Diagnóstico de um Estado abandonado | Fábio Campana

Diagnóstico de um
Estado abandonado

Neste momento, o chefe da Casa Civil, Durval Amaral, apresenta diagnóstico da situação do Estado encontrado pelo governo Beto Richa desde a posse. Parece mais a constatação de um Estado abandonado. Obras inacabadas, estruturas precárias, caos na rede hospitalar e a sistemática de empurrar pagamentos para gestões posteriores. Este é o retrato do Paraná encontrado por Beto Richa.

Segundo Amaral, as denúncias de irregularidades serão encaminhadas ao Ministério Público e ao Tribunal de Contas, para apuração de responsabilidades. O chefe da Casa Civil enfatizou não tratar-se de retaliação política, mas de “prestação de contas à população”.


13 comentários

  1. Jango
    terça-feira, 12 de abril de 2011 – 12:18 hs

    Vamos ver o que acontece.
    Mas, a partir dessa posição, a sociedade, através de entidades representativas, deveria acompanhar, pois, se deixar nas mãos das ditas “autoridades de controle público” (MP e TC), comprometidas como estiveram com seu “desapercebimento” dessa situação nesses últimos oito anos – e denúncias públicas não faltaram – pouco será feito, se tanto.
    Se quiserem todos, terá consequencias.
    É lamentável que a irresponsabilidade de gestores públicos passem aos noticiários somente como “herança maldita” e não como apuração, na forma da lei.
    Só vencendo esse obstáculo a sociedade poderá merecer o respeito devido daqueles que se julgam “donos do poder” e imunes a responsabilização no trato da res publica.

  2. terça-feira, 12 de abril de 2011 – 12:39 hs

    Isso é o que todos governadores falam dos anteriores,eles deveriam virar o disco,tudo desculpas para não fazer nada.

  3. Kalunga
    terça-feira, 12 de abril de 2011 – 12:45 hs

    O negócio é Beto entregar as irregularidades para o Ministério Público e começar a trabalhar e não ficar pensando no antecessor.

  4. terça-feira, 12 de abril de 2011 – 12:49 hs

    Então, mãos a obra moçada que o prazo pedido para por a casa em ordem , venceu semana passada.

  5. Luiz Alfredo
    terça-feira, 12 de abril de 2011 – 13:16 hs

    O que me intriga é que o Sr. Durval Amaral sabia de tudo isto enquanto Deputado dos oito anos do Requião. Vivia lambendo as botas do Romanelli, agora vem dar uma de Bom Samaritano.

  6. LUCIA
    terça-feira, 12 de abril de 2011 – 13:31 hs

    O REQUIÃO MOSTROU QUE NÃO SABE ADMINISTRAR NEM SEQUER A SUA CASA AÍ ESTÁ A PROVA

  7. PAULO
    terça-feira, 12 de abril de 2011 – 13:34 hs

    ELE VAI FICAR FICAR SE QUEIXANDO ATÉ RENUNCIAR, OU VAI COMEÇAR A TRABALHAR???

  8. Sergio Silvestre
    terça-feira, 12 de abril de 2011 – 13:34 hs

    Ora gente,essa turma é de cascateiros,vocês em curitiba dava bons indices a beto richa,elegeram o requião porque teria alguma coisa boa,tão reclamando de que.
    Aqui em londrina a exposição bate recordes,a cidade é bem administrada,agora dá para perceber que quem chora são pessoas ligadas a politicos com algum cargo.
    Eu que não dependo de politica para me manter,vejo com outros olhos,e não preciso ficar bajulando ninguem.
    A maioria dos comentários do blog partem de curitiba,já olharam para sua cidade?Já viram o que está acontecendo com segurança e saude?Quem é os culpados!São os que estão no poder a muito tempo,ai é facil dedusir quem são os culpados.
    Culpados é o msr taniguchi,sr richa e tem uns resquicios ainda do velho lerner.

  9. BAGRINHO DE PARANAGUÁ
    terça-feira, 12 de abril de 2011 – 14:06 hs

    VAMOS ACABAR COM REQUIÃO

  10. Marcão
    terça-feira, 12 de abril de 2011 – 14:53 hs

    Governo do ódio!!! Só fala mal dos antecessores, e não faz nada para sequer amenizar a situação!

  11. PICA PAU
    terça-feira, 12 de abril de 2011 – 14:54 hs

    Cíumes de macho. Tão querendo oquê?
    Na capitania são os mesmos que mandam a quatro séculos.
    Só trocam as coleiras, as cachoros são os mesmos.

  12. lgringo
    terça-feira, 12 de abril de 2011 – 15:09 hs

    Esta certo o titulo estado abandonado.
    ja se vao 100 dias de lorota

  13. CAÇADOR DE PETISTAS
    terça-feira, 12 de abril de 2011 – 21:09 hs

    Por aqui, há aproximadamente 35 anos, instlou-se o império de Requião. Eis o motivo deste Estado estar assim, “quebrado”.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*