Deputado pede a MP cancelamento de multas da Consilux | Fábio Campana

Deputado pede a MP cancelamento de multas da Consilux

Do Bem Paraná

O deputado estadual Leonaldo Paranhos (PSC) anunciou ontem que vai pedir que o Ministério Público entre com uma representação na Justiça para cancelar as multas aplicadas pela Consilux, empresa que operava radares e lombadas eletrônicas em Curitiba.

O pedido é baseado nas denúncias segundo as quais a empresa manipulava licitações e “apagava” multas de políticos e apadrinhados na Capital. Paranhos quer que o MP também peça o cancelamento das multas ainda não pagas, e os pontos registrados nas carteiras dos motoristas por conta das autuações. A Consilux operava até semana passada 119 radares e 50 lombadas eletrônicas em Curitiba, com um registro médio diário de cerca de 2.700 multas.

O contrato foi suspenso pela prefeitura depois que o Fantástico, da Rede Globo, exigiu gravações nas quais o então diretor comercial da empresa, Heterley Richter Júnior, confessava que a empresa oferecia propina de 5% para obter contratos com órgãos públicos para a operação de radares e outros equipamentos eletrônicos de fiscalização do trânsito. Nas mesmas gravações, ele confirmava ainda a possibilidade de anulação e sumiço de imagens de infrações envolvendo políticos e apadrinhados, afirmando inclusive que a Consilux já teria feito isso em Curitiba.


“As declarações desse diretor colocam todo o sistema em questionamento”, considera o deputado. “Se existe a suspeita de fraude, a pergunta que fica é para onde vai o dinheiro? Para corrupção”, questionou. Paranhos considera que devem ser canceladas todas as multas emitidas desde janeiro de 2010, quando a Consilux assinou o último contrato com a prefeitura curitibana. E que os valores já recolhidos devem ser devolvidos aos motoristas.

O deputado também rebateu o argumento segundo a qual o diretor que deu essas declarações já teria sido desautorizado e demitido pela Consilux. Segundo ele, Heterley Richter Júnior não era apenas um simples funcionário, mas seria na verdade um sócio da empresa. Autor de um pedido de abertura de uma Comissão Especial de Investigação para apurar essas denúncias, Paranhos aguarda apenas a indicação dos líderes partidários para iniciar os trabalhos.

Convocados — A comissão de Transportes da Assembleia também decidiu convocar o dono da Consilux, Aldo Vendramin, para depor na próxima segunda-feira. E na sequência, deve convocar o próprio Heterley Richter para falar sobre o caso.


9 comentários

  1. borrachada
    quarta-feira, 23 de março de 2011 – 11:00 hs

    Parabéns Deputado. Finalmente consegui elogiar alguém que sequer conheço e sequer votei. Se os apadrinhados puderam se livrar das multas por meios escusos,então todo o sitema é podre e não serve para ninguém. Tomara que o Sr consiga seu intento. Não será fácil, porém não desista. Afinal o que vale para uns deve valer para todos.

  2. Tiago
    quarta-feira, 23 de março de 2011 – 11:55 hs

    Apoiado!!!!

  3. fiscal de realeza
    quarta-feira, 23 de março de 2011 – 12:14 hs

    FABIO AINDA QUE VOCE POEM ESSES PROBLEMAS E SOLUÇÔES PARA UMA POPULAÇÂO RESTRITAS
    POIS A TV SINAL CORTOU AS TRASMIÇÂO DIRETAS DA ASEMBLEIA E ISSO DIFICULTOUA POPULAÇÂO SABER DOS TRABALHOS DOS DEPUTADOS
    E O ROSSONI ACHA LEGAL E FALA BASTANTE EM TRASPARENCIA
    MAS ALGUEM PRESCISA DIZER A ELE QUE NOS NÂO SOMOS DE BITURUNA QUE O POVO ENGOLE TUDO O QUE O SUJEITO FALA
    MAS QUEM SABE DAQUI A 4 ANOS PODEMOS TER MAIS JUISO EM NÂO VOTAR MAIS NESSES CRAPULAS
    EU JÁ ME DICIDI NUNCA MAIS VOTO NO TRAIDOR AUGUSTINHO ZUCCI
    JÁ ATÉ ESQUECI QUE FOMOS ESTUDANTES ATÉ O FIM DO SEGUNDO GRAU
    FORRA ZUCCI

  4. Gastão
    quarta-feira, 23 de março de 2011 – 12:17 hs

    ESTE DITADO É VELHO MAS CAI BEM NESTA HORA,
    “UM ERRO NÃO JUSTIFICA O OUTRO”.
    QUEM ERROU E ABUSOU DAS LEIS DE TRÂNSITO,
    TEM QUE PAGAR,POR SEU ERRO.
    OU, SE HOUVER UM ERRO DE JUSTIÇA, TODOS, TODOS CRIMINOSOS DEVERÃO SER INOCENTADOS?

  5. quarta-feira, 23 de março de 2011 – 12:57 hs

    Mais um querendo aparecer….que o Deputado se preocupe com o IML de CTBA..ou talvez em aumentar ele 3 vezes, pois se “apagarem”as multas a sensação de impunidade será tão grande que vão fazer da cidade uma pista de corrida, dai vai faltar espaço no IML…

  6. marcão
    quarta-feira, 23 de março de 2011 – 13:42 hs

    Finalmente uma posição em favor da população, que vem sendo extorquida por empresas e políticos gananciosos, que se dedicam exclusivamente em obter benefício próprio, em detrimento da sociedade!

  7. Jorge
    quarta-feira, 23 de março de 2011 – 13:55 hs

    É isso aí deputado. Tamanha imoralidade, desfaçatez, clientelismos, falta de vergonha e que tais não merece o respeito e a confiança de ninguém. A representação é altamente pertinente e deve prosperar até porque o sistema está sob altas suspeitas. Parabéns pela iniciativa.

  8. lontrax
    quarta-feira, 23 de março de 2011 – 14:05 hs

    Parabéns ao Paranhos,é isonomia ou vale para todos ou não vale prá ninguém.A sua caminhada não vai ser fácil mas grande parte da população está ao seu lado.Coragem!!!

  9. silva
    quarta-feira, 23 de março de 2011 – 14:13 hs

    Paranhos, não vai verificar a situação em Cascavel ?
    Este contrato daqui cheira coisa ruim….

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*