CPIs iniciam trabalhos nesta quinta-feira | Fábio Campana

CPIs iniciam trabalhos nesta quinta-feira

Foto: Divulgação Alep

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Valdir Rossoni (PSDB), determinou que as duas Comissões Parlamentares de Inquérito (CPIs) protocoladas na Casa iniciem os trabalhos nesta quinta-feira (17).

Amanhã (16), os líderes dos partidos e blocos devem indicar os membros que vão compor as comissões. “Acredito que até amanhã os deputados vão colaborar e já teremos os membros indicados”, disse o presidente, no encerramento da sessão plenária.

Autor da proposta de criação da CPI das escutas clandestinas, o deputado Marcelo Rangel (PPS) pretende, assim que os integrantes estejam definidos, convocar imediatamente os parlamentares, para a primeira reunião. A comissão será formada por 11 deputados e terá prazo de 120 dias para apuração dos fatos relacionados aos aparelhos de escuta e espionagem encontrados recentemente nas dependências da Assembleia. “Assim que tivermos a definição dos partidos, vamos começar os trabalhos da CPI. Pretendemos já convocar algumas pessoas para prestar esclarecimentos”, afirmou.

CPI das falências – Para o deputado Fábio Camargo (PTB), a CPI das falências e recuperações judiciais vai auxiliar na elucidação de verdadeiros golpes aplicados no Estado, cujo impacto afeta trabalhadores e a arrecadação, uma vez que as empresas, ao terem decretada falência, deixam ativos e passivo substanciais. “Queremos apurar indícios de irregularidades pesadas de falências fraudulentas, de empresas que deixam de pagar impostos e dão um verdadeiro calote no trabalhador. Na quinta já pretendemos iniciar os trabalhos de apuração”, destacou.

Embora o prazo para a apuração dos trabalhos da CPI seja de 120 dias, é possível prorrogá-lo por mais 60. A escolha dos integrantes vai respeitar a proporcionalidade das bancadas. No encerramento da sessão plenária, a bancada do DEM havia indicado como membros da CPI das escutas clandestinas os deputados Pedro Lupion (titular) e Osmar Bertoldi (suplente).


4 comentários

  1. PAULO
    terça-feira, 15 de fevereiro de 2011 – 18:41 hs

    AS CPIs DA ASSEMBLEIA SÃO A MANEIRA DISCRETA E EDUCADA DOS SRS. MEMBROS NÃO FAZEREM ABSOLUTAMENTE NADA E NÃO DEMONSTRAREM CONSTRANGIMENTO!

  2. Jose Ant Comegno Bandeirantes
    terça-feira, 15 de fevereiro de 2011 – 22:10 hs

    Querem encerrar qualquer caso ? Abra uma CPI.

  3. ivanowski
    quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011 – 0:17 hs

    E os “nobres representantes do povo” em nenhum momento pensaram em criar uma CPI s/ a maracutaia denunciada pela RPC/TV, que segundo o MPE, a roubalheira pode chegar a 100 mi? Pq ñ CRIAR?

    E agora vem com essa CPI s/ escuta clandestina.
    Tem mto pouco o que fazer na “Casa da Mãe Joana”.

  4. quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011 – 9:57 hs

    Parece que vai começar novamente o circo,onde deputados disputam
    programas de tv,principalmente se tiver símbolo da Globo.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*