Rossoni pede apuração do caso de Anibelli | Fábio Campana

Rossoni pede apuração do caso de Anibelli

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Valdir Rossoni (PSDB), determinou à Procuradoria Geral da Casa que apure, em 24 horas, a contratação do deputado recém-empossado Antonio Anibelli Neto (PMDB) como servidor de carreira da Assembleia sem prestar concurso público, em fevereiro de 1991, quando tinha 17 anos de idade.

Rossoni disse que todas as efetivações ocorridas depois de 1988 serão analisadas caso a caso, mas disse que só se manifestará juridicamente sobre os fatos. “Se as efetivações foram irregulares, serão revogadas”, resumiu.


24 comentários

  1. povo
    quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011 – 15:48 hs

    Vixi . Fedeu pro Anibelli !!! Ainda bem que ele tem o salários de deputado pra poder pagar as contas….

  2. JOSÉ RIBEIRO
    quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011 – 15:53 hs

    COM CERTEZA EXISTEM MUITO MAIS CASOS DE FILHOS E PARENTES DE DEPUTADOS E EX-DEPUITADOS QUE HOJE CONSTAM COMO EFETIVOS, E NA REALIDADE NÃO PRESTARAM CONCURSO, AÉ PORQUE DESCONHEÇO AÇGUM CONCURSO NA ASSEMBÇÉIA NOS ULTIMOS 20 ANOS, E EM MUIA GENTE NOVA FIGURANDO COMO ESTAVEL. É SO TER FORÇA DE VONTADE PARA INVESIGAR, OU SERA QUE OS CONCURSOS FORAM PUBLICADOS TAMBÉM NOS DIÁRIOS SECRETOS.

  3. AUGUSTO
    quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011 – 16:06 hs

    engraçado, ontem esse muleque usou da tribuna para dizer um monte de asneiras. falso moralismo não tem limite mesmo…

  4. candinho
    quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011 – 16:35 hs

    Estou começando a gostar desse Rossoni…veremos no futuro se não decepciona.

  5. Cajucy
    quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011 – 17:11 hs

    Corretíssimo. A Casa precisa manter a lei e a ordem. Se assim não for, vira um pardieiro como, aliás, se encontrava antes da nova diretoria assumir.

  6. Stainer
    quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011 – 17:23 hs

    Será que ele vai pedir da filha do Silvestri que era fantasma no Mato Grosso até abril?

  7. VERDADE
    quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011 – 17:50 hs

    Só acredito vendo! É esse tipo de gente que nos representa! Deveria perder o mandato…Isto não é crime?

  8. Sinuca
    quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011 – 18:09 hs

    apuração e EXONERAÇÃO, !!!
    Deve tambem devolver o dinheiro do salário ( recebido ilegalmente) aos cofres da ALEP !
    E o Anibelli fica com esta cara de… não sei nada !!
    O povo esta cansado desta robalheira na ALEP .

  9. SYLVIO SEBASTIANI
    quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011 – 18:10 hs

    Presidente Valdir Rossoni, na condição de Presidente da Associação dos Servidores Aposentados da Assembléia Legislativa, tenho obrigação de ingressar neste assunto para alerta-lo, sobre a realidade:”A CONSTITUIÇÃO ESTADUAL FOI PROMULGADA EM 5 DE OUTUBRO DE 1989, EM 21 DE NOVEMBRO DE 1989 A ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA BAIXOU O DECRETO LEGISLATIVO 444/89, QUE ENQUADROU OS FUNCIONÁRIOS DO QUADRO DE PESSOAL. PORTANTO DEPOIS DESTES É QUE NECESSITAM AS DEVIDAS VERIFICAÇÕES DE NOVOS SERVIDORES. Na Assembléia Legislativa do Paraná, em setembro de 1994, houve um incedio, perdendo grande parte de suas documentações.Mas se o Presidente Valdir Rossoni, tiver necessidade, eu tenho uma cópia fiel, com as devidas assinaturas da Comissão Executiva, que poderei entregar, para ver a veracidade deste Fato que estou narrando.CONCLUINDO: ‘SOLICITO AO JORNALISTA FABIO CAMPANA, ENVIAR ESTAS INFORMAÇÕES AO DEPUTADO VALDIR ROSSONI, PRESIDENTE DO NOSSO PODER LEGISLATIVO.”

  10. Júlio Verme
    quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011 – 19:14 hs

    O povo do Paraná certamente quer saber se a dona Regina, esposa do ex-governador Pessuti, bem como seus filhos, vão dar expediente na Assembléia, onde foram nomeados, como ficou claro através da série de reportagens da RPC – embora a RPC não tenha dado destaque nenhum para isso, pois seu alvo era exclusivamente o Nelson Justus.

  11. Palmense
    quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011 – 19:27 hs

    Tá na hora desses Anibelli prestarem contas à população. Aqui na nossa cidade o Chefe da Ciretran é genro do prasidente do Diretório do PMDB, Wilmo Correa, em 2004 foi apurado uma grande fraude na Ciretran, venderam nada menos que umas 800 CNHs, foram denunciados na justiça,m mas até hoje o chefe da ciretran é o mesmo, na época o então deputado Anibelli (pai) intercedeu e nenhuma medida foi tomada. Sempre com a cobertura do Anibelli pai e agora do filho. VERGONHA.

  12. Zangado
    quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011 – 20:56 hs

    Essa decisão do Supremo que analisa dispositivo pertinente da Constituição Estadual acaba com a discussão e eventuais dúvidas a respeito do tema, só que – estranhamente – até o momento NÃO FOI PUBLICADA, já passados 14 meses da decisão !!!

    Informativo STF nº 569
    Brasília, 23 a 27 de novembro de 2009

    Servidores Públicos Estáveis: Regime Jurídico Único e Adequação em Quadros Funcionais

    O Tribunal julgou parcialmente procedente pedido formulado em ação direta ajuizada pelo Governador do Estado do Paraná para declarar a inconstitucionalidade do parágrafo único do art. 233 da Constituição desse Estado-membro (“Art. 233. Os servidores públicos civis estáveis, da administração direta, autárquica e das fundações públicas estaduais, serão regidos pelo Estatuto dos Funcionários Civis do Estado a partir da promulgação desta Constituição. Parágrafo único. Os Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, para o cumprimento do disposto neste artigo, farão a devida adequação em seus quadros funcionais.”) e para dar interpretação conforme ao caput desse mesmo artigo, no sentido de que seja observado quanto a ele o prazo de cinco anos previsto no art. 19 do ADCT (“Art. 19. Os servidores públicos civis da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, da administração direta, autárquica e das fundações públicas, em exercício na data da promulgação da Constituição, há pelo menos cinco anos continuados, e que não tenham sido admitidos na forma regulada no art. 37, da Constituição, são considerados estáveis no serviço público.”). No que tange ao parágrafo único do citado art. 233, reputou-se que se teria viabilizado o ingresso dos servidores que lá já estavam sem o devido concurso público e sem a criação de cargo público por lei, conforme exigido pela Constituição Federal. Registrou-se que, em 1992, sobreviera a Lei estadual 10.219, e que todos os empregos públicos teriam sido transformados em cargos públicos, dando-se cumprimento ao art. 233 da Constituição estadual, não obstante a vigência desse dispositivo estivesse suspensa por força da concessão da medida cautelar nesta ação direta pelo Supremo em 26.10.89.

    ADI 114/PR, rel. Min. Cármen Lúcia, 26.11.2009. (ADI-114)

  13. jacke
    quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011 – 21:35 hs

    Tem o filho mais velho do Pirajá Ferreira também, apurem

  14. ROMÃO MIRANDA VIDAL
    quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011 – 21:49 hs

    E nós acreditamos em Papai Noel, Coelhinho da Páscoa, Saci Pererê, Mula sem cabeça, Negrinho do Pastoreio.
    Alguém já ouviu ou soube que lobo não come lobo?
    Alguém acredita que trajetória da família Anibeli, desde o tempo em que “Velho Anibeli” prometeu que o sudoeste do Paraná teria uma ferrovia, até os dias atuais, onde o sobrenome Anibeli significa carreira política, vai redundar em alguma coisa?
    Infelizmente, o debutante deputado, contratado com 17 anos, já conta com 20 anos de carreira e com mais 4 legislaturas (deverá seguir a tradição) irá se aposentar como funcionário da Assembléia e como Deputado Estadual.
    Está de bom tamanho?

  15. Alemão
    quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011 – 22:08 hs

    se ele tinha 17 anos, com a menor idade já poderia assumir um cargo deste ou foi maisi um chuncho dos Velhacos da ALEP ?
    Tem que devolver o dinheiro público, piá !!

  16. Marlene Gunther
    quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011 – 22:12 hs

    VERGONHA! 17 ANOS E FILHO DE DEPUTADO!
    SE FOSSE UMA PESSOA DO POVO ESTARIA NA CADEIA!
    COM A PALAVRA URGENTE: O MINISTÁRIO PÚBLICO!

  17. S Y N F R O N I O.
    quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011 – 23:58 hs

    Sei nao, aqui no Parana, essas personagens que sempre foram criticos severos
    contra os petista, acredito hoje, que era por puro temor, do PT algum dia desco-
    brir essas PEQUENAS INCORREÇOES DA ALP, como falou o Requiao ano-
    passado.
    aconselho os unicos deputados da oposiçao, que sao os Petista, a nadar de
    costa, no meio dessa piranhada.

  18. Francisco de Assis
    quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011 – 8:40 hs

    O Rossoni revogar a nomeação do Anibele? Nem se o Tôka lhe desse “assessoria”

  19. aposentado
    quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011 – 9:40 hs

    Fazer devolver o dinheiro, demitir e cassar o mandado desse jovem futuro corrupto, já nasceu assim.

  20. Professora Maria
    quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011 – 10:07 hs

    A constituição foi promulgada em 05 de outubro de 1988.

  21. quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011 – 10:16 hs

    Sr. silvio solicite um encontro com o deputado Rossoni e entregue voce mesmo…..

  22. Piah da Boca
    quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011 – 11:33 hs

    Pergunta, se for compravado o ato irregular quais penalidades podem ser aplicadas ao Dep. Anibelli Neto. E se aplicadas isso pode gerar uma cassação do mandanto de deputado?

  23. Sabiaamarela
    quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011 – 11:41 hs

    estamos esperando muito tomara que esse muito comece pelo Anibelli

  24. Palmense
    quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011 – 17:14 hs

    Tem que ver mnais coisas desse Anibelli Filho, se ele era funcionário da Assembléia, o que ele estava fazendo no Departamento de Estradas de Rodagem bem antes das eleições. Será que não estava ganhando dois salários também?????????????????????

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*