Pai confessa ter agredido bebê que morreu em Curitiba, diz polícia | Fábio Campana

Pai confessa ter agredido bebê que morreu em Curitiba, diz polícia

De Adriana Justi do G1

Um bebê de 11 meses morreu após ser espancado, na noite de quinta-feira (17) em Curitiba. Ele foi encaminhado ao Hospital do Trabalhador da capital, mas acabou falecendo a caminho do hospital. Em depoimento à policia na tarde desta sexta-feira (18), o pai de 21 anos, confessou que perdeu o controle e acabou agredindo o próprio filho, porque ele não parava de chorar.

De acordo com o laudo preliminar do Instituto Médico-Legal (IML), a criança apresentava vários ossos fraturados e teve rompimento de órgão internos.

Segundo informações do Corpo de Bombeiros, por volta das 23h de quinta (17), o bebê foi levado pela avó paterna ao quartel dos Bombeiros do bairro Portão. A corporação tentou reanimar a criança, que já apresentava parada cardiorespiratória, mas não obteve sucesso. O serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU), também foi chamado, mas não conseguiu reverter o quadro. A vítima foi então, encaminhada ao Hospital do Trabalhador.

A delegada Maritza Haisi, titular da Delegacia de Homicídios (DH), informou que o pai foi indiciado por homicídio, mas, como não houve flagrante, ele foi liberado após prestar depoimento. A polícia aguarda o laudo definitivo do IML para tomar os procedimentos legais, que segundo a delegada, deve ser o pedido de prisão preventiva do acusado.


2 comentários

  1. Anacleto da Silva
    domingo, 20 de fevereiro de 2011 – 21:26 hs

    Paisinho do *** esse nosso. Um crime hediondo desses e o fascínora está livre? Não há futuro mesmo para esse país de energúmenos.

  2. Motoqueiro Infernal !!!
    segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011 – 9:59 hs

    Então ele perdeu o controle? Na cadeia ele vai ver o que é perder o controle….

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*