Requião: "Como posso votar em R$ 545?" | Fábio Campana

Requião: “Como posso votar em R$ 545?”

Do Terra Magazine

A bancada inteira do PMDB votou de acordo com a proposta governista de salário mínimo de R$ 545, aprovada com folga na Câmara dos Deputados. Essa fidelidade não será mantida na votação do Senado, exatamente uma semana depois. A votação da matéria está prevista para quarta-feira (23), em plenário. “Aqui no Senado não será 100%, avisa Roberto Requião, do PMDB paranaense. “Eu provavelmente vou votar num salário com hipótese um pouco melhor”.

Em conversa com Terra Magazine, o ex-governador afirmou que, por coerência, discorda do valor defendido pelo governo, que é a menor das opções: “O meu salário mínimo regional, no Paraná, era de R$ 765”. Requião contou que deve se alinhar ao senador Paulo Paim, do PT gaúcho. “Possivelmente ele vai apresentar emenda de R$ 560”, disse. De qualquer forma, ele acredita que seja ratificado com tranquilidade o salário mínimo endossado pela Câmara. “Vai ser fácil, tá dominado pelo governo”, avaliou. “É um voto de confiança, um voto de abertura. A presidente pediu. Mas não acho razoável”, comentou.

O desgaste da discussão, o senador considera inoportuno neste início de mandato. “Dilma não precisava ter comprado essa briga agora. É uma sinalização, para o mercado financeiro, de que a política econômica será a mesma, que continuaremos pagando juros”.

Embora ressalve as implicações de um reajuste, ele discorda do piso salarial do País. “Viver com um salário desse é uma loucura”, opinou. “Se isso significasse aumento das políticas sociais, seria uma compensação. Nada de hostilidade ao governo federal, mas não concordo, acho um equívoco”. Requião não liga para o boato de retaliações a parlamentares da base aliada que não se alinharem à proposta governista. “Só tenho uma indicação no governo federal, que no momento é irremovível, não pode ser demitida: é a Dilma, fiz campanha para ela”, ironiza.


18 comentários

  1. Jose Carlos
    segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011 – 15:34 hs

    Por dever de consciência (sic) ele deveria propor R$800,00 ou mais… afinal cá na quinta comarca da capitania de São Vicente, ele criou “o maior salário mínimo do mundo do Brasil”… claro, pagando com o dinheiro alheio, tudo pode… para ele é bom que lá na capital da alegria nacional, ele não precisa pagar o salário mínimo do Paraná para seus empregados domésticos…

  2. ESTAMOS DE OLHO
    segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011 – 15:36 hs

    Espera aí. Ele não tem um sobrinho, aquele que atropelou, que é deputado pelo PMDB. Ele votou conforme orientação do Tio Reiqueijão? Ou estava ausente? Alguem pode ajudar?

  3. segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011 – 16:01 hs

    Requião sempre pagou muito bem o funcionalismo,mais tem que saber que agora se trata de Brasil,que na mèdia é mais pobre que o Parana.

  4. CAÇADOR DE PETISTAS
    segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011 – 16:03 hs

    Estamos mesmo de olho, votar em um salário de fome de R$ 545,00, é imoral especialmente para quem sempre sobr criticar o governo anterior. Requião, neste aspecto esta correto. Pau na cândidata virtal do Ditador Fascista Lula da Silva Requião.
    Criem vergonha na cara Petezada. parem de meter a mão no dinheiro público e valorizem o trabalhador afinal, vocês só estão no poder, porque passaram anos pregando demagogia em favor aos trabalhadores.

  5. coveiro
    segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011 – 16:28 hs

    Tá enganado Requião, quanto a Dilma pode iniciar o processo de Impeachment. Tem sim como demití-la, mas …..

  6. segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011 – 16:35 hs

    Vai arrumar emprego fantasma para o anaozinho e para mais 250 parentes….é só isso que voce sabe fazer…

  7. Julio Batista
    segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011 – 16:36 hs

    Eu gosto desse cara lá do Paraná. Ele é porreta, não se dobra.

  8. coveiro
    segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011 – 17:00 hs

    Julio Batista, a gente dá ele pro cê, mas na condição de não poder devolver. Pega que é teu.

  9. moizes braz
    segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011 – 17:01 hs

    DEMAGOGO

  10. João
    segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011 – 17:25 hs

    Demagogo mesmo, porque não votou o mesmo salário mínimo estadual para os funcionários estaduais, somente para a iniciativa privada!
    quando é pimenta no dos outros é fácil…..

  11. Zangado
    segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011 – 18:06 hs

    Para quem recebia 24 mil pilas/mes – com casa, comida, transporte e outras mordomias, mais empregos para os nepotes da familia – realmente, como pode ?

  12. borrachada
    segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011 – 18:26 hs

    Julio Batista
    Leva ele com você que em uma semana você estará recitando de cor a Carta de Puebla!
    Acompanha de graça um pente flamengo, um perfume flor de maçã e um cortador de unhas Trim.Se não gostar do déspota devolva-o ao Estado de Santa Catarina pois foi o melhor Governador que nossos vizinhos tiveram( veja o Porto de Itajai como cresceu durante o mandato deste zero a esquerda e por outro lado veja o que sobrou do Porto de Paranaguá).

  13. Julio Batista
    segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011 – 20:12 hs

    Vejo que Requião não é unanimidade em seu estado. Bom, ninguém é, nem o Gandhi era unanimidade na Índia.

    Mas como Senador ele é muito bom, não se prende aos grupinhos de oposição inconsequente nem aos de situação lambe-botas. É um cara que tem ideias próprias e não se dobra de seus ideais.

    Quando desbaratou as máfias do precatório foi muito bom e seu posicionamento com relação à pressão petista para votar o salário mínimo em R$545 mostra que ele não mudou…

    Se fosse daqui de Pernambuco eu votava nele…

  14. chico
    segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011 – 21:36 hs

    Boa Julião…

  15. capanema está de olho
    segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011 – 22:06 hs

    enquanto vê a honra do nosso senador, lá em cima, temos de lembra que é um fracasso o governo estadual, por que nem estrada não está fazendo, olha bem a br 163 que liga o oeste ao sudoeste, apesar do beto ter perdido a eleição naquela região ele não falou que iria olha todos iguais? por que só sabe nomear nomear e nomear invez de fazer algo que preste como estrada??

    fechamento da br 163 no dia 22/02 as 8:00 em protesto ao mau uso do dim dim publico, e a embargação feita pelo bem tucano beto richa

  16. walter
    segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011 – 22:25 hs

    e requianete, cala a boca

  17. KAROÇO
    terça-feira, 22 de fevereiro de 2011 – 11:20 hs

    MENTIROSO,DEIXOU O ESTADO COM UMA DIVIDA DE 19 BILHÕES DE REAIS,FOI O REI DO NEPOTISMO,DUDU PINTOU E BORDOU NO PORTO DE PARANAGUÁ,PERDEMOS CARGAS,LINHAS MARÍTIMAS,ROUBALHEIRA,ELE SABIA DE TUDO E NÃO FAZIA NADA,QUISERAM COMPRAR UMA DRAGA PARA DESVIAR DINHEIRO PARA A CAMPANHA,QUE MORAL ESSE HOMEM TEM,E SEU LULA NA ÉPOCA MANDOU A POLICIA FEDERAL SEGURAR,DIVULGAR ESSE ESCANDALO AQUI NO PORTO DEPOIS DAS ELEIÇOES,PORQUE SE ESTOURASSE ANTES ELE REQUIÃO NÃO SE ELEGERIA A SENADOR E PREJUDICARIA A CAMPANHA DA DILMA AQUI NO PARANA.DEVIA ESTAR PRESO.

  18. antonio carlos
    terça-feira, 22 de fevereiro de 2011 – 19:22 hs

    Não sabe? É tão fácil, é só apertar sim ou não. E não adianta fazer demagogia agora, o velho de guerra já aprovou o SM da companheira. Chega de demagogia ACarlos

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*