Prazo para defesa de Carli Filho apresentar recurso encerra amanhã | Fábio Campana

Prazo para defesa de Carli Filho apresentar recurso encerra amanhã


Despacho do juiz Daniel Surdi de Avelar foi publicado no Diário de Justiça nesta terça-feira e defesa tem 48 horas para se manifestar


De Fernanda Trisotto da Gazeta do Povo

Foi publicado no Diário de Justiça 572, desta terça-feira (15), o despacho do juiz da 2ª Vara do Tribunal do Júri de Curitiba, Daniel Surdi de Avelar, intimando a defesa do ex-deputado estadual Luiz Fernando Ribas Carli Filho a apresentar as razões pelas quais interpôs um recurso contra a decisão do magistrado, que determinou que o caso vai ser analisado por um júri popular.

A partir da data de publicação, a defesa tem 48 horas para entregar as razões na vara privativa do 2º Tribunal do Júri. O prazo venceria às 18 horas de quinta-feira (17) e não seria possível apresentar os documentos no plantão judiciário. A reportagem da Gazeta do Povo entrou em contato com o advogado de defesa de Carli Filho, Roberto Brzezinski Neto, que não quis se manifestar sobre o caso.


Na avaliação de Avelar, Carli Filho deve ser julgado por duplo homicídio com dolo eventual, porque o deputado sabia que o seu comportamento poderia causar a morte de alguém. A alegação da defesa é de que o ex-deputado dirigia em uma via onde a preferência de passagem era dele e que as vítimas tinham condições de visualizar o veículo e evitar a colisão.

Assim que a defesa apresentar suas razões e o Ministério Público e a assistência de acusação se manifestarem, uma sessão entre os desembargadores do Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR) vai determinar como o crime será julgado.


2 comentários

  1. Chico
    quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011 – 12:29 hs

    isso aqui agora virou edital do advogado marketeiro?

  2. antonio carlos
    quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011 – 19:15 hs

    O advogado do Carli deve ter virado comediante, ou ficou louco, ou não sabe o que está falando. O semáforo no local do acidente, depois da meia-noite fica intermitente, ou seja, não tem preferencial para ninguém . Quem deve estar dando risada é o Assad, com alegação deste tipo o Carli já tá ferrado. ACarlos

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*