Governo encontrou segurança pública sucateada | Fábio Campana

Governo encontrou segurança pública sucateada

De acordo com o levantamento da equipe de governo, apresentado hoje na coletiva, a escalada da criminalidade, principalmente na região de Curitiba, ocorreu ao mesmo tempo em que a estrutura da segurança pública era sucateada. Além da redução do contingente de policiais civis e militares, as delegacias estão superlotadas (40 foram interditadas), obrigando mais de 2 mil policiais a trabalhar na custódia e carceragem, que não são função da Polícia Civil. No Instituto Médico Legal de Curitiba havia 119 corpos não entregues aos familiares, alguns desde 2008.

A frota de veículos policiais está sucateada e defasada em tecnologia embarcada e de equipamentos de informática. Faltam vagas em presídios, colônias penais agrícolas e industriais, por isso apenas 21% dos presos de penitenciárias trabalham.


22 comentários

  1. Parreiras Rodrigues
    terça-feira, 12 de abril de 2011 – 15:38 hs

    Para esconder sua incapacidade administrativa , mostrada nas áreas da Segurança, da Saúde, da Educação, da Infraestrutura, agride Beto com tacadas pontuais, como a que escrachou o chefe ( demissionário ) do Iap cascavelense.

  2. Graciano
    terça-feira, 12 de abril de 2011 – 15:40 hs

    Restam mil policiais em todo Pr para fazer seu oficio de investigar, ainda dizem que o PR é um estado Avançado..kkk

  3. Caju Cajuru
    terça-feira, 12 de abril de 2011 – 15:51 hs

    Estou impressionado, quanta competência.
    Demoraram 04 meses para dizer o que todo mundo já sabe.

    Só uma correção: 40 delegacias interditadas mas só no papel.
    Tbem pudera temos um MP inoperante e juizes pelego, essa é a avaliação do CNJ sobre o nosso judiciario. (mas em outros termos é claro).

  4. Solange Arruda
    terça-feira, 12 de abril de 2011 – 15:56 hs

    Onde está o choque de gestão ??
    Se queres mostrar serviço é só contratar os policiais civis aprovados no ultimo concurso.
    Só estamos aguardando a canetada do governador,

  5. Nunzio Namala
    terça-feira, 12 de abril de 2011 – 16:04 hs

    INTEGRA DO DIAGNOSTICO:

    http://www.aen.pr.gov.br/modules/noticias/article.php?storyid=63146&tit=Integra-do-Diagnostico-de-Gestao-da-Situacao-Estrutural-e-Administrativa-do-Estado-em-31.12.2010

  6. GETULIO
    terça-feira, 12 de abril de 2011 – 16:18 hs

    MAs p/ as Festas. OPESSUTÃO tinha muiiito $$$$

  7. terça-feira, 12 de abril de 2011 – 16:24 hs

    Devera haver um meio de colocar esses dois criminosos do dinheiro público na cadeia, ( requião e pessuti ), como pode um governante assinar um contrato um dia antes de sair do governo, é muito facil contrair despesas, assinar contratos para outros cumprirem, uma pena que homens com cabelos brancos continuem agindo desta maneira, e o povo ainda tem coragem de eleger um bruta monte como esse a senador da republica e o outro fica mendingando um cargo no governo deferal, bando de boca de lixo.

  8. Flávius
    terça-feira, 12 de abril de 2011 – 16:30 hs

    A SESP obrigatóriamente teria que fazer esse levantamento para identificar os reais problemas em sua área. Agora, isso feito, partirá para a solução, que é investimento pesado para reestruturar toda a PC, com pessoal devidamente habilitado, preparado; com delegacias paramentadas tecnologicamente e nova frota de viaturas; IML novo e moderno; Instituto de Identificação aparelhado à altura de sua real importância, com isso podendo proporcionar bons serviços a comunidade. Hoje em dia é fundamental que todo servidor público, principalmente na área da segurança, tenha acesso, individualmente, ao computador, ferramenta de trabalho. Estive hoje na TRE fazendo o recadastramento biométrico eleitoral e os equipamentos que lá vi, 250 bancadas completas equipadas para realizar esse serviço me faz perguntar: quantos equipamentos similares àqueles possui a Policia Civil? Segurança se faz com informação, com tecnologia de ponta. Vamos lá, meu Paraná, pois se não formos agéis o suficiente, corremos sério risco de transformar-nos no Rio de Janeiro de alguns meses atrás. Os bandidos, as quadrilhas, estão fugindo de lá e irão se estabelecer em nosso estado pois nossa segurança está frouxa. Vamos fechar a porta agora ou só depois do ladrão entrar vamos tomar providência? Qualidade de vida é educação, saúde, segurança!

  9. Nelson
    terça-feira, 12 de abril de 2011 – 17:25 hs

    Só um detalhe.
    Como contratar policiais se o Estado está literalmente QUEBRADO!!!
    Se liga pessoal!!!

  10. roberto carlos
    terça-feira, 12 de abril de 2011 – 18:37 hs

    Ué, mas o roberto carlos não era o melhor secretário de segurança do hemisfério sul? Cade o baixinho para rebater fatos incontroversos? Só sabe arrotar quando está em baixo da saia da maria louca, agora fica quitinho tal qual criança cagada!

  11. jc
    terça-feira, 12 de abril de 2011 – 21:26 hs

    Definitivamente esse governo veio para chocar os paranaenses. O Super entende muito de choque de gestão. Estou chocado até agora.

  12. Jonas
    terça-feira, 12 de abril de 2011 – 22:10 hs

    Contratar policiais é só parar de gastar com o que é supérfluo… O governador disse que a Segurança era sua prioridade número um!
    Ou faz as coisas ou pede pra sair…

  13. SAMURAI
    terça-feira, 12 de abril de 2011 – 23:00 hs

    Educação, saúde e segurança sucateada …
    Advinha onde não existe sucateamento em nenhum momento ?

    BOLSO DOS POLÍTICOS !!

    Acorda zé povinho … vem eleição por aí …

  14. Enquanto isso nos EUA
    quarta-feira, 13 de abril de 2011 – 1:53 hs

    BMW ganha contrato para equipar carros de polícia dos EUA
    Ford Crown Victoria carro da polícia em Nova York
    Os dias do “clássico” carro-patrulha dos EUA são numeradas
    Montadora de luxo alemã BMW, assinou um contrato no valor de aproximadamente um bilhão de euros (US $ 1,35 bilhão) para fornecer motores diesel e outros componentes para uma nova geração de carros da polícia dos EUA.
    http://translate.google.com.br/translate?hl=pt-BR&langpair=en|pt&u=http://www.dw-world.de/dw/article/0,,5379228,00.html

  15. João Bosco
    quarta-feira, 13 de abril de 2011 – 2:35 hs

    As instalações hoje das delegacias de polícia a maioria são prédios inadequados para o trabalho policial, são velhas, insalubres, sem iluminação natural, e com superlotação de presos. O dinheiro do fundo rotativo e mal aplicado, com reformas sem projeções ou acompanhamento de engenharia. Apenas faixadas para tantos problemas estruturais. O dinheiro do Funrespol e administrado sem critérios técnicos eleva gastos sem precedentes com desvios de finalidade. As viaturas do Estado são mal conservadas, ou por uso inadequado, ou falta de manutenção, pois não há controle administrativo da frota. Os equipamentos de uso da polícia são oferecidos para grupos especiais, enquanto a maioria precisa trabalhar com pouco efetivo, e sem acessórios para o devido serviço policial. Os policiais novos deveriam estar nas delegacias porém politicamente acabam no serviço administrativo, ou sendo encaminhados a outros órgãos, existem mais de 300 cargos comissionados fora do DPC, isso é desolador. Precisamos avaliar os nomes que hoje estão estrategicamente trabalhando com o dinheiro público e que gerencia a Policia Judiciária do Paraná. Temos que mudar conceitos antigos, e realmente reinar a decência e a moralidade dentro do quadro da nossa polícia, pois só assim teremos resultados positivos, com gerenciamento, delegacias com instalações decentes, efetivo adequado, salários dignos, e tecnologia aberta sem restrições, e viaturas decentes, sem refugos de montadoras.

  16. Angus Young!
    quarta-feira, 13 de abril de 2011 – 8:00 hs

    “ok ..ok então mãos a obra …ninguém obrigou o Sr. ser Governador ..muito pelo contrário investiu muito nesta odisséia política…agora é pegar a cambada e mostrar serviço e parar de falácia acho que 04 meses de ´”trololó” já basta não é….?

  17. Tarzan
    quarta-feira, 13 de abril de 2011 – 8:05 hs

    Mentem e não vão fazer nada,a não ser acertar as propinas.

  18. Carlitos Esteves
    quarta-feira, 13 de abril de 2011 – 9:56 hs

    Substituam os funcionários que os secretários Durval Amaral e Cláudio Romaneli mantêm ilegalmente na Assembléia por novos policiais militares. Já seria um bom começo para amenizar o problema de segurança pública no Paraná.

  19. Pedro de Jesus Colaço
    quarta-feira, 13 de abril de 2011 – 10:02 hs

    Segurança pública é direito constitucional de todos e dever do Estado. É função para profissionais, de direito e de fato. É serviço público essencial, prioritário e não pode ser improvisado. A comunidade precisa de segurança preventiva, especialmente policiamento nas ruas, e de respostas imediatas e efetivas, atendimento rápido, no caso de ocorrências, procedimentos investigativos que elucidem os delitos e levem os infratores para a cadeia. Isto não é possível quando há apenas um plantão, noturno, na Polícia Militar, e um Investigador (“carcereiro”) na Delegacia. Mesmo o registro de BO requer profissionais, pois isto serve de orientação ao atendimento e aos procedimentos investigativos, incluso o TCIP ou inquérito. Chega de apaniguados políticos atendendo em Delegacias como se policiais fossem (“bate-paus”, “X-9”, etc.). A segurança da cadeia pública deve ser feita pelos agentes penitenciários, não por policiais civis ou militares, cujas funções são específicas de polícia. Um município sede de Comarca não pode ter menos de seis investigadores e dois Escrivães de Polícia e um Delegado de Polícia Civil, e toda a infraestrutura necessária e pertinente, mais policiais militares em condições de fazer o policiamento ostensivo preventivo e repressivo fardado, diuturnamente. O “crack”, esta nefasta praga, está invadindo muncípios com menos de 5.000 habitantes, levando desespero às famílias e arrebentando crianças e adolescentes. O Beto Richa foi eleito para mudar essa situação lamentável de nossa segurança, onde, dantes, a intransigência, a radicalidade e a politicagem deram lugar à calamidade, o improviso susbstituindo a racionalidade. Mudanças já estão ocorrendo. Cremos que pior do que era não ficará. A segurança pública tem que ser compartilhada com os muncípios. Os Prefeitos não podem alhearem-se a tão importante serviço. Criar Conselhos Municipais de Segurança Pública é envolver o Município diretamente no assunto. Conselho Comuntário de Segurança Pública é entidade direferente. Municípios maiores devem ter uma Secretaria de Defesa Social (Segurança Pública) e, atendidos os requisitos legais, também uma guarda municipal. E a sociedade tem que cooperar. Não pode ficar apenas chorando ou criticando.

  20. Eu
    quarta-feira, 13 de abril de 2011 – 10:24 hs

    É a incompetencia extrema e jamais vista na galáxia Via Lactea….daqueles dois….o gardenal homofóbico e o anaozinho de presépio….quanta incompetência juntas….tinham que ir PARA A CADEIAAAAAAA

  21. interior
    quinta-feira, 14 de abril de 2011 – 9:08 hs

    é…na época do lerner policia andava de 38 e carro locado. na época do requiao, pistolas, metralhadoras e carros do estado. quem sucateou a segurança?

  22. LOLLA
    quinta-feira, 14 de abril de 2011 – 14:58 hs

    NOSSA FALAR EM LERNER A ESSA ALTURA DO CAMPEONATO É SACANAGEM……..OU FALTA DO QUE FALAR….

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*