Appa faz plano estratégico para os próximos 30 anos | Fábio Campana

Appa faz plano estratégico para os próximos 30 anos

A Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa) apresentou, em Curitiba, seu plano estratégico para os próximos 30 anos. A apresentação foi feita durante o Seminário de Diagnóstico Institucional da Secretaria de Infraestrutura e Logística, que discute temas estratégicos para o desenvolvimento do sistema de transportes paranaense, de acordo com a Agência Estadual de Notícias.

“O porto tem que estar pronto para atender as demandas da sociedade. Estamos há anos sem grandes projetos de ampliação e melhorias na estrutura logística e agora apresentamos o que precisa ser feito de mais urgente a curto, médio e longo prazo”, disse o superintendente Airton Vidal Maron.


A coordenadora do Núcleo de Estudos Estratégicos da Appa, Maria do Socorro, apresentou o diagnóstico dos portos e o Plano Estratégico dos Portos do Paraná. Foram apresentadas as soluções de planejamento estratégico para curto, médio e longo prazo.

Para curto prazo, as ações apresentadas são as campanhas de dragagem – dos berços, manutenção e aprofundamento – além do já anunciado projeto de ampliação do cais comercial do Porto de Paranaguá que, nos próximos anos, passaria dos atuais20 para 32 berços de atracação.

Para médio e longo prazo, a intenção é de que a Appa aproveite o uso da área do porto organizado para ampliar seus terminais. O projeto é instalar um porto em Pontal do Paraná, outro na região do Embocuí/Emboguaçu e, nos próximos 30 anos, um terminal na Ilha Rasa da Cotinga.

Após a apresentação de todos os órgãos ligados à Secretaria de Infraestrutura e Logística sobre seus planos de ação, serão definidas metas, num prazo de 180 dias, para que seja firmado um contrato de gestão.

De acordo com o secretário José Richa Filho, o estabelecimento de metas é primordial para o desenvolvimento do sistema de transportes do estado. “O grande desafio é conseguir enxergar que, onde há um obstáculo, pode existir uma nova oportunidade. O futuro está em nossas mãos. Todos estamos dispostos a incentivar o desenvolvimento e buscar melhorias e facilidades”, disse.


4 comentários

  1. Ediluz godoy
    sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011 – 16:22 hs

    O discurso deveria ser o seguinte: “O porto tem que estar pronto para atender às demandas do mercado, pois o porto nada mais é que um “hub” logístico que espelha o dinamismo de uma sociedade em transformação. Estamos há anos sem nenhuma obra, sem nenhuma idéia, sem nenhuma grande ação. Precisamos limpar o que está sujo; organizar o que está fora dos eixos e, em conjunto com a sociedade paranaense, fazer de Paranaguá um entreposto comercial digno de pertencer à 8.a economia do mundo e não ao 8.o mundo.”

  2. Carlos
    sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011 – 16:25 hs

    E como a populacao de Paranagua pode ter acesso a este planejamento que esta ligada ao futuro de todos?

  3. Tyllerand
    sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011 – 18:35 hs

    Que conversinha para boi dormir….ou para inglês ver….

  4. do serpentário
    sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011 – 21:38 hs

    Só quero entender uma coisa. Esses novos administradores do PSDB na APPA tem pouco mais de trinta dias na administração portuária e já apresentaram um plano estratégico para TRINTA ANOS? Certamente foram inspirados no filme O Ilusionista.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*