Reunião da CPI das falências será na segunda | Fábio Campana

Reunião da CPI das falências será na segunda

A primeira reunião da CPI que vai investigar as falências e concordatas no Estado do Paraná deve acontecer na próxima segunda-feira (28). A previsão foi feita pelo presidente da Comissão, deputado Fábio Camargo (PTB), autor da proposta. “Pretendemos já estabelecer a primeira reunião de trabalho. Teremos o apoio de um especialista na área das falências que vai auxiliar em muito o andamento da comissão e na orientação aos deputados que integram a CPI”, afirmou.

A iniciativa das investigações, conforme Camargo, é a quantidade de ativos e passivos deixados pelas empresas, depois de decretada a falência, que afetam o trabalhador e o Fisco. A intenção da comissão é ainda realizar reuniões fora de Curitiba, uma vez que existem vários casos pelo interior do Paraná. A CPI terá 120 dias para apurar os fatos, prorrogáveis por mais 60. “Existe uma verdadeira máfia das falências. Temos que investigar profundamente, porque muitas pessoas estão sendo lesadas por um verdadeiro golpe”, alertou o parlamentar.


17 comentários

  1. KINGSTON
    quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011 – 15:44 hs

    Investigar a máfia das liminar é preciso também.

  2. NABIL DE PARANAGUÁ
    quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011 – 15:49 hs

    PARABÉNS DEPUTADO FÁBIO CAMARGO PELA REINICIATIVA DA CPI DAS FALÊNSIAS FRIAS,TENHO CONFIANÇA EM SEU TRABLHO NA COPETÊNCIA E NA SUA CORAGEM,
    ACREDITO QUE COM O APOIO DO PRESIDENTE ROSSONI E SEUS COLEGAS QUE FARÃO PARTE DA COMISSÃO DA CPI,SERÃO INVESTIGADOS OS GOLPISTAS CONTRA O ESTADO E CONTRA OS TRABALHADORES,
    CORAGEM IRMÃO,CONTE COMIGO,ABRAÇOS.

  3. JAIR CARNEIRO SARANDI
    quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011 – 15:53 hs

    Com todo respeito ao Deputado Fabio Camargo, do qual só tenho boas referencias, falencias fraudelentas e caso de policia CIVIL ou FEDERAL, eu particularmente acho que O fisco ESTADUAL e FEDERAL deveria atuar em caso de falencias qualquer indicio de SAFADEZA as policiais CIVIL OU FEDERAL deveria ser convocadas, ACHO QUE NÃO É CASO DE CPI.

  4. marcelo ferreira
    quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011 – 18:27 hs

    VAMOS FAZER UMA CPI PARA INVESTIGAR A PROSTITUICÃO E AS PESSOAS QUE DELA VIVEM EM CURITIBA.
    OLHA SENHORES DEPUTADOS NÃO VAMOS DEIXAR ISTO VIRAR ARMA DE EXTORCãO DE EMPRESARIOS NA MãO DE DEPUTADOS COM FICHAS DUVIDOAS.
    O CAMINHO PARA RESOLVER FALÊNCIAS E REFORMA TRIBUTÁRIA E MELHORAR OS JUROS.

  5. cadu
    quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011 – 19:42 hs

    KKKKKKKKKKKKKKK ALGUÉM JÁ VIU ALGUM PROTÍBULO FALIR? MUDAR DE NOME ATÉ PODE SER, FALAR NISSO TÁ NA HORA DE MUDAR O NOME DO CAFÉ PARIS, QUE JÁ TEM UNS BONS ANOS….

  6. quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011 – 7:20 hs

    Esta falencias, concordatas, recuperaçao judicial, sao um meio de nao pagar os fornecedores, com a complacencia judicial, na verdade o dinheiro foi desviado, para outros fins, como aconteceu recentemente em Paranavai, mas os acordos sao feitos totalmente planejados, o agricultor e o maior lesado.

  7. Teo Santos
    quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011 – 10:24 hs

    Alguém lembra que alguns anos atrás foram feitas blitz sucessivas em várias “Boates-Show” do Centro de Curitiba?
    O que se diz é que logo depois, quando uma certa “sociedade” com um então vereador de Curitiba, hoje deputado estadual, foi acertada as blitz pararam e hoje um certo filho de desembargador também é visto normalmente em algumas destas boates e tratado como dono.
    Sucesso certo da nova empreitada familiar está por vir. Extorquir para participar do lucros me lembra o filme Poderoso Chefão. Não seria isso considerado máfia????

  8. Helianto
    quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011 – 10:34 hs

    Alguém conhece a estrutura física do escritório de advocacia Fábio Camargo e Advogados Associados, na Inácio Lustosa?
    Um espetáculo! Literalmente! E quanta atividade jurídica!
    Será que teremos uma indicação para o quinto dos advogados no Tribunal vindo desta ativa sociedade?
    Será que no curriculo do possível futuro Des. constará também que já foi aprovado em primeiríssimo lugar em concurso para assessor do Tribunal que teve que ser anulado porque estranhamente alguém gabaritou a prova? (por que será?)

  9. Teo Santos
    quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011 – 10:41 hs

    Ok, comentário anterior sensurado, o site deve ter suas razões, não fico chateado!
    Então aqui vai uma versão mais light.
    Para se presidir uma CPI deve ser alguém isento e com reputação ilibada.
    Não me parece que o irmão da Juíza da 4ª Vara de Falências e Concordatas seja isenta, e já demonstra isso de suas declarações porque se a falência é fraudulenta, muitas vezes é com participação do magistrado.
    Segundo, em que pese a ausência de prova em contrário, afora meus próprios olhos, existe um problema de decoro parlamentar muito mais sério do conhecimento público que existe um deputado estadual explorando a prostituição na capital.
    Acho que seria mais adequada a instalação de uma CPI para apurar isso.

  10. José Diniz
    quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011 – 11:58 hs

    Parabéns ao Deputado Fabio Camargo. Vem trabalhando com seriedade!!!!

  11. mario joao antunes
    quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011 – 13:19 hs

    MAIS UM DEPUTADO SEM CPF, NUNCA APARECE NA ASSEMBLEIA.. NAO TRABALHA,, NUNCA SERA QEU AGORA VAI,, NAO ACREDITO, DEVE SER POR INTERESSE PROPRIO OU D ALGUEM..

  12. mario joao antunes
    quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011 – 13:20 hs

    vá explorar bordel.

  13. OBSERVADOR
    quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011 – 13:35 hs

    RESPONDENDO AO TEO SANTOS:

    1-Sensurado com S doi na alma.

    2- A quem esta doendo tanto?

    3-Magoou ou esta com medo que possa feder pro teu lado se liga TEO.

  14. Camargo
    quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011 – 14:26 hs

    Que tal uma CPI para apurar as inconsistências na prestação de contas das verbas ressarcidas dos Gabinetes dos Deputados Estaduais?
    São 15.000 indenizáveis por mês e estranhamente no Gab. do Dep. Fábio Camargo sempre fica faltando poucos trocados para o limite.Também é interessante que um mês não tem gasto nenhum de combustível e no outro tem R$ 5.000,00. (ou aproximadamente 13.513 Km rodados em atividade parlamentar sua e de seus assessores)
    Tá lá, no site da LEP para todo mundo ver. Alguém da imprensa se habilita a perder umas duas horas averiguando isso????

  15. Patrick Machado
    quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011 – 17:02 hs

    Apenas a título de informação aos menos esclarecidos vai uma explicação breve:

    INJÚRIA:
    •É toda ofensa a honra subjetiva de determinada pessoa, lesando-a na sua dignidade pessoal.

    Tão logo cabe uma certa análise antes de determinadas pessoas se manifestarem por esta rede de comunicação. E mais além ainda só manifestem opinião no que realmente tem conhecimento, não se manifestem por ALGUÉM ME DISSE OU ALGUÉM FALOU…
    Obrigado.
    E parabêns Fábio

  16. Diogo
    quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011 – 20:28 hs

    Hahaha sempre tem uns lacaios para defender o “honra” de seus senhores.

  17. ajbermond
    quarta-feira, 13 de julho de 2011 – 11:34 hs

    Tenho que a CPI não é a sede própria para tratar do caso.Contudo, se há omissão dos d órgãos competentes, não se pode descartar essa via, que a meu ver, é legítima, pois diz respeito a uma questão de ordem pública.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*