Empresas de Londrina têm bens bloqueados por suspeita de sonegação | Fábio Campana

Empresas de Londrina têm bens bloqueados por suspeita de sonegação

O juiz Jamil Riechi Filho, da 4ª Vara Cível de Londrina, declarou a indisponibilidade de bens de três empresas do mesmo grupo por suspeita de sonegação fiscal. A Casa Viscardi S/A Comércio e Importação e seu principal sócio, Luiz Carlos Viscardi, tiveram os bens bloqueados até o limite de R$ 36 milhões. A decisão atende a uma ação movida pela Procuradoria Geral do Estado (PGE) e Secretaria da Fazenda, uma vez que o grupo não recolhia ICMS desde 2003.


2 comentários

  1. ObservaDOR
    sábado, 19 de março de 2011 – 11:07 hs

    Mais uma que caiu no conto da compensação de precatórios e na possibilidade de ganhar dinheiro fácil…..
    Deu no que deu….
    QUERO VER O QUE VÃO FAZER COM AS FARMÁCIAS E DROGARIAS NISSEI…

  2. sandro
    quarta-feira, 28 de março de 2012 – 14:56 hs

    Está na hora de regular este mercado do varejo. Os esquemas correm solto. Cresce, cresce, fica com uma grande dívida com o Estado e a União, negocia, vende a rede e cai fora com a bufufa. Do outro lado conseguiu quebrar centenas de outras empresas familiares individuais.
    Pois não é justo alguém entrar no mercado vendendo abaixo do custo, ou está sonegando tudo ou comprou de forma desleal.
    Está na hora de levar a sério este negócio, respeitar todos os empresários indiferente da sua força, do seu poder de compra

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*