Gustavo Fruet vai conversar com Guerra sobre seu futuro | Fábio Campana

Gustavo Fruet vai conversar com Guerra sobre seu futuro

Elizabete Castro do Estado do Paraná

O ex-deputado federal Gustavo Fruet (PSDB) se reúne na próxima segunda-feira, 25, em Recife, com o presidente nacional do PSDB, Sérgio Guerra. Gustavo vai aproveitar convite para ir a Pernambuco participar de um ciclo de debates sobre reforma política para atender a uma solicitação de Guerra, que pediu para conversar com o tucano paranaense sobre a sucessão municipal de 2012.

Gustavo está naquele momento de definição entre ficar no PSDB e correr o risco de não ser indicado candidato ou encarar o desafio de se filiar a outro partido que garanta sua participação na disputa à prefeitura de Curitiba no próximo ano.

Gustavo disse que não espera nenhum tipo de posição determinante da parte de Guerra no impasse local, onde o PSDB, ou algumas de suas principais lideranças, mostram-se simpáticas à hipótese de apoiar a reeleição do prefeito Luciano Ducci (PSB).

Mas o encontro pode ajudar Gustavo a saber até aonde vai o apoio da direção nacional ao projeto da candidatura própria. “Ou tenho a possibilidade de construir ou vou buscar uma alternativa. Não tem como ficar paralisado ou competir dentro da estrutura burocrática do partido”, afirmou o ex-deputado.

Na nova executiva estadual, que vai decidir sobre a possibilidade de Gustavo assumir o comando do partido, em Curitiba, a composição ainda é antiga. E até agora, o ex-deputado tucano não esqueceu que sua candidatura ao Senado foi derrotada por onze votos a dois nesta mesma executiva, no início do ano passado. Gustavo somente concorreu porque o ex-senador Osmar Dias (PDT) desistiu da aliança com o PSDB e a vaga, então, sobrou para o tucano.

Na estrutura de poder dos tucanos em Curitiba e no diretório estadual, as conexões com Ducci são sólidas. Vários dos tucanos próximos ao governador Beto Richa, que permanece em silêncio sobre suas preferências, têm ligações com Ducci. Entre eles, o presidente da Sanepar, Fernando Ghignone, o secretário da Saúde, Michele Caputo, Juraci Barbosa, presidente da Agência de Fomento do Paraná.

Até junho, o tucano está disposto a conversar, ouvir, discutir. Depois disso, afirma que não vai mais esperar. “Não vai ser como foi para o Senado. Não vou ficar esperando a catástrofe. Eu já disse na convenção (realizada domingo passado) que não vou ficar preso à estrutura burocrática”, declarou Gustavo.


14 comentários

  1. Mauricio
    quinta-feira, 21 de abril de 2011 – 15:36 hs

    tem q definir logo mesmo, o Governador pelo visto nesse inicio de mandato nao é de valorizar os companheiros verdadeiros, e sim garantir a governabilidade e a reeleição dele

  2. PAULO
    quinta-feira, 21 de abril de 2011 – 15:48 hs

    SERÁ QUE O FRUET SERÁ ESTÚPIDO DE ACREDITAR NAS PROMESSAS DE RICHA????
    SE ACREDITAR, MERECE CONTINUAR NO LIMBO!

  3. CLOVIS PENA -
    quinta-feira, 21 de abril de 2011 – 16:03 hs

    Partido ? Eis a questão.

    Discutir ligações, com terceiros, por melhores que sejam, ao arrepio da busca de uma definição de partido, é querer transformar o geral, o coletivo, em particular, em individual.

    Se, de início, o pressuposto é buscar um valor externo para liderar uma chapa, fica expressa uma hipótese de insuficiência interna ou uma opinião de que se prefere, por algum motivo, outra alternativa.

  4. OSSOBUCO
    quinta-feira, 21 de abril de 2011 – 16:03 hs

    Meus Deus, o cara não sabe ainda que já foi rifado?
    Alguém pode fazer o favor e avisá-lo?

  5. maria alice de mello cordeiro
    quinta-feira, 21 de abril de 2011 – 16:10 hs

    Não tem que esperar,voce Gustavo e o nosso Prefeito converso com muita gente e só dá Gustavo voce ajudou nosso Beto Richa lute pelo que voce quer Prefeito 2012.

  6. Borduna
    quinta-feira, 21 de abril de 2011 – 17:01 hs

    Partido que lhe garanta candidatura….ora pois. O próprio PSDB não garante. Vá para onde for, terá de disputar uma convenção partidária e se arriscar a perder. Ou então vai para partido de cacique que dá garantias, o que não coaduna com o que o povo pensa que ele Fruet seja. Cinuca de bico Guga….mexa-se e saia pela tabela, lembrando-se que o pano da mesa é Verde……

  7. Sergio
    quinta-feira, 21 de abril de 2011 – 18:05 hs

    VA EM FRENTE GUSTAVO.
    BUSQUE SEU ESPAÇO EM QUALQUER OUTRO PARTIDO PORQUE ESSE BANDO DE TRAIRAS DO PSDB VAI TE SUFOCAR.
    VEM AI UM NOVO PSDB ENXUTO E SEM EXPRESSÃO, APENAS MANDATO, NADA MAIS

  8. Ferreira
    quinta-feira, 21 de abril de 2011 – 18:34 hs

    Tá na hora do Beto Richa dar um basta nesta discussão e definir logo o seu candidato.
    Assim teria mais tranquilidade de administrar o Paraná.
    Será que nao esta na hora de mudar o calendário eleitoral para acabar com essas situaçoes.

  9. Diego
    quinta-feira, 21 de abril de 2011 – 19:39 hs

    Só não saia para voltar ao PMDB, por que se juntar a Requião é suicídio político.

  10. j. antonio
    sexta-feira, 22 de abril de 2011 – 2:12 hs

    Apesar de não ser filiado a partido nenhum, tenho simpaptia pelo PSDB da mesma forma por seu lider maior, o Governador Beto Richa. Entretanto está na hora (ou passando dela) do 1º mandatário definir sua posição com relação a eleição de Curitiba/2012. O mais sensato e correto seria apoiar Fruet para a Prefeitura. Deixando claro isso. O atual Prefeito, com o respeito que mereçe, é apenas um coadjuvante desta situação. Posição que manterá como candidato-mor. Seria muito irônico, Gustavo Fruet que [grifa-se], abriu mão de uma reeleição garantida para a Câmara dos Deputados afin de ajudar a eleger o Governador. Trocou o certo pelo duvidoso, quase chegando lá e fazendo em Curitiba mais votos que qq. um dos eleitos no pleito. Ao derrotar Requião (ex-prefeito, ex-senador. ex-governador por 3 vez), Gustavo Fruet já deixou sua marca, mostrando -assim- seu otencial de voto. Mais, mostrandoque tem lenha pra queimar na sucessão eleitoral. Gustavo, se apresse enquanto há tempo. Abrindo mão de si, o governo estadual vai perder mais que uma eleição (ou sua manutenção no poder) e sim mostrar sua falta de lealdade com seus companheiros. Nesse caso da melhor qualidade.

  11. Dizao
    sexta-feira, 22 de abril de 2011 – 5:47 hs

    Se Guga! saia enquanto é tempo, busque outro partido, não seja tao ingenuo com na eleição passada.

  12. Vlemainski-Cascavel
    sexta-feira, 22 de abril de 2011 – 9:41 hs

    Será que a ESTRONDOSA votação do Fruet na última eleição para o senado não diz alguma coisa aos dirigentes partidários do PSDB?
    A quem o Gustavo incomoda?
    Já experimentaram ouvir o eleitor?

  13. sexta-feira, 22 de abril de 2011 – 12:31 hs

    Oque se espera do futuro prefeito é no minimo uma postura firme, não queremos mais uma marionete na prefeitura, está mais que na hora de termos em Curitiba alguém que lute por essa cidade baseado em ideais e não por uma agencia de marketing. Mostre que vc será um bom prefeito tomando decisões duras porém incisivas, mude logo de partido, garanta a sua candidatura e comece a trabalhar. Vc é Gustavo Fruet e não apenas filho do nosso querido Maurício, ou seja vc já é homem portando chega de esperar a benção do Richa, mesmo pq vc nem precisa dela.

  14. Milton Santos
    sábado, 23 de abril de 2011 – 0:40 hs

    Vai Gustavo.
    Ache seu caminho,não fique aí pedindo favores a ninguém.
    Te conheço e sei da sua competência.
    Curitiba precisa de voce.
    Nós paranaenses sabemos da sua capacidade
    Procure meu voto na 153 ok.
    Boa sorte

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*