Secretário admite defasagem no efetivo policial | Fábio Campana

Secretário admite defasagem no efetivo policial

Em entrevista a Joice Hasselmann hoje (31), o secretário da Segurança Pública, Reinaldo de Almeida César, dise que, para cumprir a legislação, o Paraná precisa contratar quase dez mil policiais militares e dobrar o efetivo da Polícia Civil. O secretário prometeu ainda reduzir os índices de criminalidade, manter a Força Samurai contra o narcotráfico e encerrar a intervenção no Instituto Médico Legal (IML) até março. César disse que este primeiro mês de gestão foi dedicado a fazer um diagnóstico da pasta e organizar as estratégias de combate aos crimes.


34 comentários

  1. Hamilton Luiz Nassif
    segunda-feira, 31 de janeiro de 2011 – 13:59 hs

    Será sem dúvida nenhuma um grande ato administrativo,o encerramento da intervenção no Instituto Médico Legal.Está na hora de andar com as próprias pernas,pois profissionais capacitados fazem parte da Instituição.Parabéns Secretário,começou com o pé direito.

  2. decepcionado
    segunda-feira, 31 de janeiro de 2011 – 14:20 hs

    uma maneira rapida para aumentar o efetivo da policia militar é retirar os policiais q trabalham internamente e contratar adm q são mais baratos, só ái vai aparecer uns 1000 pms no paraná….

  3. LUIZ MÁRIO
    segunda-feira, 31 de janeiro de 2011 – 14:24 hs

    Agora temos um Secretário de Segurança!
    Parabéns Dr. Reinaldo César.

  4. de olho
    segunda-feira, 31 de janeiro de 2011 – 14:35 hs

    PSS na PM-PR ????….kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  5. ROBERTO MENEZES
    segunda-feira, 31 de janeiro de 2011 – 15:45 hs

    PARABENIZO ESSE RESPEITADO ÓRGÃO DE IMPRENSA PELAS MATÉRIAS SOBRE O CAOS NA SEGURANÇA PÚBLICA PARANAENSE.

    NOSSAS AUTORIDADES RECONHECEM O DÉFICIT NAS POLICIAS DE NOSSO ESTADO, INCLUSIVE APRESENTAM NÚMEROS DO PROLBLEMA COMO SE JÁ NÃO SOUBESSEMOS.
    NO ENTANTO NÃO APRESENTAM NÚMEROS PARA A SOLUÇÃO.
    A POLICIA CIVIL POR EXEMPLO, JAMAIS IRÁ REPOR O DÉFICIT HUMANO COM A ESPC FORMANDO 500 PESSOAS ANO.
    O ULTIMO CONCURSO APROVOU MAIS DE 2 MIL CANDIDATOS E DESTES MENOS DE 500 FORAM CHAMADOS ATE O PRESENTE MOMENTO.

    ISSO É VERGONHOSO PARA UM ESTADO QUE OCUPA A QUINTA POSIÇÃO EM TERMOS DE CONTRIBUIÇÃO COM PIB BRASILEIRO.

    POR FAVOR NÃO DESISTAM, CONTAMOS COM ESTE IMPORTANTISSIMO VEICULO DE INFORMAÇÃO PARA PRECIONAR O GOVERNO A FAZER O QUE PRECISA SER FEITO.

  6. MARCIA
    segunda-feira, 31 de janeiro de 2011 – 15:58 hs

    Secretário
    A PMPR não precisa de mais policiais. Faça um levantamento no Quartel Geral que tem mais pessoas na área administrativa do que nas ruas ….será que precisa contratar mesmo ?
    Quando a DPC, alem de funcionarios capacitados, falta infraestrutura minima (imovel, equipamentos e etc) nas delegacias do Estado.
    E quanto aos PM´s que fazem as vezes dos PC´s no interior? Isso é legal?

  7. Rubens Costa
    segunda-feira, 31 de janeiro de 2011 – 16:07 hs

    Se o Digníssimo Secretário parasse de demagogia e começasse a agir,em pouco tempo poderia mudar a “cara” da segurança pública do PR.
    Para se ter idéia,ele tem mais de dois mil candidatos aprovados no último concurso da Polícia civil,aguardando vontade política para prosseguimento nas demais fases.Se as Autoridades respeitassem mais a população paranaense,falariam menos e agiriam mais pois, “falar até papagaio fala,quero ver ele enviar e-mail”.Recurso acredito que existe,considerando que temos o quinto maior PIB da federação.

  8. Mustafah
    segunda-feira, 31 de janeiro de 2011 – 16:16 hs

    TÁ PERDIDO COITADO!!!!!!

  9. LÉO
    segunda-feira, 31 de janeiro de 2011 – 16:31 hs

    ATÉ O MAIS BURRO DOS MORTAIS JÁ SABIA DISSO…. E AGORA FAZER O QUE?
    LICITAÇÃO PARA CONCURSO PÚBLICO, UMA ESPERA DE UM ANO PARA OFICIALIZAR A DATA DOS TESTES, 6 MÊSES PARA SAIR O RESULTADO, UM ANO DE ESCOLA DE POLÍCIA, DAI VÃO PERCEBER QUE TEM MATERIAL HUMANO MAIS FALTAM MATERIAIS COMO VIATURAS, COLETES BALISTICOS ARMAS E TUDO MAIS. ENTÃO COMEÇO OUTRA LICITAÇÃO PARA COMPRA DE MATERIAIS…E MAIS UM ANO SE VAI.
    QUANDO DA ENTREGA DOS MATERIAIS(AS VÉSPERAS DE NOVAS ELEIÇÕES), COM DIREITO A SOLENIDADES OFICIAIS E TUDO MAIS…OS BANDIDO JÁ TOMARAM UM PORRE DE TANTO MATAR E ROUBAR….ENTÃO COMEÇA O MESMO PAPO………FALTA CONTINGENTE…..FALTA POLICIA….
    POR QUE NÃO USAR A ESTRUTURA DAS FORÇAS ARMADAS….JÁ TÁ TUDO PRONTO, E PRA COMPLEMENTAR, UM SOLDADO DO EXÉRCITO RECEBE MÍSEROS 220 REAIS POR MÊS, SAI BEM MAIS BARATO, E MAIS RÁPIDO.

  10. Antonio 1
    segunda-feira, 31 de janeiro de 2011 – 17:30 hs

    Fábio: na entrevista com a Joice, o Sr. Secretário demonstrou que só pensa na Polícia Militar. É claro que a PM é importante, mas com referência à Polícia Civil, ele próprio disse que sequer sabia qual a capacidade da escola de polícia para formar novos policiais. Com respeito à militar, falou os números da capacidade da PM e do Corpo de Bombeiros para formarem novos profissionais. Sabe de tudo da PM. Percebemos que desde que foi nomeado, o secretário de segurança pública demonstra, no mínimo, descaso com a polícia civil. O resultado de tanta criminalidade no PR é justamente pelo fato de não ter efetivo mínimo para investigar as centenas de crimes que ocorrem diariamente. Está na hora de sair do discurso, e falar, exatamente, quando irá nomear os aprovados no concurso, e também chamar os demais aprovados para as próximas fases (são mais de 2.000 aprovados, querendo trabalhar para a Polícia Civil do Paraná). Sempre que o secretário é indagado sobre os seguintes assuntos: quando efetivamente irá chamar os aprovados para as próximas fases; quantos dos 2.000 aprovados serão chamados; quando começarão os cursos na escola; quando serão nomeados os que já concluíram todas as etapas, etc. – o que ocorre? O Secretário muda de assunto, ou dá uma “rápida pincelada”, e já começa a falar de outros assuntos (como a PM, a fronteira, etc). Chega de discurso. Contrate com urgência mais policiais civis, pra diminuir essa vergonha que está o efetivo da polícia civil. Treine bem os policiais para as operações, bem como para tratarem bem quem vai à delegacia, principalmente com educação. E, principalmente, pague-os bem, ainda mais agora que é exigido curso superior para todas as principais funções (escrivão, investigador, papiloscopista…).

  11. Marcelo Ton
    segunda-feira, 31 de janeiro de 2011 – 17:40 hs

    Na verdade não precisa aumentar o efetivo da Policia CIvil. É só botar os que lá já estão para trabalhar.
    Explico: tem locais na PC onde há investigadoras e escrivãs fazendo o trabalho de secretárias de delegados, inclusive no Gabinete do Delegado Geral. Há, ainda, investigadores fazendo MEIO PERÍODO (Coordenação de Informática – 2º andar – Prédio Central da PC – Rua José Loureiro)
    Outra coisa: a mudança de delegados foi muito tímida. A oxigenação é importantíssima e está estabelecido no Estatuto da Policia Civil que um delegado não pode ficar na mesma delegacia no máximo 4 anos, aí tem que mudar. Tem delegadas que estão na mesma delegacia há mais de 5 anos. Portanto, tem DELEGADAS que ficaram onde estavam. Por que será? Quem está ganhando com isso?
    Fabio Campana parabéns pelo blog, excelente.

  12. Marino
    segunda-feira, 31 de janeiro de 2011 – 17:42 hs

    Pelo andar da carruagem e, com relação a Polícia Civil, as coisas continuarão como antes na gestão do “melhor Secretário se Segurança do Brasil”, ou seja, na UTI.

  13. JACARÉ
    segunda-feira, 31 de janeiro de 2011 – 19:02 hs

    Nem só de propaganda vive a segurança pública…

  14. Ammarante mello rego
    segunda-feira, 31 de janeiro de 2011 – 19:13 hs

    Po ,Nassif chu badak fi menos ,menos

  15. VERDADE
    segunda-feira, 31 de janeiro de 2011 – 19:49 hs

    Tudo igual! E as desculpas não param! Um mês para fazer o diagnóstico? Não ficaram 3 meses na transição enchendo o saco do Pessutão? Falar é fácil, começar a fazer é que são elas…

  16. JOSE LUCIO DA SILVA
    segunda-feira, 31 de janeiro de 2011 – 20:08 hs

    Foi aprovado na assembléia do PR, uma lei que garante que os Policiais militares da reserva possam voltar a trabalhar internamente, assim todos que faziam estes serviço irão trabalhar nas ruas, aumentando o efetivo. Só que ninguém comenta.

  17. Edson Medeiros
    segunda-feira, 31 de janeiro de 2011 – 21:14 hs

    Meio período é um absurdo.
    Cadê o MP para investigar isso, fere a lei de improbidade administrativa.
    Por isso que não tem polícia, pois o pouco que tem fica fazendo serviço administrativo e em meio período.
    Pra que contratar mais policiais então? Pra fazer também meio período?
    Abre o olho secretário, senão sua gestão não dura até o fim do ano se ficar esse marasmo…

  18. POLICIAL X
    segunda-feira, 31 de janeiro de 2011 – 21:27 hs

    Esta ultima escola da policia militar, vão encebar muito pra formar?
    Quando formar vai faltar viatura pra trabalhar. Os coletes balísticos estão na sua maioria vencidos.
    PERGUNTAR NÃO OFENDE. AQUELE MAJOR PUJETI (P5 DA PMPR) QUE FALAVA DE FARDAMENTO, QUE CHEGARIA LOGO, CADÊ O FARDAMENTO. TEM POLICIAL TRABALHANDO TODOS ALTERADOS POR FALTA DE FARDAMENTO, ISTO É BRINCADEIRA.
    CONTINUAM DESCONTANDO O FARDAMENTO, MAS FORNECER QUE É BOM NADA. POR ACASO ESTÃO FAZENDO CAIXA NA PMPR?

  19. jr
    segunda-feira, 31 de janeiro de 2011 – 23:11 hs

    Pelo jeito vai continuar tudo como antes no quartel de Abrantes.
    ou seja muito bla bla e pouca ação.

  20. Xhyko
    segunda-feira, 31 de janeiro de 2011 – 23:50 hs

    Ja estão arrumando descupas para a incompetencia, antes de exerce-la

  21. Defer
    terça-feira, 1 de fevereiro de 2011 – 8:46 hs

    que ta defazado todo mundo já sabe, alias o beto richa deu emprego até ao romanelli que defendia requiao de unhas e dentes no caso da defasagem policial,
    O que mudou agora é que a gangue politica no paraná aumentou tá pior que alibabá e os 40 ladroes.
    Beto richa é uma vergonha!

  22. Policial Consciente
    terça-feira, 1 de fevereiro de 2011 – 8:52 hs

    Quer melhorar a situação da Segurança?
    1º – Que tal começar tirando os diversos policiais militares e civis que estão a disposição do ministério público e dos foruns nas diversas comarcas dos estados.
    2º – Também poderia colocar funcionãrios concursados para realizar o serviço administrativo dos quartéis e das delegacias, colocando os policiais na rua para executar a misssão fim.
    3º – Poderia também retirar as centenas de policiais militares que estão fazendo segurança nos setores de carceragem temporários, colocando nestes locais agentes penitenciarios.
    4º – Existem dois concursos em aberto, da PC com mais de 2.000 aprovados e da PM com mais de 3.000 aprovados, todos aguardando convocação.

  23. marcão
    terça-feira, 1 de fevereiro de 2011 – 9:32 hs

    Toma povo BURRO!!!!!

  24. Simplicio Figueira
    terça-feira, 1 de fevereiro de 2011 – 9:54 hs

    O cara tá no cargo não tem um mês. Deixa o homem respirar, pois até agora ele só tá juntando os “caquinhos” da SESP, totalmente deteriorada assim como suas PMs e PCs. É a mesma coisa que você querer recuperar os estragos da chuva da região serrana do RJ em três dias. Como tem gente idiota…………

  25. Pedro de Jesus Colaço
    terça-feira, 1 de fevereiro de 2011 – 10:14 hs

    Faça-se o óbvio. Cumpra-se a legislação Sr.Secretário. Preencher os quadros das duas Polícias Estaduais é medida que se impõe como urgente e necessária. Chega de Improvisação na Segurança Pública, ou “Secretário Improvisado”. Precisamos de profissionais. E isto só se comprova na prática, com resultados positivos e confiança do povo nas instituições policiais e nos seus chefes e comandantes. Fazer concurso público regionalizado para a Polícia Civil e para a Polícia Militar é muito conveniente, pois é gente da casa trabalhando na sua região. Sei disso. Trabalhei com ese povo. Há policiais que realmente não se adaptam em outras regiões, e depois de alguns meses na área, afundam o caminho da Assemblélia Legislativa, se “virando” com o “seu Deputado”, e às vezes até com o Deputado da Região, para voltarem para a “sua terra”. E quase sempre conseguem, defasando ainda mais o efetivo da Unidade Policial. Essa história de determinadas delegacias do interior receberem o resto, deve ser revista. Quanto a terminar a intervenção no IML, a medida já é tardia, pois a instituição dispõe de profissionais qualificados e idôneos para retomar o comando.

  26. Domingos Ronaldo
    terça-feira, 1 de fevereiro de 2011 – 10:37 hs

    Vamos aumentar os efetivos da Polícia Civil e da PM urgentemente somos um estado de maior potencial no Brasil. Por favor senhor secretário a situação da policia civil ainda é pior vamos contratar todos excedentes do concurso de 2010.

  27. decepcionado
    terça-feira, 1 de fevereiro de 2011 – 11:24 hs

    de olho: não é PSS na PMPR, mas concursados, pois os policiais q lotam os batalhões fizeram concurso para ser policiais e não secretários de oficiais, contratar adm para a “papelada e serviço interno fica bem mais barato e põe a policia na rua. Ex.: porque em todo batalhão tem no minimo seis policiais cozinhando, cortando grama… daria para contratar umas 20 cozinheiras com esse salario, é revoltante ver um policial com um avental ou uma tesoura de grama em vez de estar com uma arma na rua.

  28. Defer
    terça-feira, 1 de fevereiro de 2011 – 13:59 hs

    respirar!
    o cara chama uma quadrilha para fazer parte do governo como romanelli,ezequias, turma do justus, filho e nora o povo idiota é voce simplicio figueira!

  29. Fabi
    terça-feira, 1 de fevereiro de 2011 – 14:21 hs

    vai ver esse s figueira é quadrilheiro tambem igual ao nomes citados pelo seu defer!
    kkkkkkkkkkk

  30. Ricardo III
    terça-feira, 1 de fevereiro de 2011 – 16:18 hs

    Para se ter um policial de serviço 24 horas por dia, é necessário nomear quatro. A escala deve respeitar a Constituição, já que quem trabalha 24 horas no plantão, terá direito a 72 horas de descanso. Para as 72 horas de folga daquele, haverá necessidade de mais três que farão, respectivamente, suas 24 horas de serviço. Veja bem, um plantão de 24 horas é o mesmo que três dias de serviço comum (8 horas diárias). Além de tudo tem as férias, as licenças médicas, licenças prêmio (cada cinco anos de serviço, 3 meses de licença), além das designações para trabalhar em local diverso, operação verão e operações especiais, que requerem substituição imediata.
    Assim, acredito que para fazer frente à criminalidade instalada no Paraná, os números solicitados estão muito aquém do necessário.
    A menos que as polícias funcionem, semanalmente, em horário comercial, fechem sexta feira às 18 e reabram segunda às 8 horas.

  31. Jose A.
    quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011 – 19:47 hs

    Admitir é uma coisa, fazer algo é outra. Nunca fizeram esta situação é de 20 anos atrás ou mais e a norma aqui na polícia é empurrar com a barriga até se aposenta.

  32. Samanco
    quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011 – 19:53 hs

    Dizer uma coisa bem sincera a polícia civil esta morta e enterrada, não tem gente pra nada, investigação inexiste. Agora a PM tenho a dizer que tem gente de sobra. Só tem um problema estão todos fora de função. É uma vergonha. Quinze de soldado a sargento secretariando um oficial, seja tenente ou capitão. Falta de respeito com o dinheiro do povo. Comandante disse que colocou 306 Pms na rua que estavam fora de função, é verdade, mais se tiver vergonha na cara vai colocar mais 1.000 que estão cosando nos quarteis servindo de baba para oficial. E outra verdade, oficiais nada produzem na prática da segurança, pões essa barrigudo pra trabalha que a coisa melhora. Só soldado a sargento carrega o piano.

  33. Paulo Alves de Oliveira
    segunda-feira, 4 de abril de 2011 – 12:42 hs

    Bom dia !

    Gostaria muito que nosso excelentíssimo governador, sr. Roberto Richa, realmente verifique a situação da nossa segurança pública, pois nosso estado está passando por um momento crítico nessa área… aliás, não é de agora, mas NESTE momento parece que as coisas estão bém mais complicadas. Faltam policiais, estrutura, melhores salários, incentivo… enfim..

    Estou torcendo para que o efetivo da nossa gloriosa Polícia Civil seja aumentado, incusive ,… eu sou um dos candidatos aprovados no último concurso e só estou aguardando a chamada paras as últimas fases …

    Espero em DEUS que se possível , ainda esse ano possamos ser convocados.

  34. Paulo Alves de Oliveira
    segunda-feira, 4 de abril de 2011 – 12:50 hs

    Aproveitando , gostaria também de parabenizar nossos departmentos e unidades policiais civis bém como nossa gloriosa Policia Militar do Paraná , que mesmo em condições precárias têem feito um maravilhoso trabalho, tanto operacional , quanto na inteligência.Prova disso é que todos os dias vemos as notícias favoráveis a nossa sociedade paranaense quando esses homens valorosos e bravos guerreiros colocam marginais atrás das grades, ou desvendam grandes crimes misteriosos , coibem ações criminosas em tempo recorde, surpreendem grandes quadrilhas em ações cuidadosamente planejadas… enfim, homens de grande valor, que fazem seu trabalho por ética, por amor, por orgulho…

    Parabéns aos nossos POLICIAIS CIVIS E MILITARES do nosso grandioso estado !!
    Que DEUS os abençoe em sua missão !

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*