Funcionário fantasma aparece para se recadastrar na AL | Fábio Campana

Funcionário fantasma aparece para se recadastrar na AL

Do G1

Um homem de 52 anos se apresentou como funcionário fantasma da Assembleia Legislativa do Paraná durante o recadastramento. Nesta quinta-feira, ele levou o CPF, o holerite de janeiro deste ano (2011), e respondeu a um questionário. Outros 14 documentos ficaram faltando. As informações estão em uma declaração assinada por ele, a qual o G1 teve acesso.

O “fantasma” afirma não possuir cargo e estar lotado na “Coordenadoria de segurança”. Diz ainda não ter horário de trabalho, porque cuida de um “comércio no litoral”. Os rendimentos dele chegam a R$ 5 mil, mas não soube informar como o valor é composto. Teria sido admitido em 1985.

Uma funcionária da Assembleia – ela prefere não se identificar – disse, em entrevista, que, na ocasião do recadastramento, o homem teria demonstrado dificuldade de se comunicar. Ele teria dito: “Sou fantasma, mas não sou o único. Não vou dizer quem são os outros porque cada um cuida da própria vida”. Para ela, “ninguém pode ser tão ignorante a ponto de se entregar desse jeito”.

O endereço declarado como residência fica em um bairro de luxo, em Curitiba, próximo ao Parque Barigui – um dos mais conhecidos da cidade.

Em resposta oficial, a Assembleia informou que o salário do homem está suspenso e que outras medidas serão tomandas na semana que vem.


10 comentários

  1. Sergio silvestre
    sábado, 12 de fevereiro de 2011 – 14:02 hs

    Desculpe,40000reais,assim mesmo é muito dinheiro

  2. Jota
    sábado, 12 de fevereiro de 2011 – 14:10 hs

    Este fantasma já poderia se aposentar; mas não sei, em que categoria se enquadraria este cara-de-pau.

  3. VERDADE
    sábado, 12 de fevereiro de 2011 – 17:05 hs

    Pelo jeito 1985 foi o ano dos fantasmas! Esse também foi efetivado?

  4. Seu Madruga
    sábado, 12 de fevereiro de 2011 – 17:21 hs

    Apenas uma pergunta:

    Quem mandava na assembléia no ano de 1985?

    Respondam só com o sobrenome daquele que já faleceu que vocês vão acertar…

  5. Jaspion
    sábado, 12 de fevereiro de 2011 – 17:23 hs

    Interessante. O que diria a RPC sobre o assunto?

    Passaria a palavra para o Glombobo?

  6. Zangado
    sábado, 12 de fevereiro de 2011 – 18:48 hs

    Enfim, um fantasma aparece ….

  7. SYLVIO SEBASTIANI
    sábado, 12 de fevereiro de 2011 – 22:40 hs

    ESTE TAMBÉM TEM QUE DEVOLVER O DINHEIRO, POIS É PÚBLICO, NÃO É DELE, OU AO MENOS QUEM AUTORIZOU O PAGAMENTO. Dinheiro do contrinuinte tem que ser prestado conta.

  8. Pedro Vigário Neto
    sábado, 12 de fevereiro de 2011 – 23:23 hs

    – SOCORRO Ministério Público;
    – Tem que pegar todos os casos iguais a esse, investigar, julgar e se for o caso, colocar na cadeia (claro, sem esquecer de devolver todo dinheiro roubado do contribuinte);
    – Idem para o político irresponsável que aprovou a contratação;
    – Mas, escuta aí: O ex-presidente já não tinha realizado um recadastramento há poucos meses atrás ? Incompetência ou conivência ? Ou os dois ?

    Tô de saco cheio desta gente;

    Abraço.

  9. Cajucy
    domingo, 13 de fevereiro de 2011 – 0:17 hs

    Esse fantasma vivaldino tem mais é que devolver tudo que recebeu, corrigido, desde 1985.

    Ele foi se recadastrar e se autocondenar ou foi gozar da cara dos nobres daquele Parlamento?

    Oh dúvida!

  10. Beto Barbosa
    segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011 – 2:29 hs

    Curioso isso né…???

    Quando eu era criança minha mãe dizia que os fantasmas eram para assustar as pessoas.

    Na Assembléia os fantasmas diziam que faziam a segurança desde 1995.

    Depois de 45 anos que nasci, continuo com uma dúvida: afinal, fantasma assusta ou dá segurança??

    Sorte que eu nunca fui lá!!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*