Suplicy critica Kassab e defende volta de Delúbio | Fábio Campana

Suplicy critica Kassab e defende volta de Delúbio


Do IG

Senador disse que não é possível saber quais ideais serão defendidos por Kassab em seu novo partido
O senador Eduardo Suplicy (PT-SP) não quis tomar uma posição sobre a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de deixar para as eleições municipais de 2012 a aplicação da Lei da Ficha Limpa. “É preciso respeitar os argumentos daqueles que avaliaram que a lei só poderá valer no ano seguinte ao da promulgação”, disse hoje, dia 26, o senador, antes de seminário estadual realizado pelo PT na capital paulista.

Suplicy acredita que, com a anulação dos efeitos da Lei da Ficha Limpa nas eleições de 2010, Marinor Brito, do PSOL do Pará, e Gilvam Borges, do PMDB do Amapá, devem perder suas cadeiras para a entrada de Jáder Barbalho (PMDB-PA) e João Capiberibe (PSB-AP).

Suplicy afirmou não saber ainda se Kassab poderá ser aliado ou opositor ao governo da presidenta Dilma Rousseff. “Ainda não dá para saber o que ele vai passar a defender”, disse, lembrando que sempre teve “uma relação de respeito” com Kassab. “Sempre tenho dialogado com ele sobre assuntos de São Paulo”, afirmou.

Volta de Delúbio

O petista defendeu a volta ao PT do ex-tesoureiro Delúbio Soares, um dos principais personagens do escândalo do mensalão, em 2005. “Não sou a favor de nenhuma punição eterna”, afirmou. “Delúbio cometeu um erro que ele já admitiu e que não foi só dele, mas foi do PT também.”

O escândalo do mensalão foi a pior crise política enfrentada pelo governo Lula. Delúbio foi expulso do partido e é réu no processo do mensalão no Supremo Tribunal Federal (STF).


4 comentários

  1. sábado, 26 de março de 2011 – 18:27 hs

    OS MENSALEIROS retornando aos seus mandos kkkkkkkkkkk

    Os Amos e Senhores , agradecem …e o povo.>.>.> .ó

  2. CAÇADOR DE PETISTAS
    sábado, 26 de março de 2011 – 20:31 hs

    Suplicy, é um dos últimos moicanos Petistas, cria do sacerdote do mal, Lula da Silva, escória da política nacional e porque não dizer do PT.

    Vê-se que, pelos hábitos e pela absoluta falta de escrúpulo, Delúbio pertence mesmo, por definição, ao PT. É genético. Os deuses ou, para os menos crentes, as leis do movimento determinaram o casamento do churrasqueiro da democracia com a sigla dos açougueiros do Estado de Direito.

    Chega a ser desrespeitoso Delúbio não estar no PT. Eu mesma me sinto um pouco ofendida. Tenho a impressão de que, de alguma forma, ele continua sendo beneficiário da tesouraria do partido, que outra não é senão a do próprio Estado, mas sua vocação o espera na antesala do gabinete de Lula. Ali mesmo, no coração da besta.

    VOLTA, DELÚBIO! A massa indignada reivindica o retorno à sua morada, à sua essência.

    O Brasil, com o PT e o PMDB, perdeu a identidade e a moralidade.

    Fora quadrilha do PT.

  3. Xereta
    domingo, 27 de março de 2011 – 16:18 hs

    Bom esse é um “Menino Maluquinho” né… Deixem ele falar.

  4. Eu mesmo
    domingo, 27 de março de 2011 – 19:29 hs

    Eu queria que o Burguês do Clã dos Suplicy nos respondesse, quais são os ideais do seu partido..???? Mas seja sincero, se é que a sinceridade faz parte dos seus ideais…

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*