Cooperativa da Argentina vai atuar no Paraná | Fábio Campana

Cooperativa da Argentina vai atuar no Paraná

O secretário da Indústria, do Comércio e Assuntos do Mercosul, Ricardo
Barros, e o presidente da Organização das Cooperativas do Paraná
(Ocepar), João Paulo Koslovski, receberam nesta segunda-feira (4), em
Curitiba, uma comitiva da Sancor Cooperativa de Seguros Ltda, com sede
em Sunchales, estado de Santa Fé, Argentina.

A Sancor tem nove empresas coligadas e é a maior seguradora da
Argentina, com atuação no Uruguai, Equador, Bolívia e Paraguai. No
Brasil, a empresa tem um escritório de estudos técnicos em Campinas,
interior de São Paulo, e já confirmou que terá, a partir de setembro,
uma representação também no Paraná. Em 2010, a cooperativa teve um
faturamento de 1 bilhão de dólares.

O grupo, que está em viagem de intercâmbio ao Paraná, esteve na sede
do Sistema Ocepar e acompanhou uma explanação de Koslovski sobre o
cooperativismo paranaense.

O secretário Ricardo Barros reforçou a intenção do Paraná de se
aproximar e trabalhar em parcerias com as cooperativas argentinas.
Segundo Barros, a Sancor é um exemplo de sucesso no cooperativismo de
seguros, e sua instalação será muito positiva para o estado.

“O seguro agrícola no Paraná e no Brasil está ainda engatinhando, mas
começa a ter agora o seu desenho, para converter-se numa garantia de
renda fundamental dos produtores. Penso que podemos aprender muito com
a experiência da Sancor”, afirmou.

Liderando a comitiva argentina, o presidente da Sancor Cooperativa,
Raúl Colombetti, explicou que há um crescente interesse das
cooperativas do país, sobretudo nos estados de Santa Fé, Córdoba e
Entre Rios, em aprofundar o conhecimento sobre o cooperativismo
paranaense.

“Esta é uma viagem muito importante e viemos ao Paraná para aprender
sobre organização e representatividade e conhecer a estrutura e o
trabalho das cooperativas”, disse.

Sobre negócios, Colombetti afirmou que os detalhes sobre a forma de
atuação da Sancor no Paraná ainda estão em estudo. “Estamos planejando
em que vamos atuar, se no seguro agrícola, pessoal ou patrimonial.
Tudo estará definido nos próximos meses”, afirmou. O dirigente também
não quis adiantar o município que sediará a Sancor. “Será no Paraná,
pode ser em Curitiba ou Maringá, mas não podemos anunciar ainda”,
acrescentou.

INTEGRAÇÃO – O presidente Koslovski destacou a vinda da comitiva da
Sancor e afirmou que o intercâmbio entre Paraná e Argentina e demais
países do Mercosul tem tido forte impulso nos últimos anos.

Em 2008, participantes do Programa Internacional de Formação de
Executivos e Líderes Cooperativistas, desenvolvido pelo Sescoop/PR,
estiveram na cidade de Sunchales, capital do cooperativismo da
Argentina e sede da Sancor, dando início a um processo de aproximação
entre os sistemas.

“A busca por uma maior integração no cooperativismo é muito
importante, pois o intercâmbio cria condições para que aconteçam mais
ações de cooperação entre cooperativas dos países do Mercosul. Dessa
forma, podemos aproveitar experiências bem-sucedidas de outros
sistemas e repassar também informações sobre nossa atuação. É uma rede
integrada em plena formação” explicou.

Também participaram da recepção à comitiva o superintendente da
Ocepar, José Roberto Ricken; o superintendente adjunto, Nelson Costa;
e os gerentes técnico e econômico Flavio Turra; de Desenvolvimento e
Autogestão, Gerson José Lauermann; e de Desenvolvimento Humano,
Leonardo Boesche.

A comitiva formada por 22 cooperativistas argentinos terá uma semana
de agenda cheia. Acompanhado do assessor técnico da Ocepar, Alexandre
Amorim Monteiro, e com o apoio logístico da Cooperativa Paranaense de
Turismo (Cooptur) o grupo visitará as cooperativas Sicredi, Unimed,
Castrolanda, Batavo, Cocamar, Sicoob, Coamo, Copacol, C.Vale,
Copagril, Sicoob Oeste, Coodetec, Coopavel, Frimesa e Lar.


Um comentário

  1. AGUAVE
    terça-feira, 5 de abril de 2011 – 8:29 hs

    Concorrência é salutar, mesmo no meio cooperativista.
    Em time que está ganhando, mexe-se sim, para ganhar mais e melhor.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*