Richa autoriza obras para ampliar número de vagas na cadeia pública de Foz | Fábio Campana

Richa autoriza obras para ampliar número de vagas na cadeia pública de Foz

Cadeia Pública Laudemir Neves, em Foz do Iguaçu

Foto: Arnaldo Alves/SECS

O governador Beto Richa autorizou nesta terça-feira (8) uma série de obras de caráter emergencial para melhorar as condições de vida dos detentos da Cadeia Pública Laudemir Neves, no Jardim 3 Fronteiras, em Foz do Iguaçu. Richa visitou a unidade acompanhado da secretária da Justiça, Maria Tereza Uille Gomes.

O governador autorizou a transferência do controle da cadeia da Secretaria da Segurança Pública para a da Justiça, dando início à correção de uma distorção no sistema penitenciário estadual. Hoje, cerca de 15 mil presos estão, indevidamente, sob controle da Sesp e serão transferidos para a área de Justiça, que controla 14.500 detentos.

“A secretária Maria Tereza Uille Gomes fez um diagnóstico completo da situação em todo o Paraná e um planejamento de ações para corrigir problemas do sistema prisional. Ela tem competência para isso e certamente vamos dar conta deste grande desafio”, disse o governador.

Richa disse que vai recuperar os recursos federais não aproveitados pelo governo anterior e destinados para a construção de penitenciárias (em Foz do Iguaçu e Londrina), construir novos presídios e aumentar o número de vagas para detentos. “Teremos um sistema mais seguro, oferecendo condições mais humanas para os detentos e mais segurança para a população”, afirmou o governador.


6 comentários

  1. Amelio ral aas
    terça-feira, 8 de fevereiro de 2011 – 19:19 hs

    Falta cadeia em curitiba tambem beto,a criminalidade ai já passou foz do iguaçu,e cm um agravante,ai tem um grande contingente de politicos que deveriam estar presos.
    Poderia até ganhar um premio,campeã de crimes e campeã de politicos ladrões

  2. Observando
    terça-feira, 8 de fevereiro de 2011 – 21:43 hs

    Realmente, é para refletir!

  3. negralha
    quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011 – 0:34 hs

    Maravilha!!!!

    Litoral também tá precisando urgente de uma cadeia em boas condições. Em Paranaguá a cadeia pública fica no centro e constantemente há fugas.

  4. ELVIS GIMENES
    quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011 – 10:54 hs

    como iguaçuense eu preferiria mais vagas nas escolas estaduais, especialmente de manhã. mas….., beto deve se lembrar que quem com construção de cadeia prende, nela será prendido.

  5. S Y N F R O N I O.
    quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011 – 12:47 hs

    Olha seu Beto, tu estas equivocado e mau intencionado, tu deverias comprir
    a promessa de valorizar o professor, para que daqui uns 10 anos, os jovens
    saise da marginalidade, tu sabes muito bem que os verdadeiros bandidos, es-
    tao mamado nos cofres publicos, e os nossos presos, sao martires para manter os politicos no poder, ocorde governador.

  6. Revoltado
    quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011 – 14:17 hs

    Isto não resolve o problema.
    O que precisa é uma lei mais severa para que o cidadão não se transformasse em um criminoso.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*