria automotiva instalada no Norte, Nordeste e Centro-Oeste do país.”Em princípio, tem acordo para votarmos, sim”, adiantou o parlamentar. Mas não é o que pensa o senador Alvaro Dias (PSDB-PR), líder da oposição.

Lido na sessão de terça-feira (19), depois de votado na Câmara, o texto vai ser examinado na forma de projeto de lei de conversão (PLV8/11) e será relatado pelo senador Humberto Costa (PT-PE).

Jucá disse que a sessão de terça (19), quarta (20), e as de segunda (25) e terça (26) somam o prazo necessário para a matéria ser votada. Já o líder do PSDB, Alvaro Dias (PR), disse que não tem acordo.

“Não fui procurado para acordo nenhum. O que ficou acertado com o presidente da Casa, José Sarney, foi que começaremos a votar os projetos temáticos, começando pelas matérias referentes à saúde. Não conheço essa medida provisória que acaba de chegar da Câmara e, como de costume, deixam tudo para a última hora”, argumentou.

A MP 512/10 foi assinada no ano passado pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva, sob o argumento de que a indústria automotiva brasileira passa por momento peculiar porque, se de um lado a produção, os empregos e as exportações crescem, de outro lado as importações estão crescendo mais ainda.

O resultado é que o setor automotivo, que vinha superavitário no mercado internacional até 2008, teve déficit em 2009, prenunciando novos déficits, em todos os seus setores, inclusive no de autopeças.


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*