TRE determina novas eleições em Itaperuçu | Fábio Campana

TRE determina novas eleições em Itaperuçu

Por Luciana Cristo no Paraná-Online

O Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) marcou para 3 de abril a data das novas eleições para prefeito de Itaperuçu, na Região Metropolitana de Curitiba, que teve a vitória do prefeito eleito, José de Castro França (PMDB), questionada na Justiça Eleitoral.

A organização das eleições está sob responsabilidade do Fórum Eleitoral da Comarca de Rio Branco do Sul, cidade vizinha a Itaperuçu. Outro município, Kaloré (norte do Paraná), também terá novas eleições. A data deverá ser definida na sessão de julgamentos de amanhã do TRE-PR e pode acontecer no primeiro domingo de maio. Mais cinco cidades podem ter nova eleição este ano, por conta de irregularidades dos atuais prefeitos durante a campanha.

De acordo com a Justiça Eleitoral, novas eleições devem ser convocadas quando o primeiro colocado obteve mais de 50% dos votos. Como todos os votos dele são, então, anulados, é preciso fazer uma nova eleição com outros nomes.

Em Itaperuçu, os mandatos do prefeito eleito em 2008, Castro França, conhecido como Saruva, e de seu vice, Acir Pedroso de Moraes, foram cassados após o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ter considerado inelegível os direitos políticos dos dois, pelo período de três anos, por prática de abuso de poder econômico e político. Nas eleições de 2008, Castro França recebeu 55,56% dos votos, contra 44,44% da segunda colocada, Célia Paske (PSDB). Outras cidades que ainda podem ter nova eleição este ano – que aguardam decisão do TSE – são Bituruna, Jundiaí do Sul, São Sebastião da Amoreira, Itaipulândia e Curiúva.

Cidades que já fizeram nova eleição desde outubro de 2008 foram Ângulo, Cândido de Abreu, Doutor Ulisses, Tunas do Oeste, Londrina e Enéas Marques. Para 2012, a expectativa é que o Paraná atinja 8 milhões de eleitores, um acréscimo de 400 mil em relação à última eleição.

Com o aumento, o Estado pode ter Cascavel como a quinta cidade do Paraná a ter segundo turno, realizado nos municípios com mais de 200 mil eleitores. Faltam cerca de 5 mil eleitores para que Cascavel atinja o mínimo previsto em lei.

Hoje, Curitiba, Ponta Grossa, Londrina e Maringá são as cidades com possibilidade de segundo turno no Paraná. Foz do Iguaçu segue no mesmo caminho, mas ainda faltam 16 mil novos eleitores para entrar no grupo.


6 comentários

  1. Miguel Côco
    terça-feira, 1 de fevereiro de 2011 – 14:06 hs

    E Imbituva o impossivel aconteceu …..Belinatti com o mesmo problema não assumiu e fizeram eleitção a toque de caixa e quanto imbituva, regrediu e ficou no mesmo marasmo de 8 anos a trás….

  2. sarna
    terça-feira, 1 de fevereiro de 2011 – 14:15 hs

    poderia haver eleição para deputado e vereador também, quando houvesse irregularidades…

  3. VALDIR
    terça-feira, 1 de fevereiro de 2011 – 16:24 hs

    E que justiça demorada quase que terminou mandato, queremos ver o barulho. Aqui em Itaperuçu.

  4. jucá cipó
    quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011 – 13:39 hs

    como se essa nova eleição fosse a soluçao pra itaperuçu, só vão passar o poder pra outra cambada,e o povo gosta disso,vota sempre nos mesmos!!

  5. Jh
    quarta-feira, 2 de março de 2011 – 21:45 hs

    Pois eh vamos ver se alguma coia muda, Basta dessa vez o povo criar conciência

  6. Thaianni
    sexta-feira, 25 de março de 2011 – 3:14 hs

    “Em política, sempre é preciso deixar um osso para a oposição roer.”
    Talvez faltou o Saruva ter deixado esse osso,para conseguir dar continuidade em seu trabalho,ai a oposição tinha com oque se ocupar,ao invés de ficar tentando tirar ele a todo preço…
    Agora só nos resta aguardar pelo resultado do dia 03/04.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*