PF pede quebra de sigilo bancário e fiscal de empresas envolvidas em corrupção no porto | Fábio Campana

PF pede quebra de sigilo bancário e fiscal de empresas envolvidas em corrupção no porto

Do Blog da Joice

Nos próximos dias, a PF deve pedir a quebra de sigilo bancário e fiscal das empresas suspeitas de envolvimento no esquema de irregularidades do Porto de Paranaguá. Quatro empresas teriam sido beneficiadas por contratos irregulares: Petroil, Acquaplan, Fundação Terra e Ecoport. Nesta sexta-feira (21), vários documentos foram apreendidos em uma mansão no balneário de Atami, no litoral do estado. O imóvel estava registrado em nome da Ecoport.


7 comentários

  1. cezar
    sábado, 22 de janeiro de 2011 – 13:54 hs

    N faça isso n pois vai dar problema

  2. Borduna
    sábado, 22 de janeiro de 2011 – 14:43 hs

    Não basta o neme das empresas. É preciso saber os nomes dos empresários..

  3. Luiz Porto
    sábado, 22 de janeiro de 2011 – 17:50 hs

    Tem que quebrar o sigilo fiscal de diretores e de uns comissionados que estavam na gestão do Daniel e continuaram na do dr. Mário.
    Vão descobrir muitas outras coisas.

  4. André
    sábado, 22 de janeiro de 2011 – 18:22 hs

    E por que a PF não foi na casa do Chefe da Quadrilha?
    O juiz não deixou?

  5. Eleitor Consciente
    sábado, 22 de janeiro de 2011 – 18:56 hs

    A imprensa noticiou que parte do dinheiro destinado a compra de uma draga foi desviado para campanhas políticas.
    Queremos saber que campanhas foram favorecidas por essa falcatrua. Por acaso isso não é “Abuso do Poder econômico”?
    Não dá cassação?
    Aliás essa nojeira toda já habia sido denunciada na imprensa pelo Engenheiro Leopoldo, ex-diretor da Administração dos Portos há três anos atrás. Porque não foi investigado?

  6. CAÇADOR DE PETISTAS
    sábado, 22 de janeiro de 2011 – 21:23 hs

    REQUIÃO, cade você?
    CAAAAAAANA.

  7. ainat
    domingo, 23 de janeiro de 2011 – 0:04 hs

    Só das empresas? E do irmãozinho do Bob nao vão pedir nada?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*