'Toda unanimidade é burra', diz senador do PSOL contra Sarney | Fábio Campana

‘Toda unanimidade é burra’, diz senador do PSOL contra Sarney

Da Folha.com

O senador Randolfe Rodrigues (PSOL-AP) afirmou nesta segunda-feira (31) que será candidato na disputa pela presidência do Senado para “apresentar uma alternativa” à candidatura à reeleição do presidente da Casa, José Sarney (PMDB-AP).

“Toda unanimidade é burra, já dizia Nelson Rodrigues. [A candidatura única de Sarney] não é bom para a democracia brasileira”, afirmou o senador.

Aos 38 anos, Randolfe é o mais jovem senador eleito do país, e o mais votado nas eleições de 2010 no Amapá, com 203.259 votos.

Randolfe afirmou que suas propostas como candidato à presidência incluem maior transparência às contas do Senado e maior autonomia em relação ao Executivo.

“O Senado precisa de um pacote de mudanças éticas. Precisamos fazer uma autocrítica desses últimos anos”, disse.

O senador contou ter conversado com parlamentares da casa, como Pedro Simon (PMDB-RS), Cristovam Buarque (PDT-DF) e Eduardo Suplicy (PT-SP), em busca de apoio.

Além de Randolfe, o PSOL elegeu a senadora Marinor Brito (PA), que também defendeu uma alternativa ao nome de Sarney.

“Não é possível votar em hipótese alguma na candidatura da base governista, que tem tido uma postura de subserviência [ao Executivo] no Congresso Nacional”, afirmou a parlamentar eleita.

SARNEY

Em campanha, o presidente do Senado, José Sarney reafirmou que aceitou disputar a reeleição porque não teve “outra solução”, uma vez que seu nome é de consenso na Casa.

“Há unidade do partido e o consenso da Casa também nesse sentido. Só me restava aceitar e prestar mais esse serviço ao Senado e ao país.”

Sobre o PSOL lançar uma candidatura alternativa, Sarney disse estar tranquilo. “É um direito que têm os partidos e nós não podemos interferir na vontade dos partidos.”

O peemedebista admitiu que seria oficialmente candidato somente na semana passada, depois de negar por mais de três meses que fosse disputar a reeleição. Nos bastidores, porém, o PMDB já negociava apoio ao seu nome e conseguiu construir unidade em torno do candidato, inclusive com a oposição.

A disputa pelo comando do Senado ocorre nesta terça-feira, depois que os novos senadores forem empossados nos cargos.


10 comentários

  1. FORA SARNA !!!!
    segunda-feira, 31 de janeiro de 2011 – 20:16 hs

    Parabéns ao senador do PSOL, pela coragem e atitude em enfrentar essa mancha podre chamado Sarney…
    Espero que nossos senadores do Paraná votem contra esse câncer…

  2. CAÇADOR DE PETISTAS
    segunda-feira, 31 de janeiro de 2011 – 21:41 hs

    Errou nobre Senador. Todos os brasileiros do Nordeste ou quase todos foram burros ao acrditar no mentiroso populista Lula da Silva quando do discuro barato, para pedir que votassem na quadrilheira, desqulificada Dilma, cria do Satânico Lula.
    Coronel Sarnei, não espero a hora de rir no seu velório seu canalha.

  3. Eu
    segunda-feira, 31 de janeiro de 2011 – 22:42 hs

    Viram ontem no Fantástico a situação do Maranhão?
    E ainda votam na família Sarney. Será que eles merecem?

  4. Aleixo Garcia
    segunda-feira, 31 de janeiro de 2011 – 22:43 hs

    Esse cabra é macho, não tem rabo preso com as raposas de brasilia, tem ganhar e mudar o rumo politico desse pais, chega dos mesmo, renovação já!

  5. Defer
    terça-feira, 1 de fevereiro de 2011 – 8:41 hs

    sarney deveria estar preso se houvesse justiça no brasil!

  6. Parreiras Rodrigues
    terça-feira, 1 de fevereiro de 2011 – 10:20 hs

    Os dois votos, o do Randolfe Scott Rodrigues e o da sua colega do Amapá, ela sim, com domícilio e residência lá, serão os mais decentes da eleição no Senado.

    A maioria dos congressistas com a espinha vergada, pernas genuflexas, diante dum parlamentar que não despe a farda de coronel.

    E que num país onde a Justiça não fosse tratada como mercadoria, repudiaria, repugnaria, criminalizaria a sua falsa declaração de domícilio eleitoral.

    Alguém se doeu porque eu disse mercadoria?
    O que é venda de sentenças?
    Nada mais que um comércio ilícito como qualquer outro comércio ilícito. Como o de corpos, de órgãos, de drogas, de armas, de influência.

  7. aposentado
    terça-feira, 1 de fevereiro de 2011 – 10:21 hs

    A candidatura do Sarney não é boa por nenhum motivo, imaginem no caso de ser única.
    O cara está afundado em denuncias comprovadas de , corrupção, desvio de conduta , nepotismo , roubo, etc. só o lulla para defender esses pílantras, e ainda é reeleito presidente do congresso .Esse país não é sério mesmo.
    Tá tudo dominado, só vai mudar a hora que o povo de bem e trabalhador sair às ruas quebrando esses caras.

  8. Pedro Araujo
    terça-feira, 1 de fevereiro de 2011 – 13:24 hs

    Sarney nao devia nem se candidatar a tal cargo. Concordo com a frase de Nelson Rodrigues e Sarney devia continuar só com a funçao de escritor mesmo e nem venha com a ideia de fazer parte da Academia Brasileira de Letras, hein!!!!!

  9. Curitibana
    terça-feira, 1 de fevereiro de 2011 – 14:30 hs

    Nós deveríamos aprender com os egipcios , sair nas ruas e fazer valer a prisão dessa corja , que rouba milhões ….é o fim , lá vem o maranhense denovo tocar o senado.

  10. Amelio ral aas
    terça-feira, 1 de fevereiro de 2011 – 14:44 hs

    Passou da hora de voces fazerem ai em curitiba,fazer igual aos egipcios,mais pera ai,já estão fazendo,esse final de semana mataram trinta e um,lá fáz um mes que estão se enfrentando e não morreu tanta gente,fáz sua guerrinha ai mesmo curitibana,que a coisa ai tá mais feia que no egito

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*