Oposição propõe CPI para investigar indústria da multa | Fábio Campana

Oposição propõe CPI para investigar indústria da multa

Do Blog Política em Debate

A bancada de oposição na Câmara Municipal de Curitiba decidiu propor a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar as denúncias envolvendo a Consilux, que presta serviços à prefeitura da Capital na área de trânsito. A intenção é apurar as informações veiculadas ontem por reportagem do Fantástico, que aponta um esquema de pagamento de propina e outras irregularidades na gestão de radares, multas e lombadas eletrônicas.

Na reportagem, o ex-diretor comercial da Consilux, Heterley Richter Júnior aponta pagamento de propina de 5% sobre os contratos fechados pela empresa. E afirma ainda que a Consilux já anulou multas de “apadrinhados políticos, amigos e parentes” de poderosos da Capital paranaense.

Até agora, o pedido de CPI já conta com as assinaturas dos vereadores a CPI já tem a assinatura dos vereadores Algaci Tulio (PMDB), Pedro Paulo (PT), Jonny Stica (PT), Noêmia Rocha (PMDB) e professora Josete (PT).


16 comentários

  1. Gerson Martins
    segunda-feira, 14 de março de 2011 – 19:16 hs

    Tem mais que abrirem uma CPI, porque tem muita gente levando “vantagem” $$$$$$ nisso tudo.

    E dai Sr. Governador e Sr. Prefeito, foi instalado tudo isso que está aí na gestão dos Srs.

    Como fica agora? Fica assim mesmo?

  2. juliana
    segunda-feira, 14 de março de 2011 – 20:12 hs

    Imagino como a familia do Yared deve se sentir depois da reportagem do Fantastico. Deus se encarregou de fazer justiça e mostrar a todos o que tentaram jogar debaixo do tapete para proteger o Deputado Ribas Carli

  3. Fique de olho
    segunda-feira, 14 de março de 2011 – 20:25 hs

    O barraco da URBS vai cair!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  4. Marcão
    segunda-feira, 14 de março de 2011 – 20:33 hs

    O Campana, cadê aquele bando de BABACAS, especialistas, tecnocratas, que passaram a vida defendendo os radares???

  5. Tyllerand
    segunda-feira, 14 de março de 2011 – 21:05 hs

    Só pode ser uma piada! E de muito mau gosto. Que moral que essa assembléia legislativa tem para propor isso. A menos que seja para proteger os ganhadores da mega-propina!

  6. Gerson Martins
    segunda-feira, 14 de março de 2011 – 21:05 hs

    É o mínimo que a Camara Municipal de Curitiba pode fazer, investigar e PUNIR quem deve.

    Mas se for para terminar em PIZZA, não façam nada.

    Mas o povo acredita que deve ter alguem sério na Câmara Municipal, ou irão AMARELAR também.

    Tomara que não estejam sendo financiado pelas multas $$$$$

  7. marcos
    segunda-feira, 14 de março de 2011 – 21:26 hs

    Atenção para os guinchos , quem ganhou a licitação da prefeitura?

  8. S Y N F R O N I O.
    segunda-feira, 14 de março de 2011 – 21:41 hs

    Essas CPI DE bos…….e so para colocar os politicos que estao fora .de socio
    do negocio, termina tudo em pizza, e o povo…………………………………………
    o povo que se fo……………

  9. silva
    segunda-feira, 14 de março de 2011 – 21:44 hs

    Essa não é tarefada somente da oposição, é de todos os vereadores de Curitiba !

    Quem se omitir, assina o atestado de participane da “boquinha” das negociatas com a indústria das lombadas eletrônicas !

    É, ou não é ?

  10. segunda-feira, 14 de março de 2011 – 22:32 hs

    Deve ter dado uma bruta salivação nesses vereadores de rabo felpudo.

  11. DON QUIXOTE
    terça-feira, 15 de março de 2011 – 0:10 hs

    Tem 5 assinaturas e fica por aí. Os demais vereadores são todos coniventes com a corrupção que todo o Brasil assitiu. A corrupção de curitiba, tem o carimbo da maioria do vereadores. CPI para apurar fatos contra essa gente ? Esqueçam seu bobos.

  12. Zé das Cordilheiras
    terça-feira, 15 de março de 2011 – 8:04 hs

    A CPI é válida para investigar a atuação destas empresas, que há anos vem atuando em nossa cidade. Devemos ser claros e separar o que é privado do que é público. Ducci acertou em pedir as investigações. O que não vale é um monte de gente querer culpar a atual gestão…

  13. LESTER
    terça-feira, 15 de março de 2011 – 12:08 hs

    PRECISOU A IMPRENSA NACIONAL FAZER O PAPEL DOS NOSSOS LEGISLADORES AGORA FICA FACIL FAZER CPI.
    TÁ MAIS FACIL QUE EMPURRAR FNM NA BANGUELA.
    SE LIGA AÍ.

  14. José Sllva
    terça-feira, 15 de março de 2011 – 13:31 hs

    MALDITOSS.
    JÁ TIVE MINHA CARTEIRA CASSADA TRES VEZES POR CAUSA DESTA GENTE.

  15. Juca
    terça-feira, 15 de março de 2011 – 14:46 hs

    “Industria da multa”…Há sim corrupção das multas, o que acontece com qualquer coisa que envolva dinheiro, mas usar tal corrupção como alegação contra os radares, contra a fiscalização, já é uma argumentação falaciosa e perigosa.

  16. AMAURY DELVAUX ZACARON
    quarta-feira, 20 de abril de 2011 – 10:08 hs

    Sou fundador e presidente de uma associaçao unica no pais devido o advento da industria da multa tenho uma história rica em detalhes com documentos comprobatórios do descaso das autoridades e dos poderes constituidos que fizeram muita chacota quanto a isso tudo é logico nao temos mandato politico mesmo assim o governo todo poderoso Paulo Hrtung PMDB-ES foi obrigado a anular 80000 multas em 2009 sem haver situaçao tao deflagrada de corrupçao como temos agora entretanto nao dá prá confiar em CPI alguma pois amaioria dos deputados fazia parte da base anterior portanto o pais inteiro tem que se unir pois quero levar inclusive para o congresso nacional a discussao do ipva licenciamento etc… mas para isto repito o cidadao tem que estar junto sabemos o quanto é dificil tudo isto mas queremos contactar com todos que tenham a cidadania aguçada em prol da coletividade aproveitando esta associaçao registrada juridicamente unica no pais portanto entrem em contato comigo atraves do proprio e-mail amaurydzacaron@yahoo.com.br e telefone 2799962758 um abraço a todos e espero muito por este contato dos verdadeiros brasileiros paranaenses catarinenses gauchos baianos mineiros goianos etc… pois vivo numa capitania hereditária

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*