Crack ao alcance de todos | Fábio Campana

Crack ao alcance de todos

Foto: Atila Alberti

Leia a reportagem especial de Márcio Barros para a Revista Ideias de janeiro sobre como o crack atinge todas as camadas sociais, ricos ou pobres, jovens ou velhos.

O problema que novo governo tem para enfrentar é grave. O uso do crack se espalha pelo Brasil. No Paraná os dados são alarmantes.


9 comentários

  1. Vania Mara Welte
    quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011 – 17:02 hs

    A LUTA PELA VIDA

    Preocupado com o aumento do uso do crack por adolescentes, jovens, e até crianças, o deputado federal Ratinho Junior (PSC/PR) apresentou nesta quarta-feira, 16, na Câmara Federal, um projeto de Lei que luta pela vida desses dependentes. O texto permite ao juiz, de acordo com o critério dele, determinar que o Poder Público interne o usuário desta droga para que receba tratamento especializado imediato para ser recuperado e salvo. O deputado lembra que, em caso contrário, o consumidor de crack pode morrer em menos de cinco anos. “A violência, da qual ele mesmo é vítima pelos efeitos danosos à própria vida, se estende rapidamente à família e à sociedade que se defrontam, diariamente, com um índice crescente de todo tipo de crimes. É nossa obrigação modificar esta triste realidade e tentar salvar os nossos jovens e crianças”, argumenta.

    Da Assessoria de Imprensa

    (41) 3352 9297 e 3076 3350

  2. Vanessa
    quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011 – 17:21 hs

    Aí a gente vê como tem mané no mundo… crack é o lance mais nada a ver que já existiu!!! Tô mega fora!!!

  3. quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011 – 17:38 hs

    O Problema maior que se estende de Norte a Sul é a falta de sensibilidade das classes mais favorecidas ao problema. Quando se tratava de doença de pobres ninguém se incomodava. Porém com a chegada nas classes médias e altas começam a pensar em combater.
    Curitiba não resolveu o problema. É visível os pontos de venda no Largo da Ordem e Praça Tiradentes. O que esta difícil de se ver é a Polícia.

  4. Jango
    quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011 – 19:49 hs

    O crack é uma droga com especificidade marcante: o vício e a dependência fulminante.
    Os traficantes e os financiadores desse tráfico sabem disso e tiram proveito e muito dinheiro à custa não do vício, da deterioração humana com extensão à família do drogado a à prórpia sociedade.
    enquanto o crack for tratado pelas autoridades públicas na vala comum das drogas nada avançará.
    É preciso mudar a prevenção e, principalmente, a repressão e a punição aos traficantes e aos financiadores do crack.
    Os mecanismos atuais são água com açúcar neste problema social e humano.
    Será que ninguém vê isso estampado nas ruas e nos lares brasileiros ? Em trabalhadores do campo, motoristas de caminhão e operários ? Que cegueira é essa que assola a nação ?

  5. quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011 – 20:47 hs

    Ninguém usa crack ou outra droga qualquer porque tem dinheiro. Usa porque tem crack. Na falta de dinheiro o usuário rouba, assalta e mata. Se não houvesse disponibilidade do produto, claro não teriamos viciados. Então a solução é combater duramente o traficante e cuidar do usuário. Entretanto, parece não haver interesse do governo em combater o tráfico e muito menos cuidar dos dependentes quimicos. Pelo contrário, houve até quem propôs penas menores para os pequenos traficantes. É o fim da picada! Ainda bem que este cara não pegou sua pasta no governo.

  6. Cintia
    quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011 – 22:12 hs

    Essa foto é perfeita. Relata exatamente como a pessoa se torna um lixo humano quando caí nesse maldito vício.

  7. CAÇADOR DE PETISTAS
    sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011 – 10:45 hs

    O que fez o Desgoverno populista nestes últimos oito ano a não ser pregar mentiras e demagogia?. O Ditador Fasicsta Lula da Silva, leteralmente abandonou as plíticas públicas que cuidam da saúde e educação do povo, especialmente em se tratando do controle da entrada de drogas, via Bolívia e Venezuela. Eis o porque, grande parte da Juventude esta completamente peredida em drogas. O PT, é mesmo uma droga.

  8. leitor
    sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011 – 10:52 hs

    É ISSSO AI VANESSA OS MALANDROS ESTAO GANHADO MUITO DINHEIRO ENCIMA DOS MANÉS…………. MALANDRO MALANDRO MANÉ MANÉ…. E NAO ADIANTA A POLICIA TENTAR COMBATER SÓ ENCIMA DOS USUARIO…… TEM QUE IR ATRAS DOS TRAFICANTES….MAS ISSSSO É IMPOSSSIVEL PQ TEM GENTE GRANDE GANHANDO DINHEIRO…

  9. Fernando Cesar
    sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011 – 11:52 hs

    Bela reportagem. Mas é estranho que o crack tenha surgido no Brasil e somente hoje duas décadas depois a sociedade abrir os olhos para ele. Aqui em Curitiba a pelo menos uns 15 anos o crack já é uma realidade. Apenas agora quando atinge castas superiores que sociedade de uma forma geral abre os olhos para esta situação.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*